segunda-feira, 31 de agosto de 2015

O Mês em Resumo: PT mergulha na crise, bolsa chinesa derruba economia, São Paulo vive nova chacina e nova morte na Indy

O quadro O Mês em Resumo traz os principais fatos do mês de agosto.







O PT passou pela sua maior enrascada em mais um capítulo da crise política que arrasta o governo Dilma. No dia 3 de agosto a Operação Lava Jato chega á 17ª fase, apelidada de pixuleco. José Dirceu foi preso por suposto desvio de dinheiro da Petrobras. A prisão desencadeia uma assustadora queda nos índices de popularidade de Dilma Rousseff que chegam a 7%. Na base política o vice Michel Temer decide deixar a articulação política.





No dia 20 Eduardo Cunha é denunciado junto do senador Fernando Collor por corrupção e lavagem de dinheiro. Quem acusou foi o procurador geral Rodrigo Janot que foi reconduzido. Collor tentou afrontá - lo, mas Janot se defendeu bem.





No domingo, 16 de agosto mais de 800 mil pessoas voltaram às ruas protestando contra o governo. Em Brasília um boneco inflável do ex- presidente Lula inflável e vestido de presidiário foi apelidado de Pixuleco e chamou a atenção do público.





Na economia a bolsa de Xangai cai 8,5% no dia 24 de agosto levando pânico ao mundo todo. Aqui no Brasil novos números foram divulgados e pelo segundo trimestre seguido o país não cresce e o PIB atinge - 1,9%. Com isso o país entra em recessão técnica consolidando a sucessão de erros que o governo cometeu desde o primeiro mandato de Dilma. E na Grécia o primeiro ministro Alexis Tspiras renuncia ao mandato e novas eleições são marcadas.



São Paulo foi palco da maior chacina já ocorrida na história. Em 2 horas e meia 18 pessoas morreram baleadas e mais uma morre dias depois. A acusação partiu de policiais que queriam se vingar da morte de um cabo por retaliação.









No noticiário internacional destaque para a explosão de uma fábrica de produtos químicos na China, a reabertura da embaixada americana em Havana, o atentado que deixou 22 pessoas mortas na Tailândia e a morte de 71 imigrantes ilegais na Áustria.



A morte ao vivo na TV: Uma equipe de reportagem foi atacada no estado da Virginia. O atirador matou a repórter Alison Parker e o cinegrafista Adam Ward. O assassino, Bryce Williams se suicidou depois de se entregar à Polícia.


Xuxa Meneghel enfim estreou na Record depois de cinco meses de espera. Seu primeiro programa deu dez pontos de audiência dobrando o desempenho no horário.



Usain Bolt se tornou uma lenda definitivamente. Ele conquistou o tricampeonato dos 100 metros, o tetra dos 200 e ajudou a Jamaica a levar o título mundial no revezamento 4 x 100 no mundial disputado em Pequim. O Brasil obtém apenas uma medalha de prata com Fabiana Murer no salto com vara.

Faltando um ano para as Olimpíadas o Rio de Janeiro realiza vários eventos teste nos locais das competições. A semana de vela foi marcada por reclamações de alguns atletas sobre as condições da Baía de Guanabara na região da Marina da Glória.



A morte voltou a atacar na Indy. O inglês Justin Wilson, de 37 anos morre um dia depois de ser atingido na cabeça por pedaços do carro de Sage Karam em Pocono. Justin Wilson foi levado inconsciente e em coma acabou não resistindo. Esta foi a oitava morte em 20 anos.



O neozelandês Scott Dixon demonstrou regularidade e na última corrida conquistou o tetracampeonato da categoria ao vencer a prova de Sonoma. Dixon empatou em pontos com Juan Pablo Montoya, mas levou o título pelo número de vitórias.









Dentre as mortes do mês tivemos Orlando Orfei, italiano que foi um dos mais populares artistas de circo do país, o psiquiatra Içami Tiba, referência em psicoterapia de adolescentes, o ex- chefe da polícia secreta do Chile Manuel Contreras, o músico Renato Ladeira, tecladista do conjunto musical Herva Doce, a atriz Yvonne Craig, que interpretou a Mulher Gato no seriado Batman, Marcy Borders, ex - funcionária do Bank Of America que ficava no World Trade Center e que foi o símbolo do maior atentado terrorista da história. Sua foto com o corpo todo encoberto de poeira correu o mundo e o escritor e médico neurocientista Oliver Sacks, autor de Tempo de Despertar.

Em setembro tem mais retrospectiva mensal.

domingo, 30 de agosto de 2015

Corinthians e Atlético vencem e Flamengo dá salto na tabela

A 21ª rodada do Brasileirão teve como destaques as vitórias que mantém Corinthians e Atlético Mineiro líderes e o salto do Flamengo na tabela com mais uma vitória fora de casa.

Charles Guerra/RBS



Léo Gamalho marcou dois e Avaí sai do sufoco vencendo o Inter

Grêmio e Coritiba voltaram a se enfrentar, desta vez pelo Brasileiro e o jogo terminou 0 x 0. O Avaí derrotou o Internacional por 3 x 0 na Ressacada com dois gols de Léo Gamalho e um de Camacho. O árbitro Péricles Bassol sentiu dores na panturrilha e teve de ser substituído. O Avaí escapou do Z4.

Aldo Carneiro/PE Press



Everton comemora o gol da vitória que coloca o Flamengo pertinho do G4

Mostrando força como melhor visitante no campeonato o Flamengo dá um salto na tabela e impôs a primeira derrota como mandante ao Sport jogando na Arena Pernambuco. O gol da vitória foi marcado por Everton no começo da partida. Ele escorou cruzamento de Pará e cabeceou pro gol adversário. O rubro negro jogou boa parte com um jogador a mais devido à expulsão de Samuel Xavier. O clube agora é o décimo colocado a cinco pontos do G4.

Jardel da Costa/Futura Press e Guilherme Leporace/Ag. O Globo

Jardel da Costa/Futura Press



Corinthians vence fora de casa, mas Galo não deixa barato e também vence fora 

O Corinthians superou a Chapecoense na Arena Condá vencendo a partida por 3 x 1 com gols de Elias, Vágner Love e Jadson e mantém a distância de quatro pontos sobre o Atlético Mineiro que conseguiu uma importante vitória fora de casa diante do Fluminense com Ronaldinho Gaúcho jogando muito mal e sendo vaiado pela torcida.

Fotos de Daniel Teixeira/AE

Daniel Teixeira/Estadão

Daniel Teixeira/Estadão



Marcelinho Paraíba marcou dois, mas quem venceu o duelo foi o Palmeiras de Gabriel Jesus

O Palmeiras voltou pro G4 e venceu o Joinville no Allianz Parque por 3 x 2 com grande atuação de Gabriel Jesus em atuação de gala e dois gols. O Joinville chegou a ensaiar reação com Marcelinho Paraíba marcando duas vezes, mas não deu.

Giuliano Gomes/PR Press e Daniel Teobaldo/Futura Press





Walter brilha na vitória do Furacão e Ricardo Oliveira acerta um chutaço na vitória do Santos

Na Arena da Baixada o destaque da vitória de 3 x 0 do Furacão sobre o Goiás foi Walter que deitou e rolou com dois gols no time que lhe deu projeção nacional há dois anos atrás. No Mineirão o Santos afundou o Cruzeiro bicampeão com um golaço marcado por Ricardo Oliveira num chutaço de fora da área. O Peixe que até outro dia estava no Z4 agora vê o G4 perto e é o nono, a quatro pontos do Palmeiras enquanto o Cruzeiro amarga entrar na confusão, que fase ruim dos mineiros.

Situação depois de 21 rodadas disputadas:

  • Libertadores: Corinthians, Atlético Mineiro, Grêmio e Palmeiras;
  • Série B: Goiás, Coritiba, Joinville e Vasco.

Scott Dixon é tetra da Indy

Scott Dixon

Verizon IndyCar Series Drivers



Scott Dixon and Emma Dixon



Por uma vitória a mais Scott Dixon conquistou neste domingo nos critérios de desempate o quarto título da Fórmula Indy. Dixon empatou em pontos com Juan Pablo Montoya que liderou o campeonato desde o início, mas venceu três corridas, a última hoje em Sonoma. Com uma eficiente estratégia de poupar equipamento o neozelandês dominou na parte final e papou a prova de Sonoma com Ryan Hunter Reay em segundo e Charlie Kimball em terceiro. Tony Kanaan chegou em quarto e Hélio Castroneves terminou em 15º lugar. Antes da prova os pilotos fizeram um minuto de silêncio em memória do inglês Justin Wilson, que morreu na semana passada em Pocono. Montoya chegou em Sonoma líder, mas não teve vida fácil, tocou em Will Power, teve o bico danificado e partiu pra recuperação, mas acabou ficando em sexto. A Indy termina uma temporada sem empolgar o torcedor com acidentes, críticas ao kit aerodinâmico, o mico que o Brasil pagou mais uma vez por não realizar a corrida que seria em Brasília e o luto pela morte de Justin Wilson. Este foi o quarto título de Dixon que havia sido campeão em 2003, 2008 e 2013. A Indy volta em 2016 com mais uma temporada e o calendário ainda não foi divulgado.

Valdeno Brito domina fim de semana de Cascavel

Valdeno Brito vitória Cascavel Stock Car (Foto: Carsten Horst / Hyset / RF1)



O fim de semana foi todo de Valdeno Brito. O Expresso da Paraíba venceu a primeira bateria e chegou em segundo na outra bateria e estabeleceu o recorde de pontos desde a adoção da rodada dupla no ano passado. A segunda bateria foi vencida por Thiago Camilo que vem em boa fase no campeonato. Marcos Gomes segue liderando o campeonato que prossegue no dia 13 de setembro com a etapa de Campo Grande.

RESULTADOS
Corrida 1
1) Valdeno Brito – 42 voltas
2) Ricardo Zonta – a 1s490
3) Allam Khodair – a 3s078
4) Ricardo Mauricio – a 3s877
5) Cacá Bueno – a 4s710
6) Marcos Gomes – a 5s029
7) Thiago Camilo – a 5s976
8) Sergio Jimenez – a 7s121
9) Átila Abreu – a 7s523
10) Diego Nunes – a 8s254
11) Raphael Matos – a 8s745
12) Felipe Fraga – a 9s182
13) Vitor Genz – a 9s445
14) Felipe Lapenna – a 12s476
15) Denis Navarro – a 12s778
16) Luciano Burti – a 13s612
17) Cesar Ramos – a 13s960
18) Lucas Foresti – a 15s429
19) Fabio Fogaça – a 17s586
20) Gustavo Lima – a 18s993
21) Raphael Abbate – a 24s142
22) Gabriel Casagrande – a 1 volta
23) Rubens Barrichello – a 3 voltas
24) Bia Figueiredo – a 3 voltas
25) Daniel Serra – a 11 voltas
26) Antonio Pizzonia – a 15 voltas
27) Max Wilson – a 20 voltas
28) Rafael Suzuki – a 21 voltas
29) Julio Campos – a 22 voltas
30) Tuka Rocha – a 33 voltas
31) Popó Bueno – a 37 voltas
32) Galid Osman - sem tempo
Corrida 2
1) Thiago Camilo – 23 voltas
2) Valdeno Brito – a 1s266
3) Ricardo Mauricio – a 2s577
4) Vitor Genz – a 3s243
5) Cacá Bueno – a 7s775
6) Marcos Gomes – a 11s856
7) Allam Khodair – a 13s612
8) Luciano Burti – a 15s111
9) Diego Nunes – a 16s102
10) Rubens Barrichello – a 16s427
11) Antonio Pizzonia – a 17s757
12) Max Wilson – a 18s036
13) Felipe Fraga - a 25s424
14) Ricardo Zonta – a 25s512
15) Rafael Suzuki – a 26s658
16) Cesar Ramos – a 28s357
17) Fabio Fogaça – a 34s085
18) Lucas Foresti – a 35s205
19) Popó Bueno – a 36s186
20) Gustavo Lima – a 53s792
21) Raphael Abbate – a 1 volta
22) Bia Figueiredo – a 3 voltas
23) Sergio Jimenez – a 8 voltas
24) Felipe Lapenna – a 9 voltas
25) Raphael Matos – a 10 voltas
26) Denis Navarro – a 16 voltas
27) Átila Abreu – sem tempo
28) Gabriel Casagrande - sem tempo
29) Daniel Serra - sem tempo
30) Julio Campos - sem tempo
31) Tuka Rocha - sem tempo
32) Galid Osman - sem tempo

A Bela do Domingo: Amora Mautner

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a diretora Amora Mautner.



Nascida em 24 de maio de 1975, ela é filha do cantor Jorge Mautner e como atriz fez a novela Vamp em 1991 quando tinha 16 anos. Depois resolveu ir para os bastidores.







Juntos novamente! A diretoa de núcleo Amora Mautner e o autor João Emanuel Carneiro fazem a mesma dobradinha de Avenida Brasil (Foto: Raphael Dias/TV Globo)

Foi assistente de direção na primeira temporada de Malhação e nas novelas Salsa e Merengue, Anjo Mau, Andando nas Nuvens e nas minisséries Dona Flor e Labirinto. Em 2000 fez seu primeiro trabalho como diretora na novela O Cravo e a Rosa, daí em diante foi diretora em novelas e minisséries. Dentre os trabalhos feitos destaque para as direções de Cordel Encantado, Joia Rara, JK entre outras. Em 2012 foi diretora geral de Avenida Brasil, último sucesso do horário das 9 escrita por João Emanuel Carneiro. Agora a dupla repete a parceria de sucesso na nova novela da Globo, A Regra do Jogo que estreia nesta segunda e que tem a missão de recuperar o Ibope perdido pela fracassada Babilônia. Ela além de diretora geral dirigirá o núcleo e durante as gravações os atores foram filmados como se estivessem no Big Brother. Amora foi casada com o ator Marcos Palmeira e é mãe de Júlia, de 8 anos.

Semana que vem tem mais.

sábado, 29 de agosto de 2015

Drama vascaíno prossegue e São Paulo desencanta

Na abertura da 21ª rodada do Brasileirão dois jogos distintos. Para o Vasco mais uma derrota e a situação fica cada vez mais dramática e para o São Paulo o reencontro com a vitória.

Alexandre Brum/Ag. O Dia, Pedro Kirilos/Ag. O Globo e Sérgio Barzaghi/Gazeta Press



Alex Muralha conversa com Rafael Silva na derrota do Vasco para o Figueirense Pedro Kirilos / Agência O Globo

Antes criticados, Ganso e Michel Bastos foram decisivos para a reação do São Paulo no Brasileiro (foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Vasco para em Muralha e toma duro castigo no fim ao perder para o Figueirense e São Paulo volta a vencer em noite de brilho dos criticados Ganso e Michel Bastos

No Maracanã o Vasco precisava vencer o Figueirense, mas parou em Alex Muralha. O goleiro do Figueirense fechou o gol e não deixou passar nada. Como não tem nada a ver com o desespero vascaíno o Furacão do Estreito achou o gol no fim da partida. Num contra ataque mortal o talismã Marcão ganhou de Guiñazu e chutou cruzado na saída de Martin Silva. A derrota aumenta o desespero vascaíno que não vence desde a 14ª rodada e segue na lanterna com 13 pontos. No Morumbi o São Paulo fez as pazes com a vitória e em grande atuação dos contestados Ganso e Michel Bastos o tricolor venceu a Ponte Preta por 3 x 0 subindo para a quarta posição na tabela. Neste domingo a rodada terá seu complemento com mais oito partidas.

Vitória mantém ponta e Botafogo perde a segunda seguida

O Vitória se mantém líder da Série B e o Botafogo perdeu de novo, mas não saiu do G4.

Divulgação Vitória



Vitória empata e segue líder apesar do tropeço em casa

Na terça o rubro negro baiano empatou com o Oeste por 1 x 1 e mantém a liderança. Na outra partida da terça o ABC vencia o jogo por 2 x 0 e permitiu a reação do Criciúma que buscou o empate por 2 x 2 e segue no Z4.

Itawi Albuquerque/Futura Press



Botafogo para no CRB e ó não saiu do G4 devido à tropeços dos concorrentes

Ontem a noite não foi boa para América Mineiro e o Botafogo que estão no grupo de acesso. O time mineiro foi derrotado pelo Luverdense por 2 x 1 em pleno Independência, já o alvinegro carioca caiu diante do CRB que venceu o jogo por 2 x 1 e mesmo assim permanece no G4.

Fernando Torres/Divulgação



Papão derruba Bragantino e pula pra vice liderança do campeonato

Nos jogos do sábado o Macaé empatou com o Sampaio Corrêa por 1 x 1 e o time maranhense não entrou pro G4, o Santa Cruz levou a virada do Paraná por 3 x 2, o Paysandu assumiu a vice liderança ao bater o Bragantino com dois gols de Fahel. No Serra Dourada um jogo de duas viradas e vitória do Atlético Goianiense sobre o lanterna Ceará por 3 x 2, o Náutico bateu o Boa Esporte por 1 x 0 e fechando a rodada Mogi Mirim e Bahia ficaram no empate por 1 x 1.

Situação depois de 21 rodadas disputadas:

  • Série A: Vitória, Paysandu, Botafogo e América Mineiro;
  • Série C: Boa Esporte, ABC, Mogi Mirim e Ceará.