quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Virada rubro negra com raça e emoção

Celso Pupo/Fotoarena, Guito Moreto (2)/Ag. O Globo e Reuters

Flamengo x Junior Barranquilla

Teo Gutierrez comemora o gol que abriu o placar Guito Moreto / Guito Moreto

Vizeu comemora o golaço que garantiu a virada do Flamengo sobre o Junior Barranquilla Guito Moreto / Agência O Globo



Pra jogar no Flamengo tem que ter garra e a torcida empurrou o time pra uma virada na raça diante do Junior Barranquilla no Maracanã no primeiro jogo da semifinal da Copa Sul Americana. O jogo começou mal para os rubro negros quando aos 19 minutos o goleiro Diego Alves deixou o campo sob suspeita de fratura na dividida com o atacante colombiano. No minuto seguinte mal esquentou o goleiro Alex Muralha teve de buscar a bola no fundo das redes em seu primeiro lance. O Junior saiu na frente com o gol de Téo Gutierrez. O time sentiu o gol e na base da pressão tocou a bola sem sucesso. No segundo tempo o Flamengo recuperou o controle psicológico do jogo e nos 15 minutos finais buscou a virada. O empate veio na cabeçada certeira e fatal do zagueiro Juan e perto do fim um golaço de Felipe Vizeu que recebeu de Atão e emendou de primeira. Com a vitória o Flamengo tem a vantagem do empata no jogo da volta quinta feira que vem na Colômbia.

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Grêmio à um empate do tricampeonato da Libertadores

Diego Guichard/globoesporte.com e André Ávila(2)/RBS





Grêmio, gol, cícero, libertadores, lanús, arena

Foi uma guerra de nervos à flor da pele, mas no fim o Grêmio conseguiu o gol que tanto precisava e agora leva a vantagem para o jogo da volta na quarta que vem na Argentina. O Lanús engrossou o caldo e suportou a pressão da Arena até os 37 minutos do segundo tempo quando a bola levantada na área encontrou Jael que tocou pra Cícero que desviou, passou pelo goleiro e morreu no fundo da rede. Agora o Grêmio tem a vantagem do empate na próxima quarta para conquistar o tricampeonato da Libertadores. Serão 90 minutos de aflição para os gremistas espalhados pelo Brasil.

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Fluminense se livra do rebaixamento e Avaí embola briga pra fugir da degola

Nesta segunda duas partidas completaram a 36ª rodada do Brasileirão.

Lucas Tavares/Ag. O Globo e Antonio Carlos Mafalda/Mafalda Press





No Maracanã o Fluminense espantou de vez a ameaça do rebaixamento ao vencer a Ponte Preta por 2 x 0 com gols de Douglas e Henrique Dourado que marcou seu 18º gol se igualando com Jô na artilharia do campeonato e na Ressacada o Avaí derrotou o Palmeiras por 2 x 1 e embolou a briga pra ver quem escapa do rebaixamento. Os gols foram marcados por Marquinhos e Lourenço com Keno descontando para o alviverde que perdeu a chance de assumir a vice liderança.

Guilherme Pinto/Ag. O Globo



Duas notinhas do dia: a primeira, o Grêmio foi acusado de usar um drone para espionar rivais. Segundo a reportagem do canal ESPN uma pessoa foi contratada para gravar imagens de treinos fechados dos adversários. A diretoria nega a acusação.No Flamengo o entrevero entre Felipe Vizeu e Rhodolfo não ficará impune. A diretoria avisou que irá punir os dois jogadores que brigaram em um lance durante o jogo de ontem contra o Corinthians e o caso pode ser denunciado pelo STJD e caso a denúncia seja aceita os dois podem pegar de 4 à 12 jogos de suspensão.

Faltando duas rodadas pra terminar a situação é essa:

- Já campeão: Corinthians

- Garantidos na Libertadores: Grêmio, Palmeiras, Santos e Cruzeiro

- Brigam por Libertadores: Flamengo, Botafogo, Atlético Mineiro, Vasco, Bahia, Atlético Paranaense e Chapecoense. São Paulo tem chances remotas, mas está livre do rebaixamento junto do Fluminense.

- Brigam contra a degola: Coritiba, Vitória (estão fora da zona de rebaixamento), Sport, Ponte Preta e Avaí

- Já rebaixado: Atlético Goianiense.

domingo, 19 de novembro de 2017

Martin Truex Jr conquista um título merecido e justo na NASCAR















Em 2013 ele perdeu o emprego na equipe de Michael Waltrip após uma patacotada em Richmond, foi pra equipe Furniture Row e aos poucos recomeçou sua carreira, chegou à decisão em 2015, mas ficou em quarto lugar, na temporada passada mostrou força mas não chegou à final e em 2017 veio a temporada da redenção, da persistência e acima de tudo pela superação, pois enfrentou duros golpes com o câncer de sua esposa e pela morte de seu amigo e chefe de equipe e num ano em que dominou os segmentos entendendo a nova regra que dinamizou as corridas com todos os méritos Martin Truex Jr é o novo campeão da NASCAR Monster Energy Cup. E não foi nada fácil pra ele, principalmente nas últimas voltas quando segurou o ímpeto de Kyle Busch que tinha o melhor carro, mas não teve potência pra tentar a ultrapassagem. Truex conquistou sua oitava vitória no ano, mas a marca de mais vitórias numa só temporada pertence à Jimmie Johnson que em 2007 venceu dez corridas na campanha do bicampeonato. A corrida em Homestead marcou as despedidas de Dale Earnhardt Jr que se aposenta assim como Matt Kenseth e Danica Patrick que deixa de correr em tempo integral. Os cinco primeiros em Homestead: Martin Truex Jr, Kyle Busch, Kyle Larson, Kevin Harvick e Chase Elliott.





E o fim de semana foi de campeões inéditos na categoria. Na sexta Christopher Bell se sagrou campeão na Camping World Truck Series, ontem William Byron levou o título da Xfinity, categoria de acesso e hoje Truex Jr conquista a categoria principal. E assim termina a temporada de 2017 da NASCAR, agora fico triste pela direção do canal Fox Sports 2 ter tomado decisões que revoltaram os fãs da categoria em detrimento dos mesmos por interesses comerciais, nada contra e em respeito aos jornalistas que eu admiro e respeito que trabalharam na cobertura. Eu espero que o canal reveja sua decisão de mostrar jogos do campeonato argentino justamente na hora dos playoffs não se repita em 2018, o que só faz aumentar a decadência do espaço automobilístico em TVs segmentadas, ainda mais que ano que vem não teremos brasileiros correndo na Fórmula 1 (não sei como a Globo vai se virar, prefiro aguardar). A temporada de 2018 começa em 18 de fevereiro com a tradicional Daytona 500.

Corinthians tem faixa carimbada e Atlético Goianiense é o primeiro time rebaixado

Com o Corinthians campeão as atenções na reta final do Brasileirão se dividem em quem vai pra Libertadores e a guerra contra o rebaixamento onde já caiu o primeiro time.

Gilvan de Souza (3)/Divulgação, Lucas Tavares/Ag. O Globo e Raphael Zarko/globoesporte.com











Jogadores do Flamengo comemoram o primeiro gol sobre o Corinthians Foto: Lucas Tavares / Agência O Globo



Sequência do golaço de Mancuello que abriu o placar: Flamengo carimba faixa do campeão em jogo tenso e marcado por discussão ríspida entre Vizeu e Rhodolfo dentro de campo

Já campeão o Corinthians relaxou e o Flamengo precisou jogar um tempo e vencer por 3 x 0 carimbando a faixa do campeão. O primeiro gol foi um golaço de Mancuello que foi escalado como titular, o segundo marcado por Diego de pênalti e o terceiro foi de Felipe Vizeu que foi protagonista de uma discussão com o zagueiro Rhodolfo que por muito pouco não se tornou agressão. Na disputa de um lance os dois companheiros discutiram feio e na comemoração do terceiro gol Vizeu fez um gesto obsceno pro colega e a turma do deixa disso teve de intervir, depois mais calmos fizeram as pazes. O Flamengo assumiu o sexto lugar tomando a posição do Botafogo que empatou com o São Paulo que por sua vez se livrou definitivamente do risco de queda, mas fica longe da Libertadores. Já o Timão não conseguiu vencer todos os adversários, fato que permanece somente com o Cruzeiro de 2013.

Raul Spinassé/A Tarde



Vitória empata em casa e pode terminar rodada dentro do Z4

O Vitória empatou com o Cruzeiro por 1 x 1 e perdeu grande chance de abrir folga na luta final contra o rebaixamento. Os baianos saíram na frente com David, mas no segundo tempo Alisson num lindo peixinho empatou o jogo e o Vitória pode terminar a rodada no Z4 caso a Ponte Preta vença o Fluminense amanhã e na próxima rodada os dois times fazem confronto direto decisivo.

Aldo Carneiro/PE Press



Sport derrota o Bahia e segue vivo na luta pra escapar do rebaixamento

O Sport quebrou um jejum de quatro meses sem vencer em casa e derrotou o Bahia por 1 x 0, gol marcado por Marquinhos. A vitória importante diminui para um ponto a desvantagem para o Vitória e dá esperança pra escapar do rebaixamento, já o Bahia perdeu a chance de encostar no bloco que briga por Libertadores.

Futura Press



Atlético Goianiense empata com Chapecoense e é o primeiro time rebaixado para a Série B de 2018

E o Brasileirão já tem o primeiro time rebaixado. O Atlético Goianiense empatou com a Chapecoense por 1 x 1 e não tem mais chances matemáticas de se salvar. A Chape saiu na frente com Túlio de Melo e no fim da partida Luiz Fernando empatou o jogo, mas não adiantou nada. O Dragão tem 34 pontos e é o primeiro rebaixado á Série B num ano em que nada deu certo: eliminado no campeonato goiano e no Brasileirão só ficou uma rodada fora do Z4, a maioria na lanterna e a Chape perde a chance de se aproximar da briga pela Libertadores.

Pedro Vale/Ag. Eleven, Fernando Dantas/Gazeta Press e Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

Thiago Heleno abriu o placar para o Atlético na Arena. | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo



Atlético-MG x Coritiba

Furacão e Galo vencem seus jogos e voltam a sonhar com Libertadores enquanto Santos vence os reservas do Grêmio

Nos jogos das 19 horas o Atlético Mineiro assim como fez o Flamengo precisou de um só tempo pra derrotar o Coritiba por 3 x 0. Destaque para o golaço de Otero do meio de campo num gol parecido com que Cazares fez na decisão da Copa do Brasil. O Atlético Paranaense venceu o Vasco por 3 x 1 e volta a entrar na briga por Libertadores e na Vila Belmiro o Santos derrotou o Grêmio cheio de reservas pensando na decisão da Libertadores com gol de Copete garantindo vaga na Libertadores. Nesta segunda dois jogos fecham a rodada: Fluminense x Ponte Preta no Maracanã e Avaí x Palmeiras na Ressacada e uma derrota rebaixa o time catarinense nessa rodada.

Daniel Serra e Thiago Camilo vão decidir Stock Car em Interlagos





A etapa de Goiânia colocou Daniel Serra e Thiago Camilo como postulantes à decidir o título de 2017. Numa prova cheia de disputas Serrinha sai com 19 pontos de vantagem sobre Camilo pois obteve uma vitória e um nono lugar. Na segunda corrida a vitória foi de Átila Abreu que mesmo assim não adiantou nada, está fora da briga. Os pódios ficaram assim: na primeira corrida Daniel Serra, Ricardo Zonta e o português Antônio Félix da Costa, na segunda corrida: Átila Abreu, Max Wilson e Cacá Bueno. A temporada da Stock Car será encerrada no dia 10 de dezembro em Interlagos e com pontuação dobrada.

Resultado Corrida 1*:
1. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) - 28 voltas
2. 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - a 1.021
3. 444 Felix da Costa (Hero Motorsport) - a 2.154
4. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) - a 2.638
5. 5 Denis Navarro (Cimed Racing Team) - a 5.484
6. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - a 5.955
7. 65 Max Wilson (RCM Motorsport) - a 6.897
8. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) - a 7.681
9. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - a 8.750
10. 51 Átila Abreu (Shell Racing) - a 9.256
11. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) - a 9.888
12. 28 Galid Osman (Ipiranga Racing) - a 10.712
13. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) - a 11.009
14. 70 Diego Nunes (Hero Motorsport) - a 11.048
15. 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - a 16.513
16. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) - a 19.125
17. 117 Guilherme Salas (Vogel Motorsport) - a 19.298
18. 3 Bia Figueiredo (Full Time Academy) - a 23.663
19. 8 Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports) - a 48.873
20. 555 Renato Braga (Mico's Racing) - a 1 volta
21. 40 Felipe Fraga (Cimed Racing Team) - a 2 voltas
NÃO COMPLETARAM (75% da distância de prova)
22. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) - a 8 voltas
23. 188 Beto Monteiro (Mico's Racing) - a 9 voltas
24. 12 Lucas Foresti (Full Time Academy) - a 10 voltas
25. 31 Marcio Campos (Blau Motorsport) - a 12 voltas
26. 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) - a 15 voltas
27. 73 Sergio Jimenez (Bardahl Hot Car) - a 15 voltas
28. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) - a 19 voltas
29. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) - a 20 voltas
30. 9 Guga Lima (Bardahl Hot Car) - a 21 voltas
31. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports) - a 27 voltas
32. 25 Tuka Rocha (RCM Motorsport) - a 28 voltas
MELHOR VOLTA: Daniel Serra, 1min25s242 
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas


Resultado Corrida 2*:
1. 51 Átila Abreu (Shell Racing) - 28 voltas em 52:03.000
2. 65 Max Wilson (Eurofarma-RCM) - a 0.677
3. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) - a 0.789
4. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) - a 7.506
5. 70 Diego Nunes (Hero Motorsport) - a 8.536
6. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) - a 9.645
7. 12 Lucas Foresti (Full Time Academy) - a 10.528
8. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - a 11.612
9. 29 Daniel Serra (Eurofarma-RC) - a 11.921
10. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports) - a 12.331
11. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) - a 15.157
12. 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - a 15.713
13. 30 César Ramos (Blau Motorsport) - a 20.775
14. 8 Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports) - a 21.820
15. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) - a 25.146
16. 3 Bia Figueiredo (Full Time Academy) - a 32.364
17. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - a 40.581
18. 555 Renato Braga (Mico's Racing) - a 54.907
19. 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - a 1 volta
20. 73 Sérgio Jimenez (Bardahl Hot Car) - a 1 volta
21. 188 Beto Monteiro (Mico's Racing) - a 1 volta
22. 117 Guilherme Salas (Vogel Motorsport) - a 2 voltas
NÃO COMPLETARAM (75% da distância de prova)
23. 90 Ricardo Maurício (Eurofarma-RC) - a 7 voltas
24. 28 Galid Osman (Ipiranga Racing) - a 7 voltas
25. 4 Júlio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) - a 12 voltas
26. 5 Denis Navarro (Cimed Racing) - a 16 voltas
27. 40 Felipe Fraga (Cimed Racing) - a 20 voltas
28. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) - a 21 voltas
29. 9 Guga Lima (Bardahl Hot Car) - a 25 voltas
30. 444 António Félix da Costa (Hero Motorsport) - a 29 voltas
31. 31 Márcio Campos (Blau Motorsport) - a 29 voltas
32. 25 Tuka Rocha (RCM) - não largou
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

A Bela do Domingo: Luiza Zanchetta

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Luiza Zanchetta.



A gaúcha Luiza Zanchetta começou carreira nos jornais de Porto Alegre. Em 2007 estreou na TV como moça do tempo na RBS de Porto Alegre onde ficou até 2011.











Em 2011 foi pra Record onde também ficou por quatro anos e ficou notabilizada ao aparecer em muitas entradas ao vivo no Cidade Alerta e recebeu do saudoso Marcelo Rezende o apelido de Prancheta,um trocadilho com seu sobrenome se tornando uma das favoritas do apresentador. Em 2015 se muda pra São Paulo onde trabalha no Brasil Urgente de José Luiz Datena sem antes uma rápida passagem pela Globo até voltar pra Band.

Semana que vem tem mais.

sábado, 18 de novembro de 2017

Rodada de definições na Série B com queda do Luverdense e acesso para Ceará e Paraná

A Série B de 2017 está definida tanto na parte de cima quanto na parte de baixo restando apenas quem ficará com o título. Na parte de baixo caiu o último que fará companhia a outros três e na parte de cima duas torcidas celebram a volta à elite.

Gabriel Ferrari/Divulgação



Torcida do Guarani provoca a Ponte após o jogo que o livrou da queda empurrando o Luverdense que é o último rebaixado

Começamos falando do último rebaixado do campeonato, o Luverdense que não conseguiu o resultado que precisava e com o 0 x 0 diante do Guarani acabou rebaixado depois de quatro anos. O Bugre escapou de forma dramática e garantiu não só sua permanência, mas a de outras cinco equipes, dentre elas a do Figueirense que empatou sem gols fora de casa com o Juventude.

Neste sábado mais oito jogos fecharam a penúltima rodada. O Boa Esporte já livre da degola venceu o Brasil de Pelotas por 2 x 1 e em mais um sábado de tristeza pro futebol pernambucano duas derrotas: o Náutico perdeu pro Vila Nova por 2 x 1, resultado que não adiantou nada pros goianos e o Paysandu venceu o Santa Cruz por 4 x 2.

Ceará e Paraná sobem e voltam a ser times de Série A

Caio Ricardi/Divulgação e Ailton Cruz (2)/Gazeta de Alagoas







Alemão comemora o gol que deu o acesso ao Paraná Clube que volta a disputar a primeira divisão depois de dez anos e Ceará festeja acesso antes mesmo de jogar contra o Criciúma

As torcidas de Ceará e Paraná estão em festa pois as duas equipes asseguraram seu retorno à elite do futebol brasileiro. O Ceará não jogava a Série A desde 2011 quando foi rebaixado e o Paraná jogou sua última Série A em 2007. As duas equipes carimbaram seus passaportes graças à combinações de resultados. O Oeste que ainda sonhava com o acesso perdeu pro ABC por 2 x 0 e o Londrina empatou com o América Mineiro por 0 x 0. O Vozão assegurou seu acesso antes mesmo de jogar contra o Criciúma (o jogo terminou empatado por 1 x 1)e o Paraná venceu o CRB por 1 x 0 fora de casa.

Título fica pra última rodada

Gustavo Oliveira e Ricardo Duarte/Divulgação





Vitória do Colorado leva decisão do título pra última rodada, mas Coelho tem vantagem no saldo de gols

Com o empate do Coelho o Internacional ainda se mantém vivo na briga pelo título ao vencer o Goiás por 2 x 0, dois gols de William Potker e diminuiu pra dois a diferença que o separa do América. No sábado que vem joga em casa contra o Guarani enquanto o Coelho recebe o CRB no Independência.

Faltando uma rodada pra encerrar o campeonato a situação é a seguinte:

- Já subiram: América Mineiro, Internacional, Ceará e Paraná. América e Inter disputam o título.

- Permanecem na Série B: Londrina, Oeste, Vila Nova, Juventude, Brasil de Pelotas, Paysandu, Criciúma, Boa Esporte, CRB, Figueirense, Goiás e Guarani

- Rebaixados: Luverdense, Santa Cruz, ABC e Náutico.

Top 5: A penúria carioca um ano depois

Um ano depois da prisão de Sérgio Cabral o Rio de Janeiro vive sua penúria com a crise administrativa. A prisão e a libertação de Jorge Picciani foi mais um capítulo na crise que assola os cariocas.



1 - Crise carioca: Durou apenas 24 horas a prisão de Jorge Picciani, presidente da Assembleia Legislativa do Rio. Ele havia sido preso na quinta via determinação da justiça, mas por decisão dos deputados estaduais da ALERJ Picciani e mais dois políticos tiveram suas prisões revogadas e foram soltos. Na cadeia Picciani conversou com Cabral e desabafou dizendo que o sistema é degradante.



2 - Condenado: Renan Calheiros foi condenado à perda do mandato de senador pela justiça do Distrito Federal por improbidade administrativa, enriquecimento ilícito e recebimento de vantagens referentes ao caso Mônica Veloso. Renan ainda responde a 17 inquéritos no STF.



3 - Morte em Portugal: A brasileira Ivanice Carvalho da Costa foi morta pela polícia portuguesa durante uma suposta perseguição policial em Lisboa. O seu carro foi confundido com outro com criminosos que assaltaram um caixa eletrônico. Os policiais que foram envolvidos no caso foram afastados das ruas e indiciados por homicídio negligente.



4 - Zimbábue: O exército do Zimbábue tomou o poder das mãos do ditador Robert Mugabe que por sua vez avisou que não irá renunciar ao mandato para legitimar o golpe militar. Mugabe está no poder desde 1980 e é um dos mais longevos governantes do mundo.



5 - Fifagate: Nessa semana o argentino Alejandro Buzarco resolveu abrir o bico. Ele disse em depoimento que várias empresas de mídia dentre elas a Rede Globo pagaram propina na compra dos direitos de transmissão e sobrou também para Messi. Buzarco afirmou que deu dinheiro para que Messi jogasse uma partida amistosa. A quantia oferecida à Messi foi de US$ 200 mil.

Imagem da semana

A situação ficou tensa por cenca de 1h. A todo momento, era possível ouvir barulhos de tiros, rojões e fogos. Um helicóptero da PM dava apoio à força de segurança Pablo Jacob / Agência O Globo

Durante a manifestação na sede da ALERJ policiais e manifestantes entraram em confronto e nessa foto o momento em que um dos agentes dispara balas de borracha contra os manifestantes. Esse é o estado de penúria que o povo carioca vive há mais de um ano.

O quadro retorna no próximo sábado.