Pesquisa

HORA DE DIZER ADEUS A 2019 E RENOVAR ESPERANÇAS EM 2020

Resultado de imagem para fogos de artificio"

E CHEGOU A HORA DE DIZER ADEUS A 2019 E DEIXAR PRA TRÁS O QUE FICOU DE RUIM E ESSE ANO A LISTA É PESADA: BRUMADINHO, GAROTOS DO NINHO, FEMINICÍDIOS, MASSACRE DE SUZANO, POLARIZAÇÃO POLÍTICA, GOLDEN SHOWER, DESEMPREGO, PARALISIA, UFA... CHEGA DE COISA RUIM, 2020 VEM AÍ E O QUE MAIS QUERO NESSE ANO QUE COMEÇA LOGO LOGO É TER UM EMPREGO E ME RECUPERAR  FINANCEIRAMENTE E BUSCAR MELHORAR COMO PESSOA, QUE EM 2020 OS BRASILEIROS POSSAM SORRIR MAIS E TER MUITAS MELHORIAS, QUE O MUNDO SEJA MAIS TOLERANTE COM AS DIFERENÇAS, QUE TENHAMOS MENOS DESGRAÇAS E MAIS HARMONIA, QUE NOSSOS ATLETAS TRAGAM MUITAS MEDALHAS EM TÓQUIO E QUE SEU TIME SEJA MELHOR. O BLOG DE KNUNES ESTARÁ JUNTO E TORCENDO PARA QUE BOAS NOTÍCIAS SEJAM  BENVINDAS AO LONGO DO ANO.

O BLOG DE KNUNES DESEJA A SEUS LEITORES E AMIGOS O DESEJO DE UM 
FELIZ 2020!

E AQUI TERMINAMOS NOSSOS TRABALHOS EM 2019 AGRADECENDO A TODOS NESSE ANO DIFÍCIL E AGORA FAREMOS UMA PEQUENA PAUSA, ENTRO EM RECESSO VOLTANDO NA SEGUNDA QUINZENA DE JANEIRO, PROVAVELMENTE DEPOIS DO DIA 20. 

O Mês em Resumo: 9 mortos em Paraisópolis, Trump sofre impeachment, Brasil tem novo campeão no surfe e cai o Cruzeiro no Brasileirão

O quadro O Mês em Resumo traz os principais acontecimentos que marcaram o mês de dezembro.

Resultado de imagem para 9 pessoas mortas em um baile funk na comunidade de Paraisópolis


No dia 1º de dezembro uma ação desastrada da PM deixou 9 pessoas mortas e pisoteadas em um baile funk na comunidade de Paraisópolis em São Paulo. 12 pessoas ficaram feridas.

Resultado de imagem para atentado à bomba na sede do grupo Porta dos Fundos

Um atentado à bomba na sede do grupo Porta dos Fundos na noite do dia 24 demonstra o grau de intolerância que o país atingiu. O grupo lança no dia 3 um especial de Natal onde satiriza Cristo gay, o que gera revolta dos criminosos.


A ativista sueca Greta Thunberg é chamada de pirralha pelo presidente Jair Bolsonaro ao mesmo tempo que é escolhida a Pessoa do Ano pela revista Time. 

Resultado de imagem para presidente Donald Trump sofre impeachment da Câmara dos Deputados

Nos Estados Unidos o presidente Donald Trump sofre impeachment da Câmara dos Deputados. Ele é acusado de abuso de poder e obstrução do Congresso. Ele será julgado pelo Senado e pode ser absolvido por que a maioria é do partido Republicano.


Na Inglaterra o Partido Conservador vence as eleições antecipadas com maioria absoluta e permite ao primeiro ministro Boris Johnson concluir o processo do Brexit que tem data certa pra acontecer, dia 31 de janeiro do próximo ano.

O terror não deu trégua e no dia 29 um atentado em Mogadíscio na Somália mata 79 pessoas e fere 149.


Resultado de imagem para Stock Car coroa Daniel Serra tricampeão consecutivo

No automobilismo nacional saem os campeões da temporada. Na Copa Truck o pernambucano Beto Monteiro é o campeão da categoria chegando em segundo lugar em Interlagos. Também em Interlagos a Stock Car coroa Daniel Serra tricampeão consecutivo.

Resultado de imagem para A Rússia é proibida pela Agência Mundial Antidoping de participar de eventos esportivos por quatro anos

A Rússia é proibida pela Agência Mundial Antidoping de participar de eventos esportivos por quatro anos, incluindo os próximos Jogos Olímpicos em Tóquio e a Copa do Mundo do Catar. O país pode recorrer da decisão.

Queniana Brigid Kosgei vence São Silvestre — Foto: Marcos Ribolli/GloboEsporte.com

Quênia domina pódio na 95ª Corrida de São Silvestre, com ultrapassagem espetacular no masculino

A São Silvestre definitivamente vira território queniano. Mais uma vez o país africano domina as provas masculina e feminina. No feminino a atual recordista da maratona Brigid Kosgei domina a prova do início ao fim e vence de forma tranquila, já no masculino o atleta de Uganda Jacob Kiplimo estava pertinho de cruzar a linha de chegada quando num sprint espetacular o queniano Kibwott Kandie o superou e de quebra bateu a marca que pertencia à Paul Tergat desde 1995. Kandie fez a prova em 42 min 59s. Os brasileiros mais bem colocados terminaram a prova em 11º lugar.

Resultado de imagem para mundial de clubes no catar 2019


No Mundial de Clubes no Catar o Flamengo acaba ficando pelo caminho. Na reedição da final de 1981 diante do Liverpool o rubro negro joga de igual pra igual até a prorrogação e aí prevaleceu a categoria dos ingleses que finalmente conquistam o título mundial. O herói da conquista foi o brasileiro Roberto Firmino, autor do gol do título dos Reds. A derrota mesmo com valentia não arranha a imagem do Flamengo que coroa um ano mágico e o torcedor rubro negro fica orgulhoso de seu time.

Resultado de imagem para O Cruzeiro é rebaixado no Brasileirão pela primeira vez em sua história

O Cruzeiro é rebaixado no Brasileirão pela primeira vez em sua história. A Raposa perde o último jogo para o Palmeiras e a torcida revoltada não deixa o jogo terminar. 




O Brasil tem mais um campeão no surfe. Ítalo Ferreira se torna campeão mundial da modalidade ao vencer a etapa de Pipeline derrotando na final o bicampeão Gabriel Medina. Além do título Ítalo e Medina representarão o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio

Resultado de imagem para Marie Fredriksson

A cantora Marie Fredrikson morre no dia 9 de dezembro depois de lutar contra um câncer diagnosticado há 17 anos. Marie formou com Per Gessle o duo Roxette que emplacou vários hits nos anos 80 e 90. 

Zilda Cardoso — Foto: Acervo TV Globo

A atriz e humorista Zilda Cardoso morre no dia 20 aos 83 anos. Zilda ficou bastante conhecida pelo papel de Catifunda e foi encontrada morta pela polícia paulista.

Resultado de imagem para Hilda Rebello

O coração de Hilda Rebello não resistiu à tanta saudade e no dia 29 ela morre dois meses depois do filho Jorge Fernando aos 95 anos. Teve uma carreira tardia de atriz e atuou em várias novelas, dentre elas Que Rei Sou Eu?, Vamp e Haja Coração, seu último trabalho. 

Danny Aiello em cena de Hudson Hawk, o Falcão Está à Solta (1991) - Divulgação

Resultado de imagem para Alba Zaluar

Resultado de imagem para Bira

Resultado de imagem para Sue Lyon

Resultado de imagem para Antonio Guerreiro

Outras mortes do mês: Paul Volcker (8 de dezembro), economista americano, Danny Aiello (12 de dezembro), ator de vários filmes como destaque Faça a Coisa Certa e O Poderoso Chefão, Nélson Hoineff (15 de dezembro), jornalista e criador do Documento Especial, programa jornalístico que foi exibido por Manchete, SBT e Band, Alba Zaluar (19 de dezembro), antropóloga especializada em estudar a violência urbana, Bira (22 de dezembro), músico que fazia parte do Sexteto dos programas de entrevistas de Jô Soares no SBT e Globo e dono de uma risada cativante, Sue Lyon (26 de dezembro), atriz que estrelou o filme Lolita dirigido por Stanley Kubric em 1962, Antonio Guerreiro (28 de dezembro), fotógrafo famoso por fotografar celebridades e foi casado cinco vezes, Nilcéa Freire (28 de dezembro), ex- Secretária Especial de políticas para as mulheres no Governo Lula e Juliano Cezar (30 de dezembro), cantor sertanejo que sofreu um infarto fulminante enquanto fazia um show no Paraná.

O quadro volta em janeiro de 2020.

Calendário de eventos 2020

E chegamos ao dia 31 de dezembro, o último dia do ano e aqui vamos trazer o calendário de eventos para 2020, um ano que terá como grandes atrações as eleições no Brasil e nos EUA e mais uma edição de Jogos Olímpicos em Tóquio no Japão.

- 20 de janeiro: Aberto da Austrália, primeiro torneio do Grand Slam
- 22 de janeiro: Começo da temporada oficial de futebol com os campeonatos estaduais e 16 datas previstas. O jogo da supercopa do Brasil entre Flamengo x Athlético Paranaense estaria inicialmente marcado pro dia 19 de janeiro abrindo oficialmente a temporada, mas devido à participação do clube carioca no Mundial de Clubes será realizado no dia 16 de fevereiro em Brasília.
- 2 de fevereiro - Final do Super Bowl em Miami
- 5 de fevereiro - Começo da Copa do Brasil, da Copa Sul Americana e da segunda fase da Taça Libertadores com as presenças de Corinthians e Internacional
- 9 de fevereiro - Cerimônia de entrega do Oscar
- 16 de fevereiro: Início da temporada de velocidade com a NASCAR Cup Series e as 500 milhas de Daytona
- 22 a 25 de fevereiro - Carnaval por todo o país
- 3 de março - Início da fase de grupos da Libertadores
- 12 de março - Acendimento da tocha olímpica em Olímpia com chegada prevista ao Japão no dia 26 de março
- 15 de março - Início da temporada 2020 de Fórmula 1, uma temporada que promete ser histórica pois a categoria completa 70 anos e Lewis Hamilton pode igualar a marca de Michael Schumacher e pode ser o maior vencedor da história. No mesmo dia começa a temporada de Fórmula Indy sem transmissão em televisão aberta depois de 35 anos para o Brasil.
- 26 de março - Início das eliminatórias sul americanas para a Copa do Mundo de 2022 com Brasil x Bolívia em local a definir. Teremos jogos em setembro, outubro e novembro sempre no esquema de rodada dupla
- 29 de março - Começo da temporada da Stock Car com a Corrida de duplas
- 21 de abril - Aniversário de 60 anos de Brasília
- 26 de abril - Finais dos estaduais
- 2 de maio - Início do campeonato brasileiro da Série B
- 3 de maio - Início do campeonato brasileiro da Série A
- 24 de maio - Início do torneio de Roland Garros e edição 104 da Indy 500
- 30 de maio - Final da Champions League em Istambul na Turquia
- 12 de junho - Início da Copa América em dois países: Argentina e Colômbia e Início da Euro 2020 e encerramento em 12 de julho. O Brasileirão não vai parar durante a disputa. 
- 29 de junho - Início do torneio de Wimbledon
- 24 de julho - Início dos Jogos Olímpicos de Tóquio com a cerimônia de abertura, dois dias antes tem futebol, primeiro o feminino e depois o masculino. A partir do dia 25 de julho começa a disputa por medalhas até o dia 9 de agosto. Serão 39 modalidades em disputa e teremos as estreias do caratê, surfe, do skate, da escalada e do basquete 3 x 3.
- 26 de agosto - Início dos Jogos Paralímpicos em Tóquio até 6 de setembro
- 31 de agosto - Início do US Open, último torneio do Grand Slam
- 16 de setembro - Final da Copa do Brasil
- 4 de outubro - Primeiro turno das eleições municipais
- 25 de outubro - Segundo turno das eleições municipais
- 3 de novembro - Eleições presidenciais americanas
- 7 de novembro - Final da Copa Sul Americana em Córdoba na Argentina
- 15 de novembro - Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 em Interlagos
- 21 de novembro - Final da Libertadores no Maracanã
- 28 de novembro - Última rodada da Série B
- 6 de dezembro - Última rodada da Série A
- 9 a 19 de dezembro - Mundial de Clubes da FIFA, o último nesse formato. A partir de 2021 um novo formato para o torneio.
- 31 de dezembro - Corrida de São Silvestre e à meia noite vira a folhinha para celebrar um feliz 2021.

Prestação de contas 2019

O ano de 2019 está chegando ao fim e é hora de prestar contas. 

O Blog de knunes chega ao 13º ano de existência com mais de 1 milhão de acessos desde 2011 quando transferimos pro Blogger. Neste ano os comentários diminuíram até porque o Marcos Benaia parou de comentar sobre a Flávia Alvarenga. Só o Fábio TV segue comentando por aqui, eu estou sempre nos blogs dos amigos comentando, bora reaparecer por aqui pessoal.

O post mais acessado neste ano até aqui foi o do quadro A Bela do Domingo com a jornalista Beatriz Pataro publicado em 23 de junho que teve até aqui mais de 3 mil acessos. 

Lancei em março o blog sobre a história da TV Brasília, a emissora pioneira da capital federal com histórias e grades antigas de programação. Como fontes de pesquisa minha memória afetiva de telespectador e o acervo o jornal Correio Braziliense da Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional onde coletei mais de 2 mil anúncios da emissora nas décadas de 70, 80 e parte dos 90, isso porque pararam com a digitalização, mas em janeiro de 2020 tomara Deus que o acervo restante seja disponibilizado. Falando em acervo digital este ano eles lançaram o acervo da Revista Manchete completo, o que fez com que eu me desfizesse das edições do ano de 1984, não por necessidade, mas porque posso vê - las a qualquer hora e por isso não ter mais necessidade de ter o acervo físico. 

Particularmente 2019 não vai deixar saudades. Foi um ano muito difícil pra mim, fiquei sem emprego depois que o meu estágio acabou e pra piorar tive de trancar a faculdade faltando duas matérias pra acabar. A falta de emprego foi o que me atrapalhou no ano, parado só na frente do PC onde tentei mandar currículos, mas nada de aparecer oportunidades. Foi também um ano em que a paralisia me afetou, paralisia das coisas e de tudo e em outubro veio uma grande tristeza com a morte do meu cão Fred que viveu por 11 anos, praticamente o período de existência do blog contando UOL e Blogger. Ele já estava velhinho e teve uma anemia. Agora restou apenas um cachorro pra cuidar. 

Pra 2020 quero duas coisas: melhorar e muito como pessoa, retornando a Igreja para buscar mais Deus sempre com humildade e pintar um bom emprego para que eu conclua a faculdade além de muito dinheiro no bolso.

Nesta terça encerro os trabalhos do ano com o calendário de eventos, a retrospectiva dos fatos de dezembro e a mensagem de fim de ano e de despedida de 2019.

Retrospectiva 2019: O ano mágico do Flamengo, o novo patamar do futebol feminino, os ajustes na seleção e a queda cabulosa do Cruzeiro

Para fechar a Retrospectiva 2019 vamos trazer o ano do futebol. 

Os campeões estaduais da temporada













Os campeonatos estaduais abriram a temporada. Disputados entre janeiro e abril os torneios tiveram os seguintes campeões:
  • Distrito Federal: O Gama conquistou seu 12º estadual e de forma invicta derrotando o Brasiliense;
  • Goiás: Deu Atlético Goianiense que chegou ao 14º título estadual
  • Pernambuco: O Sport conquistou seu 42º título estadual vencendo nos pênaltis o Náutico
  • Ceará: O Fortaleza venceu o Ceará e chegou ao 42º título estadual
  • Bahia: O tricolor de aço venceu pela 48ª vez e a conuista foi em cima do Bahia de Feira de Santana
  • Paraná: O Athlético Paranaense foi bicampeão seguido e na decisão por pênaltis derrotou o Toledo
  • Santa Catarina: O Avaí foi campeão em jogo único ganhando nos pênaltis a Chapecoense
  • Minas Gerais: O Cruzeiro chegou ao 40º título estadual da história vencendo o rival Atlético Mineiro
  • Rio Grande do Sul: O Grêmio chegou ao 38º título estadual de sua história vencendo o Internacional nos pênaltis
  • São Paulo: O Corinthians amplia sua hegemonia no estado chegando ao tricampeonato seguido vencendo na decisão o São Paulo
  • Rio de Janeiro: O campeão foi o Flamengo que venceu o Vasco duas vezes na decisão.
Outros campeões estaduais do ano: Atlético Acreano (Acre), CSA (Alagoas), Manaus (Amazonas), Santos (Amapá), Vitória (Espírito Santo), Imperatriz (Maranhão), Cuiabá (Mato Grosso), Águia Negra (Mato Grosso do Sul), Remo (Pará), Botafogo (Paraíba), River (Piauí), América (Rio Grande do Norte), Vilhenense (Rondônia), São Raimundo (Roraima), Freipaulistano (Sergipe) e Palmas (Tocantins).

O futebol no velho continente

Na Europa estes foram os campeões da temporada:
  • Espanha: O campeão mais uma vez foi o Barcelona
  • França: Mais uma conquista do Paris Saint Germain
  • Itália: A Juventus de Cristiano Ronaldo mais uma vez superior na velha bota e CR7 em sua primeira temporada embolsa mais um título.
  • Alemanha: O Bayern de Munique chegou ao hepta seguido, mas com dificuldades
  • Portugal: O campeão foi o Benfica
  • Inglaterra: O Manchester City faturou não só a Premier League como levou a Supercopa, a Copa da Liga e a Copa da Inglaterra.
O dono do mundo




Na principal competição do continente, a Champions o Liverpool se sagrou campeão numa final inglesa derrotando o Tottenham na final em Madri. Um ano depois de perder o título os Reds deram a volta por cima e venceram a decisão com gols de Salah e Origi. Ainda tivemos outra festa 100% inglesa na UEFA Europa League com a conquista do Chelsea na final goleando o Arsenal por 4 x 1. E no Mundial de Clubes no Catar deu Liverpool. Os Reds depois de três vices enfim foi campeão. O Flamengo jogou de igual pra igual e teve as melhores chances e o jogo só foi decidido na prorrogação e o herói da conquista foi o brasileiro Roberto Firmino que decidiu o título.

As experiências tumultuadas de Tite na seleção




Seleção tem um ano irregular mesmo tendo conquistado a Copa América e Tite tem agora as Eliminatórias pela frente 

2019 foi ano de novas experiências na seleção. O time de Tite tenta recuperar o futebol que o levou antecipadamente á Rússia mas esbarra em amistosos ruins. No começo do ano empate com o Panamá e vitória de virada sobre a República Tcheca. Antes da Copa América vitórias contra Catar e Honduras, mas depois da Copa América o time sofre uma série negativa de cinco jogos sem vencer com derrotas para o Peru e pra Argentina e empates com Colômbia, Senegal e Nigéria. Somente no último amistoso veio a vitória diante da Coreia do Sul por 3 x 0.

Conquista sem brilho em casa








Seleção vence Copa América em casa e Cebolinha foi fundamental na conquista sendo o artilheiro do torneio

Veio então a Copa América. A seleção estreou com uma vitória pouco convincente contra a Bolívia no Morumbi. Jogando de branco a seleção apresentou um futebol opaco, mas venceu os bolivianos e começava a brilhar a estrela de Everton Cebolinha que fechou a vitória de 3 x 0. No segundo jogo empate com a Venezuela em jogo onde o VAR anulou três gols da seleção. Na última rodada veio uma goleada em cima da seleção do Peru com Firmino marcando dois, Everton, Daniel Alves e Casemiro. Nas quartas de final o adversário foi o Paraguai e como em 2011 e 2015 o jogo foi pros pênaltis, desta vez o Brasil levou a melhor com Alisson defendendo uma cobrança e o time avançou pra semifinal contra a Argentina no Mineirão. E Gabriel Jesus voltou a fazer gols depois de passar em branco na Copa do Mundo. Foi dele o gol que abriu o caminho da vitória com Firmino decidindo. Na decisão o Brasil voltou a enfrentar o Peru que surpreendeu eliminando a seleção do Uruguai nas quartas e o Chile nas semifinais. O Maracanã ficou lotado pra grande final da Copa América e o Brasil foi pra cima e terminou a primeira etapa na frente com os gols de Everton Cebolinha e Gabriel Jesus com Guerrero descontando. No segundo tempo o Brasil ficou com um a menos com a expulsão de Gabriel Jesus, mas chegou à vitória no fim com gol de pênalti convertido por Richarlison. Primeiro título de Tite dirigindo a seleção e a escrita foi mantida: quando sediou a competição jamais o Brasil perdeu um jogo sequer de Copa América. Daniel Alves ergueu a taça e a festa contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro que fez questão de participar da comemoração. Para o ano de 2020 Tite terá dois desafios: uma outra Copa América e as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 no Catar que já começam em março contra a Bolívia.





Ricardo Teixeira e José Maria Marin, ex- presidentes da CBF que foram banidos e para sempre de qualquer atividade relativa ao futebol

Enquanto a seleção passava por perrengues dois ex- presidentes da CBF foram banidos para sempre de qualquer atividade futebolística: José Maria Marin, preso nos Estados Unidos e Ricardo Teixeira, ex- presidente da entidade. Ambos acusados de corrupção acabaram banidos pela FIFA.



Nas categorias de base a grande alegria veio com a seleção sub 17. O Brasil não iria disputar o mundial por ter sido desclassificado do sul americano, mas com a desistência do Peru virou sede do mundial e ganhou pela quarta vez o torneio. A campanha começou com goleada sobre o Canadá e vitórias sobre Angola e Nova Zelândia avançando em primeiro. Nas oitavas vence de virada o Chile, passa pela Itália nas quartas e na semifinal contra a França busca forças pra reagir quando perdia por 2 x 0 e virar no fim com o gol marcado por Lázaro. Na final contra o México a história se repetiu com o México saindo na frente, mas no fim o Brasil empatou com Kaio Jorge e a virada veio nos pés do predestinado Lázaro. Gabriel Verón foi escolhido o melhor jogador do campeonato. Já no sub 20 o Brasil não se classificou de novo no Sul Americano e ficou de fora pela terceira vez nos últimos quatro mundiais. A campeã foi a Ucrânia. 

Neymar: problemas fora e dentro de campo


Neymar foi acusado por Nájila Trindade de estupro, mas nada foi provado e ele foi inocentado

Em 2019 Neymar foi notícia mais fora que dentro de campo. O jogador sofreu nova lesão e ficou alguns meses fora dos gramados, ameaçou sair do PSG e tentar voltar pro Barcelona, mas acabou ficando à contragosto no clube francês. Fora de campo ele foi notícia nas páginas policiais ao ser acusado de estupro. O caso ocorreu em maio e a modelo Nájila Trindade apareceu na imprensa para acusar o craque por assédio e estupro. Durante semanas os dois protagonizaram um caso judicial e o inquérito concluído em julho inocentou o jogador por falta de provas. Em outra polêmica, só que dentro de campo agrediu um torcedor após a derrota para o Rennes na final da Copa da França em abril.

O novo patamar do futebol feminino







Conquista americana liderada por Rapinoe e Marta sendo a maior artilheira marcaram a Copa do Mundo que entra pra história do futebol feminino

No ano de 2019 o futebol feminino chegou a um novo patamar pois a Copa do Mundo disputada na França elevou a popularidade mundial da modalidade e vários órgãos da imprensa cobriram o evento. No Brasil a Rede Globo obteve a maior audiência da história das transmissões de futebol feminino no jogo entre Brasil e França no dia 23 de junho. A seleção brasileira começou sua campanha vencendo a Jamaica na estreia por 3 x 0, na segunda partida sofreu a virada da Austrália depois de estar vencendo por 2 x 0 e na última partida da primeira fase venceu a Itália por 1 x 0 com Marta chegando aos 17 gols superando o alemão Klose sendo a maior artilheira em mundiais somando masculino e feminino. Mas o sonho do título inédito parou nas donas da casa nas oitavas. O Brasil fez jogo duro contra as francesas, mas caíram na prorrogação com o gol de Henry e voltaram pra casa. As francesas acabariam caindo depois nas quartas quando perderam pra seleção dos Estados Unidos. E foram as americanas as grandes campeãs do mundial ao derrotarem na final a seleção da Holanda por 2 x 0. Foi o quarto título da história da seleção americana e a atacante Megan Rapinoe foi eleita a melhor jogadora do torneio além de ser uma das artilheiras com 6 gols marcados.

Festa equatoriana na Sul Americana



Um time do Equador se sagrou o campeão da Copa Sul Americana de 2019. O Independiente del Valle se sagrou campeão no primeiro ano em que o torneio adotou a final em jogo único que foi disputada em Assunção no Paraguai. O time venceu o Colón debaixo de chuva por 3 x 1 e se sagrou campeão e ao mesmo tempo assegurou lugar na próxima Libertadores. Os times brasileiros chegaram até as semifinais. Bahia, Chapecoense e Santos ficaram na fase inicial, o Botafogo caiu nas oitavas em duelo doméstico com o Atlético Mineiro, o Fluminense caiu nas quartas e na semifinal Corinthians e Galo caíram. O Galo perdeu nos pênaltis e o Corinthians caiu diante do Independiente e surgiram piadas em relação ao nome Del Valle que é marca de suco. Ano que vem a competição repete o formato e a final será na Argentina.

A América volta a ser rubro negra



Uma Libertadores construída com sangue e suor. Depois de 38 anos de espera o torcedor do Flamengo soltou o grito de campeão preso e voltou a comemorar a conquista da América. Oito equipes brasileiras disputaram o torneio. Nas duas primeiras fases jogariam São Paulo e Atlético Mineiro, mas o tricolor paulista parou no primeiro corte ao ser eliminado pelo Talleres da Argentina, o Galo passou pelos uruguaios do Danúbio e do Defensor entrando na fase de grupos, mas acabou ficando pelo caminho ao ser eliminado pelo Cerro Porteño. O Internacional avançou junto do River Plate no Grupo 1, o Cruzeiro no Grupo 2, o Flamengo no Grupo 4, o Palmeiras no Grupo 6, o Furacão no Grupo 7 e o Grêmio no Grupo 8. O sorteio colocou quatro equipes brasileiras num lado da chave e as outras duas na outra junto dos argentinos. Nas oitavas caíram o Athlético Paranaense e o Cruzeiro, ambos eliminados pelos argentinos Boca Juniors e River Plate, na outra chave os brasileiros avançaram: O Grêmio despachou o Libertad e o Palmeiras eliminou o Godoy Cruz, o Internacional passou pelo Nacional do Uruguai e o Flamengo superou nos pênaltis o Emelec do Equador. Nas quartas de final dois duelos brasileiros e havia a possibilidade de um Gre nal, mas isso não aconteceu, pois o Flamengo iniciava a arrancada ao título eliminando o Internacional com vitória no jogo de ida no Maracanã com dois gols de Bruno Henrique e na volta o empate com gol do Gabigol, já o Grêmio despachou o Palmeiras com o critério do gol qualificado vencendo por 2 x 1 depois de perder por 1 x 0 na ida. Na outra chave Boca e River despacharam a LDU e o Cerro Porteño. As semifinais reuniram dois times argentinos e dois times brasileiros. River e Boca reviviam a final do ano passado e na outra semifinal Flamengo e Grêmio se enfrentavam. Nos jogos de ida o River Plate venceu no monumental de Nuñez e houve empate entre Flamengo e Grêmio. Na volta o River perde pro Boca por 1 x 0 e o Flamengo goleou o Grêmio de forma impiedosa por 5 x 0. Assim foram definidos os finalistas que jogariam a final em Santiago, mas os protestos no Chile obrigam a Conmebol a transferir a sede pra Lima no Peru.









Gabigol precisou de três minutos pra reescrever a história e levar o Flamengo à conquista da América de novo

23 de novembro de 2019. Exatos 38 anos depois da primeira conquista da libertadores o Flamengo voltava a uma final continental. O jogo começa e o River toma a iniciativa. Aos 15 chega ao gol. Numa falha defensiva a bola sobrou para o colombiano Borré que livre de marcação chutou para abrir o placar. O Flamengo acuado sentiu o golpe e criou tentativas que esbarraram na marcação adversária. Veio então o segundo tempo e o time cresce no jogo criando as melhores chances, já o River recua e Gallardo mexe na equipe para garantir o resultado. Tudo caminhava para o título argentino até os 43 do segundo tempo quando um erro de Lucas Pratto foi a senha para o começo da virada. Ele perde a bola pra Diego que serve a Arrascaeta que passa pra Bruno Henrique que se livra de quatro marcadores tocando pra Arrascaeta que vê Gabigol que até então estava sumido do jogo entrar livre e ali foi só empurrar a bola pra rede empatando o jogo. Três minutos depois veio a virada monumental. A bola cruzada do campo defensivo encontra a área adversária e numa pixotada do zagueiro Gabigol fuzila a rede de Armani e decreta a virada rubro negra numa explosão de alegria por todo o país. Depois foi só esperar o apito final pra festejar. O Flamengo é de novo o dono da América. Gabigol foi artilheiro com 9 gols e Bruno Henrique o melhor jogador do torneio. Jorge Jesus foi o segundo europeu a conquistar a Libertadores. A geração de Zico ficava pra trás definitivamente.

Furacão vence a Copa do Brasil 





Athlético Paranaense conquista a Copa do Brasil em seu segundo título de expressão nacional

A Copa do Brasil foi pro Paraná. O Athlético Paranaense conquistou seu segundo título nacional de expressão e garantiu sua vaga na Taça Libertadores. O torneio teve 87 times. Depois de três fases onde sobraram 10 equipes cinco confrontos aconteceram e definiram as equipes que seguiram junto das outras 11 que entrariam a partir das oitavas. Nas oitavas avançaram Flamengo, Internacional, Athlético Paranaense, Atlético Mineiro, Grêmio, Cruzeiro, Palmeiras e Bahia. Veio as quartas de final e avançaram à semifinal o Grêmio que despachou o Bahia, o Furacão que calou o Maracanã vencendo o Flamengo nos pênaltis, o Internacional e o Cruzeiro. Nas semifinais o Furacão venceu o Grêmio nos pênaltis enquanto o Inter atropelou o Cruzeiro aprofundando a crise no time mineiro. A decisão foi em duas partidas. Na primeira na Arena da Baixada o Furacão ganhou com gol de Bruno Guimarães, na decisão no Beira Rio o Furacão saiu na frente com Léo Cittadini, o Inter empatou com Nico López, mas o Athlético conquistou o título com uma jogada mágica de Marcelo Cirino que  num drible desconcertante deixou dois marcadores na saudade servindo Rony que chutou forte fazendo explodir de alegria a torcida do Furacão. Três jogadores dividiram a artilharia com cinco gols cada: Guerrero (Inter), Luciano (Fluminense) e Pipico (Santa Cruz).

Os campeões das séries inferiores

Na Série D o time do Brusque conquistou o inédito título da competição ao bater o Manaus nos pênaltis em plena Arena da Amazônia lotada e deu a única grande alegria pro futebol de Santa Catarina que teve um ano pra esquecer com três rebaixamentos e nenhum representante na Série A depois de 18 anos. Brusque, Manaus, Jacuipense e Ituano subiram pra Série C. Os times de Brasília mais uma vez ficaram pelo caminho. O Sobradinho não marcou um único ponto sequer e o Brasiliense foi eliminado na segunda fase ao perder para o Vitória em casa. Na terceirona quem fez a festa foi o Náutico que conquistou seu primeiro título nacional derrotando na final o Sampaio Correa. Os dois times mais o Juventude e o Confiança subiram ano que vem pra Série B.

Bragantino leva a Série B que terá eternos frequentadores da elite de volta



Bragantino dominou a Série B e volta a fazer parte da elite onde não participava desde 1998

A Série B este ano foi do Bragantino. Com uma boa estrutura e a parceria com a Red Bull o time de Bragança Paulista se tornou campeão depois de 30 anos e volta a disputar a Série A depois de 21 anos. O Massa Bruta assumiu a liderança na 7ª rodada de onde não saiu mais e assegurou seu acesso na 33ª rodada quando venceu o Guarani. Na equipe dirigida por Antonio Carlos Zago destaque para  o atacante Claudinho. O Sport ficou com o vice campeonato e um ano depois de ser rebaixado volta à elite impulsionado pela força de sua torcida e fez o artilheiro do campeonato, Guilherme com 17 gols. Completam a lista dos premiados pelo acesso o Coritiba e o Atlético Goianiense que voltam depois de dois anos de ausência. O Coxa começou o torneio com Umberto Louzer, mas ele foi demitido ao perder pro CRB e Jorginho asssumiu o comando nos 15 jogos finais onde só perdeu um e conseguiu o acesso na última rodada quando venceu o Vitória. O Dragão chegou a perigar ficar de fora, mas na última rodada conseguiu o acesso ao empatar com o Sport e contar com a derrota do América Mineiro. O Coelho chegou a estar 7 rodadas na lanterna, reagiu e chegou à última rodada com chances de acesso, mas perdeu em casa pro rebaixado São Bento e acabou morrendo na praia. O Figueirense foi o grande exemplo de superação no campeonato. A equipe era dirigida pela empresa Elephant, mas as coisas pioraram a partir de agosto. No dia 20 a equipe não entrou em campo devido aos salários atrasados e perdeu por WO pro Cuiabá e a situação parecia calamitosa. A Elephant saiu depois de ameaças de abandono do clube, o time reagiu impulsionado pela torcida e conseguiu a salvação na penúltima rodada ao empatar com o CRB. Esse empate determinou o rebaixamento de Criciúma, São Bento, Vila Nova e Londrina que chegou a estar no G4 no começo dando pinta de que iria brigar pelo acesso, mas acabou é caindo pra Série C. O Tubarão pela incompetência quis entrar no STJD para permanecer e acabou mesmo é indo pra C.

Um Brasileirão pro Flamengo jamais esquecer com quebra de recordes 


Flamengo de 2019 fez história com recorde atrás de recorde e uma equipe que deu show de bola

O Brasileirão de 2019 entrou pra história com um time que quebrou recordes e que encantou o país e também assistiu à queda de um gigante das Gerais. Quando o campeonato começou o Palmeiras dava a impressão de que manteria a hegemonia no torneio, mas então veio a pausa pra Copa América e então tudo mudou.









Gabigol e Bruno Henrique formaram uma dupla mortal no ataque rubro negro e Gabigol se torna artilheiro pelo segundo ano seguido sem contar com Arrascaeta, líder em assistências e o trabalho brilhante do Mister Jorge Jesus que transformou e acertou o time

O Flamengo começou o campeonato com Abel Braga no comando, mas sem empolgar estava entre os primeiros. Aí ele entrou em atrito com a diretoria e pediu o boné. Era a senha para a chegada de um português que chegou para revolucionar o clube e porque não o futebol brasileiro. Eis que o Mister Jorge Jesus chegou e o Flamengo se transformou num time onde o foco total e a intensidade ofensiva viraram marcas. Vieram as vitórias e o time deslanchou. Arrascaeta que chegou no começo do ano como a contratação mais cara enfim começou a jogar muita bola e acabou terminando na liderança em assistências, na frente a dupla de ataque se revelou mortal com Bruno Henrique decisivo e Gabigol fazendo seus gols e virando moda com o penteado, a comemoração e com os cartazes dizendo Hoje tem gol do Gabigol.

A liderança veio a partir da 16ª rodada no jogo contra o Ceará onde Arrascaeta marcou de bicicleta e dali não saiu mais. A conquista veio sem ter entrado em campo graças à derrota do Palmeiras pro Grêmio na 34ª rodada. A torcida foi o grande fator da conquista. com uma média de 55 mil pessoas por jogo o clube teve 9 dos 10 maiores públicos do campeonato. O Flamengo quebrou recordes numa campanha quase perfeita: somou 90 pontos, um recorde desde que o campeonato passou a ser disputado por 20 clubes em 2006, maior distância pro segundo colocado com 16 pontos de distância, melhor ataque, maior sequência de invencibilidade, melhor saldo de gols e maior artilheiro de uma edição por pontos corridos com 20 times. Gabigol fez 25 gols no campeonato sendo artilheiro pelo segundo ano seguido, pois ano passado jogando pelo Santos fez 18 gols. O vice Bruno Henrique fez 21. O único recorde que não foi batido foi o de ter menos derrotas porque o Peixe não permitiu e goleou por 4 x 0 na última rodada. Falando em Santos a equipe comandada pelo argentino Jorge Sampaoli atingiu a maior pontuação de um vice campeão na era dos pontos corridos somando 74 pontos. O Palmeiras, mesmo com investimentos naufragou. Felipão e Mano Menezes foram demitidos depois de derrotas pro Flamengo e apenas Dudu brilhou na temporada terminando o campeonato em terceiro. O Grêmio de Renato Gaúcho se garantiu na Liberta mais uma vez ficando à frente do Furacão. O São Paulo conquistou a vaga na fase de grupos, mas o futebol inconstante deixou a desejar e nem mesmo com as chegadas de Daniel Alves e Juanfran empolgou sua exigente torcida. Corinthians e Internacional ficaram com as vagas da Pré Libertadores. O Timão com Fábio Carille chegou a sonhar com o título, mas depois de 8 jogos sem vencer mandou Carille embora, já o Inter mandou embora Odair Hellmann e trouxe Zé Ricardo, mas para 2020 deverá ter no comando o argentino Eduardo Coudet que deixou o Racing. Fortaleza e Goiás que no começo do campeonato eram apontados como candidatos ao rebaixamento fizeram boas campanhas e ficaram com as vagas na Sul Americana. O Fortaleza conduzido por Rogério Ceni vai disputar sua primeira competição internacional e o Goiás fez um belíssimo segundo turno tendo como destaque o atacante Michael, uma das revelações do campeonato. Os outros times cariocas passaram por apuros, mas no fim se salvaram. O Vasco saiu do buraco com Vanderlei Luxemburgo e no fim do ano abocanhou centenas de sócios passando o rival Flamengo e o Fluminense chegou a ficar perto da queda. Começou com Fernando Diniz, passou por Oswaldo de Oliveira que saiu depois de discutir com Ganso e terminou com Marcão e ambos foram pra Sul Americana, já o Botafogo sem dinheiro escapou da degola e chegou a fazer boa campanha, mas a sucessão de maus resultados levou a demissão de Barroca e no fim o clube se salvou. O VAR fez sua estreia no torneio cheio de polêmicas e houve ao todo 24 trocas de técnico. Somente três times mantiveram seus técnicos do início ao fim: Roger Machado (Bahia), Jorge Sampaoli (Santos) e Renato Gaúcho (Grêmio). Rogério Ceni começou e terminou no Fortaleza, mas foi pro Cruzeiro durante o campeonato.

Cruzeiro é rebaixado pela primeira vez







Cruzeiro paga pela incompetência dos dirigentes e com um time medíocre é rebaixado pela primeira vez

Todo clube gigante já teve o dissabor de ser rebaixado e se reerguer, mas em 2019 o Cruzeiro cumpriu à risca o manual para ser rebaixado e escreveu a página mais triste de sua história gloriosa. Uma sucessão de desmandos e erros levou a Raposa ao inferno da Série B. O ano começou promissor com o título estadual e a boa campanha na Libertadores, mas quando começou o Brasileiro o time desandou. E então veio a bomba: denúncias de irregularidades praticadas pela diretoria deram início à derrocada cruzeirense. No brasileiro os maus resultados somados a salários atrasados começaram a fazer efeito. Em agosto Mano Menezes pediu o boné depois da derrota pro Internacional, assumia Rogério Ceni que deixava temporariamente o Fortaleza, mas ele não deu liga pois foi atrapalhado por uma panelinha que revelou ser nociva e ele deixou o clube. Abel Braga então assumiu mas sucumbiu a má fase. A derrota para o CSA no Mineirão foi a gota d´água e pra piorar Thiago Neves resolve expor a situação divulgando áudios, depois é flagrado em uma festa quando deveria estar com o grupo e acabou sendo afastado pelo diretor Zezé Perrella. No dia 8 de dezembro a pá de cal do rebaixamento veio com derrota pro Palmeiras que gerou revolta da torcida que depredou o Mineirão. Os diretores liderados por Itair Machado saíram, mas deixaram um rastro de destruição. Na campanha tétrica apenas 7 vitórias em 38 rodadas e 36 pontos somados, receita de um rebaixamento com sucesso. Em 2020 o Cruzeiro terá de ser mais que gigante pra voltar com dignidade em 2021.

Além do Cruzeiro foram rebaixados o CSA que depois de três acessos seguidos volta pra Série B e os dois catarinenses Chapecoense e Avaí. A Chape repetiu os erros do ano passado e nem mesmo a força da torcida que lotava a Arena Condá foi capaz de manter o time na elite e o Avaí fez a terceira pior campanha dos pontos corridos com 20 clubes somando apenas 20 pontos e três vitórias apenas. Desde 2001 que o estado de Santa Catarina tinha no mínimo um representante, chegou a ter 4, mas agora não terá nenhum time na elite.

A Retrospectiva termina aqui, mas o ano do blog não. Neta segunda tem a prestação de contas do ano e na terça tem o calendário de eventos, a retrospectiva dos fatos de dezembro e a mensagem de final de ano encerrando os trabalhos.

HORA DE DIZER ADEUS A 2019 E RENOVAR ESPERANÇAS EM 2020

E CHEGOU A HORA DE DIZER ADEUS A 2019 E DEIXAR PRA TRÁS O QUE FICOU DE RUIM E ESSE ANO A LISTA É PESADA: BRUMADINHO, GAROTOS DO NINHO, FE...