quarta-feira, 31 de maio de 2017

O Mês em Resumo: Brasil volta a mergulhar na crise política e o terror volta a atacar na Inglaterra

O quadro O Mês em Resumo traz os principais fatos que marcaram o mês de maio.











O governo Michel Temer completou um ano e começavam a sair as reformas que o país espera além da economia dar os primeiros sinais de recuperação lenta, mas veio então uma bomba de fortíssimo impacto que devastou de vez a credibilidade do governo. Na noite do dia 17 de maio o jornalista Lauro Jardim do jornal O Globo divulga o conteúdo explosivo da delação de Joesley Batista, dono do grupo frigorífico JBS e a gravação revela uma bomba: o presidente Michel Temer ao afirmar que tinha de manter isso dava o aval para comprar o silêncio de Eduardo Cunha que está preso na Lava Jato. E na mesma gravação o senador Aécio Neves pedia R$ 2 milhões em propinas para pagamento de despesas em sua defesa. A partir daí não houve mais sossego para o governo e a política. O presidente diz em pronunciamento que não renuncia, ao mesmo tempo é indiciado em três crimes: corrupção passiva, obstrução da Justiça e organização criminosa, Aécio é afastado do Senado por determinação do Supremo e sua irmã Andréa é presa, Joesley foge para os Estados Unidos. Novas conversas são divulgadas e surgem novas revelações dos donos da JBS que envolvem outros políticos. Nesse período Temer perde dois assessores: Tadeu Fillipelli e Sandro Mabel. No dia 24 Brasília ferve com violentos protestos que causaram danos enormes em minstérios e que deixaram duas pessoas feridas. Temer chegou a autorizar o uso das Forças Armadas, por sete dias, mas revogou o ato. A OAB entrega protocolo do pedido de impeachment e Maria Silvia Bastos pede demissão do BNDES. E numa tentativa de salvar o governo troca seu ministro da Justiça assumindo Torquato Jardim na vaga de Osmar Serraglio. O mês que começa bem termina mal para Temer e o seu governo caminha para o fim.



Dois ex- governadores do DF foram presos na Operação Panatenaico que apurou um esquema de propina na construção do estádio Mané Garrincha. José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz além do ex- vice governador Tadeu Fillipelli foram presos preventivamente, mas todos obtiveram habeas corpus e foram soltos. O esquema deviou R$ 900 milhões das obras do estádio que foi o mais caro da Copa do Mundo de 2014.



Na Lava Jato novos depoimentos agitam a investigação. No dia 5 Renato Duque, ex- diretor de serviços da Petrobras disse que o ex- presidente Lula era o chefe dos desvios na empresa e que tinha pleno conhecimento de tudo que acontecia. No dia 10 Lula esteve frente à frente com o juiz Sérgio Moro e negou as acusações atribuindo todas as negociações do tripléx à Marisa Letícia, morta em fevereiro. Lula voltou a afirmar que sofre um verdadeiro massacre por parte da imprensa e depois do depoimento atacou o governo. E a jornalista Cláudia Cruz, mulher de Eduardo Cunha é absolvida por Moro no processo que a acusava de lavagem de dinheiro por falta de provas.



Uma ação policial na Cracolândia no centro de São Paulo prendeu vários usuários, mas eles voltaram a se espalhar.

As chuvas castigam no Nordeste. Em Alagoas quatro pessoas morrem devido às fortes chuvas e em Pernambuco também 4 pessoas morreram e mais de 55 mil ficam desabrigadas.



Um conflito entre fazendeiros e a PM termina com dez mortes na maior chacina desde o massacre de Eldorado dos Carajás em 1996. A chacina ocorre na Fazenda Santa Lúcia. No Maranhão um outro massacre, desta vez contra índios da tribo Gamela deixa dezenas de feridos.



Crise também no governo de Donald Trump. James Comey é demitido do posto de diretor do FBI. Comey conduzia a investigação sobre a interferência russa na última eleição presidencial americana.



Emmanuel Macron é eleito presidente da França. Ele venceu de forma folgada e assumiu o poder com o desafio de obter maioria no Parlamento.





O terror volta a assombrar a Inglaterra. Na noite do dia 22 em Manchester Salman Abedi, um radical islâmico explode uma bomba e mata 22 pessoas após o show da cantora americana Ariana Grande. O atentado abala a campanha e deixa a primeira ministra Thereza May em xeque.

Um ciberataque cibernético contamina computadores de 126 países. O ataque causado pelo vírus Wanna Cry paralisa os computadores de várias empresas.



O Real Madrid compra por 45 milhões de euros o passe do jogador Vinícius Júnior do Flamengo. O jogador só poderá jogar na Europa quando completar 18 anos. A venda é a segunda maior entre jogadores brasileiros perdendo apenas para Neymar.











O mês é marcado pelos campeões estaduais pelo país. Em Brasília deu Brasiliense, o Vitória foi campeão baiano, no Paraná deu Coritiba, em Santa catarina a Chapecoense soltou o grito depois da tragédia, em Minas deu Galo, no Rio Grande do Sul o Novo Hamburgo faz história com seu primeiro título estadual, em São Paulo o campeão foi o Corinthians e no Rio deu Flamengo.



Mistério: Reportagem do jornal Extra revela que os restos mortais de Mané Garrincha desapareceram de seu túmulo onde está enterrado. Garrincha, morto em 1983 está ou estava enterrado no cemitério de Magé, na Baixada Fluminense e o sumiço dos restos mortais rende enorme repercussão.



Ator de destaque tanto no teatro como no cimena e na TV, Nelson Xavier ficou eternizado com suas atuações de destaque como o cangaceiro Lampião e do médium Chico Xavier. Venceu o Urso de Prata do Festival de Berlim e sue último trabalho foi o filme Comeback. O ator morre no dia 10 aos 75 anos vitimado por uma infecção pulmonar.



O crítico e sociólogo Antônio Cândido era considerado o mais importante intelectual do país e foi fundamental na compreensão literária do Brasil. Antônio Cândido morre no dia 12 aos 98 anos.



Antonio Carlos Senefonte era o nome de batismo, mas o público o conhecia pelo nome artístico Kid Vinil. Cantor, produtor musical, jornalista e radialista ele era o mais estudioso e profundo conhecedor do rock. Na década de 80 à frente do grupo Magazine emplaca hits de sucesso como Eu Sou Boy e Tic Tic Nervoso. O cantor morre no dia 19 depois que teve complicações após passar mal em um show no mês de abril em Minas Gerais. No velório do cantor uma cena comoveu a todos. O cachorro do cantor esteve o tempo todo ao lado do caixão num gesto de despedida.



O ator inglês Roger Moore sucedeu Sean Connery no papel do espião mais famoso do cinema, 007. Com um estilo charmoso e elegante fez sete filmes da franquia de James Bond, depois se tornou Sir Roger Moore. O ator sucumbiu a um câncer e morre no dia 23 aos 89 anos.







Outros mortos do mês: Eduardo Portella (2 de maio), ex- ministro da Educação no governo de João Figueiredo e autor da frase Não sou ministro, estou ministro. Almir Guineto (5 de maio), sambista, cantor e compositor. Foi fundador do Fundo de Quintal ao lado de Jorge Aragão e teve como seus maiores sucessos Caxambu, Lama nas Ruas e Coisinha do Pai, gravada por Beth Carvalho e usada pela NASA durante uma missão feita por um robô em Marte, Nicky Hayden (22 de maio), motociclista americano e campeão na Moto GP em 2006. Hayden foi atropelado quando estava andando de bicicleta na Itália morrendo cinco dias depois e Manuel Noriega (30 de maio), ditador do Panamá e que foi derrubado do poder pelos Estados Unidos em 1989 depois condenado por lavagem de dinheiro e narcotráfico.

O quadro volta em junho.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Chapecoense bate o Avaí e lidera pela primeira vez na Série A

Ag. Estado



Seis meses depois da tragédia a Chapecoense prova seu poder de recuperação e pela primeira vez é líder na Série A. Com gols marcados por Wellington Paulista e Reinaldo no primeiro tempo a Chape venceu o clássico com o Avaí e deixou o rival no Z4. A Chape tem os mesmos 7 pontos de Corinthians e Cruzeiro, mas com melhor saldo de gols.

Situação depois de três rodadas disputadas

- Libertadores: Chapecoense, Corinthians, Cruzeiro, Grêmio, Coritiba e São Paulo;
- Série B: Vitória, Avaí, Atlético Paranaense e Atlético Goianiense.

Austin Dillon vence pela primeira vez graças ao sopro de combustível





Na prova mais longa do calendário da NASCAR quem poupou combustível se deu bem e quando parecia que Jimmie Johnson venceria uma pane seca tirou a vitória do 48 e aí apareceu Austin Dillon que soube poupar equipamento e venceu contando com o sopro de combustível. Foi a primeira vitória de Dillon na divisão principal da categoria. A corrida chegou a ser paralisada por uma hora por causa da chuva. Os cinco primeiros em Charlotte: Austin Dillon, Kyle Busch, Martin Truex Jr, Matt Kenseth e Denny Hamlin. No próximo fim de semana a temporada prossegue com a etapa de Dover na Milha Monstro.

domingo, 28 de maio de 2017

Corinthians é o novo líder do Brasileirão

O Brasileirão tem novo líder. É o Corinthians que venceu mais uma fora de casa e lidera o campeonato junto do Cruzeiro, mas com vantagem devido ao número de cartões amarelos.

Futura Press e Bruno Cantini/Divulgação





Galo saiu na frente, mas a Ponte chegou a virar e no fim cedeu o empate

No jogo das 11 da manhã Atlético Mineiro e Ponte Preta fizeram um jogo movimentado. O Galo saiu na frente com o gol de Robinho, mas a Macaca virou o jogo no segundo tempo com dois gols de Lucca, mas Rafael Moura, o He -Man empatou o jogo e o Galo segue sem vencer no campeonato, já a Ponte leva um ponto pra Campinas.

Fotos de Jonathan Campos /Gazeta do Povo 



Jogadores comemoram com  o técnico Eduardo Baptista o empate com o Flamengo. | Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Flamengo sai na frente, mas Furacão busca empate e resultado é ruim para os cariocas 

Na Arena da Baixada Eduardo Baptista fez sua estreia no comando do Furacão diante do Flamengo que saiu na frente com o gol de Mancuello que furou a rede. O Furacão empatou com o zagueiro Thiago Heleno que livre de marcação cabeceou de cima para baixo, Muralha espalmou sem força e a bola entrou. O Furacão soma seu primeiro ponto e o Flamengo caiu pra nona posição.

Célio Messias e Djalma Vassão/Gazeta Press





Corinthians vence o Dragão e lidera seguido pelo Cruzeiro que venceu o Santos também fora de casa

O Corinthians por sua vez voltou a vencer fora de casa e com sobras. O Atlético Goianiense não foi páreo para o Timão que venceu o jogo com gol de Rodriguinho e assumiu a liderança isolada, pelo menos até o jogo de amanhã. Na Vila Belmiro o Cruzeiro conseguiu uma grande vitória sobre o Santos com o gol de Thiago Neves e divide a liderança com o Timão, mas perde nos cartões.

Aldo Carneiro/PE Press e Antonio Scorza/Ag. O Globo



Bruno Silva, abraçado por Lindoso e Pimpão, comemora o gol na vitória do Botafogo sobre o Bahia Foto: Antonio Scorza / Agência O Globo

André marca três em vitória do Sport sobre o Grêmio com reservas e Botafogo bate o Bahia

Na Ilha do Retiro o Sport venceu pela primeira vez no torneio diante dos reservas do Grêmio e André marcando três vezes na vitória de 4 x 3 e no Nilton Santos o Botafogo contou com o paredão Gatito Fernandez inspirado pra vencer o Bahia com gol do volante Bruno Silva. Nesta segunda o clássico catarinense entre Chapecoense e Avaí fecha a rodada.

Takuma Sato vence Indy 500 e Alonso brilha na estreia















Não poderia ser diferente. Foi uma 500 milhas como há muito não se via. Muita disputa até o fim e um inspirado Fernando Alonso mostranto talento em sua estreia, mas no fim a festa foi japonesa. Pela primeira vez um piloto japonês fez história ao vencer a prova. Takuma Sato com o carro da Andretti conseguiu vencer pela primeira vez a prova na mesma pista onde obteve seu melhor resultado quando correu na Fórmula 1, um terceiro lugar. O Samurai Voador impediu aquela que seria a quarta vitória do brasileiro Hélio Castroneves. Helinho teve a asa traseira direita se soltando e numa estratégia de corrida quase perfeita se manteve vivo na briga e vinha com a vitória nas mãos até seis voltas pro fim, mas foi ultrapassado por Sato e terminou em segundo. Tony Kanaan também esteve boa parte da prova entre os líderes e terminou em quinto. Todas as atenções estavam voltadas pra Fernando Alonso. O espanhol liderou boa parte da prova, mas o motor Honda que tanto o atormenta na Fórmula 1 também o atormentou e faltando 21 voltas pro fim deixou Alonso na mão. Assim que deixou o carro foi bastante aplaudido pelo público presente às arquibancadas do Indianápolis Motor Speedway. A prova teve vários acidentes, o mais espetacular com o pole Scott Dixon que não conseguiu desviar do carro de Jay Howard, voou de forma assustadora, bateu no muro e por muita sorte saiu ileso. No campeonato Hélio Castroneves assume a liderança ultrapassando Simon Pagenaud. No próximo fim de semana tem a rodada dupla nas ruas de Detroit.

Roberval Andrade e Beto Monteiro vencem primeira prova da Copa Truck





Neste domingo começou a Copa Truck, a nova categoria de caminhões e na primeira etapa em Goiânia dois campeões da Fórmula Truck venceram as duas baterias da primeira corrida da história. Na primeira a vitória foi de Roberval Andrade que teve uma folga sobre Danilo Dirani que foi segundo com Débora Rodrigues em terceiro. Na segunda bateria a vitória foi de Beto Monteiro com Régis Boéssio em segundo e David Muffato em terceiro. Roberval lidera a Copa Centro Oeste com 41 pontos e no dia 11 de junho tem a segunda rodada dupla em Campo Grande.

Os resultados em Goiânia;
Corrida 1
1 – Roberval Andrade (Iveco), 13 voltas em 25min09s670
2 – Danilo Dirani (Iveco), a 3s416
3 – Débora Rodrigues (Volkswagen), a 8s152
4 – Régis Boessio (Volvo), a 29s842
5 – Renato Martins (Volkswagen), a 30s218
6 – Luiz Lopes (Iveco), a 35s217
7 – Fábio Fogaça (Ford), a 1min04s643
8 – Beto Monteiro (Iveco), a 1min22s871
9 – José Maria Reis (Scania), a 1min32s028
10 – Rodrigo Belinati (Man), a 2min05s548
11 – Duda Bana (Scania), a uma volta
12 – Djalma Fogaça (Ford), a três voltas
Não classificaram
Adalberto Jardim (Volkswagen), a seis voltas
David Muffato (Volkswagen), a seis voltas
Leandro Totti (Volvo), a sete voltas
Joel Mendes Jr. (Scania), a 10 voltas
Vinicius Palma (Volkswagen), a 13 voltas
Melhor volta: Adalberto Jardim, em 1min50s661 (124,759 km/h)
Corrida 2
1 – Beto Monteiro, 13 voltas em 25min15s445
2 – Regis Boessio, a 12s739
3 – David Muffato, a 12s852
4 – Débora Rodrigues, a 13s244
5 – Roberval Andrade, a 14s799
6 – Fábio Fogaça, a 34s756
7 – Luiz Lopes, a 51s251
8 – José Maria Reis, a 1min19s606
9 – Renato Martins, a uma volta
10 – Joel Mendes Jr., a uma volta
11 – Rodrigo Belinati, a duas voltas
Não classificou
Djalma Fogaça, a 10 voltas
Volta mais rápida: Beto Monteiro, em 1min54s757 (120,306 km/h)

Vettel vence na estratégia e dispara na liderança do campeonato





AP

Na base da estratégia o alemão Sebastian Vettel deu uma de Schumacher e venceu o Grande Prêmio de Mônaco ampliando sua vantagem na liderança do campeonato. Vettel largou em segundo, esperou Kimi Raikkonen fazer sua parada nos boxes, acelerar e fazer voltas voadoras, as flying laps e acelerar pra fazer seu pit e voltar na ponta. Para o homem de gelo um segundo lugar com gosto amargo e para a Ferrari uma vitória depois de 16 anos nas ruas do principado. O australiano Daniel Ricciardo completou o pódio em terceiro. Lewis Hamilton, apagado conseguiu chegar em sétimo e Felipe Massa voltou a pontuar ficando na nona posição. A corrida teve um susto para Pascal Werhleim da Sauber que foi tocado por Jenson Button antes do túnel e seu carro virou num ângulo de 90º, felizmente sem sustos. A próxima corrida da temporada será no dia 11 de junho com o Grande Prêmio do Canadá no circuito Gilles Villeneuve em Montreal.