Pular para o conteúdo principal

Retrospectiva 2016: Ano do futebol com tragédia da Chapecoense, reestruturação da seleção, título inédito pra Portugal e Palmeiras campeão

A Retrospectiva 2016 fala neste domingo de futebol, geralmente esse assunto é destaque no último domingo do ano, mas como domingo que vem, dia 25 é Natal o futebol é lembrado hoje, 18 de dezembro. O ano que termina e teve grandes alegrias terminou da forma mais triste: um acidente trágico dizimou um time que vinha numa curva ascendente no cenário nacional e que agora terá de buscar forças para se reerguer.

SURGE A PRIMEIRA LIGA, UMA NOVA TENTATIVA DE MODERNIZAR O CALENDÁRIO



Fluminense foi o primeiro campeão da Primeira Liga, um novo torneio no já complicado e bagunçado calendário da CBF

No começo do ano um novo campeonato começou. A Primeira Liga contou com 12 clubes dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O torneio não foi reconhecido pela CBF. Participaram da primeira edição Atlético Mineiro, América Mineiro, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Coritiba, Atlético Paranaense, Criciúma, Figueirense, Avaí, Grêmio e Internacional. A decisão foi entre Fluminense e Atlético Paranaense em jogo único em Juiz de Fora e o tricolor carioca se sagrou campeão com o gol do título marcado por Marcos Júnior. A segunda edição está marcada pra começar em 25 de janeiro e terá a presença de 16 clubes.

Os principais campeonatos estaduais disputados entre janeiro e maio tiveram os seguintes campeões:

- Brasília: O campeão foi o Luziânia que venceu o Ceilândia e conquistou seu segundo título em três anos;
- Bahia: O campeão foi o Vitória que na final venceu o Bahia;
- Ceará: O campeão foi o Fortaleza que venceu seu segundo título consecutivo.
- Pernambuco: O título foi do Santa Cruz que havia vencido a Copa do Nordeste
- Goiás: O campeão foi o Goiás
- Minas Gerais: O campeão foi o América Mineiro que venceu na decisão o Atlético Mineiro
- Paraná: O campeão foi o Atlético Paranaense que venceu o Coritiba
- Rio de Janeiro: O Vasco foi campeão invicto derrotando o Botafogo na decisão
- Rio Grande do Sul: O Internacional levou o hexa estadual ao vencer o Juventude na decisão
- São Paulo: O Santos venceu seu bicampeonato ao vencer o surpreendente Audax dirigido por Fernando Diniz e que revelou jogadores como Luiz Paulo e Tchê Tchê que seria campeão brasileiro com o Palmeiras.
- Santa Catarina: A campeã foi a Chapecoense.

WENDELL LIRA, DA GLÓRIA AO OSTRASCISMO



Wendell Lira ganhou o Puskas, mas desiludido com o futebol virou jogador de games

Um golaço de bicicleta quando jogava no modesto Goianésia em março do ano passado rendeu à Wendell Lira o Prêmio Puskas de gol mais lindo do ano de 2015. Naquele 11 de janeiro de 2016 ele emocionou o país na festa da Bola de Ouro da FIFA. só que o futebol que lhe deu a glória foi ingrato com ele. Wendell foi jogar no Vila Nova, mas se desiludiu, jogou pouco e decidiu encerrar a carreira aos 27 anos e virar jogador de videogame profissional. 

ZEBRA INGLESA É A GRANDE SENSAÇÃO DO ANO

Jogadores do Leicester comemoram (AP Photo/Rui Vieira)

Leicester surpreendeu a todo mundo e venceu o milionário campeonato inglês

A maior zebra do ano no futebol internacional veio da Inglaterra. O modesto Leicester surpreendeu o mundo e se tornou campeão da milionária Premier League. O time dirigido pelo italiano Cláudio Ranieri e comandado em campo pelo artilheiro Jamie Vardy desbancou a concorrência e levou o troféu, mas pelo jeito foi apenas um sonho de verão pois na atual temporada o time está na 14ª colocação, só que na Champions League o time fez uma brilhante campanha na fase de grupos e já está nas oitavas de final.

Outros campeões na Europa:
- Bayern de Munique campeão na Bundesliga
- Barcelona campeão na La Liga espanhola
- Paris Saint Germain campeão na Ligué 1 francesa
- Juventus campeã na Serie A TIM italiana



Na Champions League o Real Madrid conquistou seu 11º troféu na competição em jogo sofrido e tenso contra o Atlético de Madrid. O jogo terminou 1 x 1 nos 90 minutos, empatou nos 30 do tempo extra e na decisão por pênaltis Juanfran perdeu sua cobrança e Cristiano Ronaldo decidiu o jogo e o título para os merengues.

CINCO VEZES O MELHOR CLUBE DO MUNDO



Cristiano Ronaldo marca três gols e decide mais uma vez para o Real

E pra fechar o ano com tudo CR7 levou o Real ao quinto título do Mundial de Clubes se tornando o maior campeão da história. A FIFA tentou inovar com o árbitro eletrônico, mas a inovação rendeu polêmicas nas semifinais, primeiro com um pênalti inexistente no jogo entre Kashima e Nacional e no jogo entre Real Madrid e América do México as câmeras detectaram um impedimento inexistente de CR7. A final entre o Real e o surpreendente Kashima que tirou o sonho do Nacional foi empolgante e sufocante pro time espanhol que chegou a estar perdendo de 2 x 1, mas CR7 decidiu e fez três gols que deram o título aos merengues.

UM TÍTULO INÉDITO, ORA POIS: PORTUGAL VENCE A EURO



Cristiano Ronaldo ergue a taça da Euro no Stade de France: título inédito para o portuga

A Europa fala português. Pela primeira vez na história Portugal conquistou um título inédito vencendo a Eurocopa diante da seleção da França. O título português teve Cristiano Ronaldo pouco decisivo. Na final contra a França CR7 ficou pouco tempo em campo e teve de sair machucado. Coube ao reserva Éder decidir a situação e com um belo chute de fora da área definiu o jogo para os portugueses calando o Stade de France lotado. Com o título Portugal vai estar na Copa das Confederações do próximo ano na Rússia junto da Alemanha, Chile, Nova Zelândia, México, Austrália, o campeão africano que será definido no começo do próximo ano e a Rússia, país sede.



Chile vence a Copa América impondo aos argentinos prolongamento de um longo jejum de títulos

Nos lados sul americanos o Chile foi o campeão da Copa América Centenário dos Estados Unidos. O time chileno venceu a Argentina nos pênaltis. Para o time argentino o jejum se arrasta há 23 anos sem ganhar um troféu importante. Lionel Messi chegou a se aposentar da seleção argentina, mas desistiu quando foi convocado por Edgardo Bauza.

OS BONS E MAUS MOMENTOS DE NEYMAR



Neymar encarou a justiça, mas foi absolvido de fraudar o Fisco espanhol 

Neymar teve um 2016 cheio de emoções dentro e fora dos gramados. Em campo participou da conquista do título espanhol pelo Barcelona, foi campeão olímpico e ajudou a seleção a ficar mais perto da Copa, por outro lado enfrentou um adversário bem mais complicado que um zagueiro adversário, o Fisco espanhol. Neymar foi acusado de fraude fiscal, mas felizmente escapou ileso depois da justiça solicitar pedido de prisão. Em ambos os processos acabou absolvido e a multa recaiu sobre o Barcelona.

DA ÁGUA PRO VINHO: TITE FAZ MÁGICA E DEVOLVE ORGULHO À SELEÇÃO





Dunga e seu futebl fraco deram lugar ao estilo Tite, um estilo vencedor que resgatou o orgulho na seleção

A seleção brasileira passou por uma transformação em 2016. Trocou a incerteza pela evolução, trocou um fraco futebol por um jogo coletivo mais eficiente. A saída de Dunga e a chegada de Tite transformou a seleção que termina o ano de novo em alta, líder e próxima de classificação para a Copa de 2018.



Philippe Coutinho, Neymar e Gabriel Jesus comemoram um dos gols no baile sobre a Argentina de Messi no Mineirão

Só que o começo do ano não foi nada legal com dois empates contra Paraguai e Uruguai que deixaram o time na sexta posição nas eliminatórias e naquele momento fora da Copa. Depois veio a Copa América Centenário onde caiu mesmo em um grupo considerado fácil com Equador, Haiti e Peru. O empate na estreia com o Equador dava mostras de que a caminhada não seria fácil ainda mais depois que o juiz não viu um frango do goleiro Alison que as câmeras de TV flagraram a bola havia entrado, nem mesmo a goleada de 7 x 1 sobre o Haiti animou as coisas e veio então o jogo contra o Peru e a eliminação com um gol irregular de Ruidíaz com a mão. A arbitragem demorou oito minutos para confirmar o gol. A derrota foi fatal para a queda de Dunga e sem perder tempo a CBF convidou Tite para assumir a seleção. E a mudança foi rápida e fulminante. O time embalou e venceu seis jogos seguidos nas Eliminatórias: 3 x 0 no Equador na altitude de Quito e estreia brilhante de Gabriel Jesus, 2 x 1 sobre a Colômbia, 5 x 0 sobre a Bolívia, 2 x 0 contra a Venezuela, um passeio em cima da Argentina no Mineirão, palco do 7 x 1 e a seleção termina o ano vencendo o Peru por 2 x 0 e passados dois terços das Eliminatórias o Brasil saltou da sexta posição pra liderança e com um pé na Rússia podendo garantir no começo de 2017 seu lugar na Copa.

NACIONAL VENCE A LIBERTADORES



Nacional da Colômbia leva Libertadores que ano que vem terá mudanças no seu formato de disputa

O Atlético Nacional foi o grande vencedor da Libertadores de 2016. A equipe colombiana arrancou para o título na reta final com vitórias sobre o São Paulo na semifinal e na final contra o Independiente del Valle o título veio com uma vitória de 1 x 0. O Brasil teve cinco equipes na competição. O Palmeiras ficou na fase de grupos, o Corinthians foi eliminado em casa pelo Nacional do Uruguai depois de empate de 2 x 2, o Atlético Mineiro ficou pelo caminho ao perder para o São Paulo no duelo dos sobreviventes brasileiros. O Tricolor do Morumbi começou passando pelo César Vallejo do Peru, passou por um sufoco na fase de grupos e só parou na semifinal quando perdeu em casa pro Atlético Nacional e com o empate fora caiu, apesar disto fez o artilheiro do campeonato, o argentino Calleri com 9 gols.

Para 2017 a competição terá novidades: a disputa terá 44 equipes sendo que 16 terá de passar por dois mata matas para entrar na fase de grupos e a duração vai de fevereiro até novembro. Os times do México se retiraram para voltar em 2018.

GRÊMIO CONQUISTA SUA QUINTA COPA DO BRASIL



Grêmio vnece a Copa do Brasil pela quinta vez e ratifica condição de líder do ranking da CBF

Time copeiro e de tradição em torneios mata mata o Grêmio voltou a festejar um título nacional importante ao vencer pela quinta vez a Copa do Brasil vencendo a decisão contra o Atlético Mineiro. O Grêmio entrou na competição nas oitavas e eliminou o Atlético Paranaense, nas quartas despachou o Palmeiras, na semifinal eliminou o Cruzeiro e na decisão venceu o Galo no primeiro jogo no Mineirão por 3 x 1 e poderia perder por um gol no jogo da volta, mas o empate por 1 x 1 foi suficiente pra conquista do título. Para 2017 a competição sofrerá importantes mudanças com as duas fases iniciais em jogo único e os times que disputarão a próxima Libertadores entrando na quinta fase.

OS NOVOS EMERGENTES DO FUTEBOL



Na Série D o campeão da temporada foi o Volta Redonda. O time da cidade do aço fez uma campanha irrepreensível e na final aplicou uma sonora goleada sobre o CSA de Alagoas por 4 x 0. Além do Voltaço e do CSA subiram pra Série C o Moto Club do Maranhão e o São Bento de Sorocaba. O Ceilândia chegou até as oitavas quando perdeu nos pênaltis para o Fluminense de Feira de Santana e o Luziânia não passou da primeira fase.



Na Série C o Boa Esporte foi o campeão da competição. Os mineiros que haviam sido rebaixados ano passado voltam para a Série B conquistaram o título com vitórias jogando como mandante. O Guarani de Campinas ficou com o vice campeonato voltando a jogar a Série B depois de quatro anos. Subiram ainda o ABC de Natal e o Juventude que calou a torcida do Fortaleza que mais uma vez vê o acesso escorrer pelas mãos ao ser eliminado nas quartas de final.



Torcida da Portuguesa amarga mais um rebaixamento nos últimos anos, agora pra Série D

A Portuguesa que viveu dias gloriosos no passado sofreu mais um duro golpe ao ser rebaixada para a Série D do próximo ano com uma campanha horrorosa com apenas quatro vitórias e 18 pontos somados. Pra piorar o estádio do Canindé foi colocado à venda, mas não houve comprador. Também caíram pra Série D o Guaratinguetá, o América de Natal e o River do Piauí.

VASCO SOBE SEM FESTA E DRAGÃO É CAMPEÃO NA SÉRIE B



Vasco teve um primeiro turno arrasador, mas caiu de produção e só garantiu o acesso no último jogo

Um primeiro turno arrasador, um segundo turno horroroso, assim foi a trajetória do Vasco na Série B de 2016. O que parecia ser um acesso tranquilo terminou com um sufoco desnecessário. A campanha do Vasco no primeiro turno deu a nítida impressão de que o retorno era uma questão de tempo, só que no segundo turno a coisa complicou. O time caiu de rendimento, perdeu a gordura acumulada e foi ultrapassado pelo Atlético Goianiense na 28ª rodada. Na penúltima rodada bastava uma simples vitória diante do Criciúma para garantir o acesso, mas perdeu e a pressão aumentou para o jogo final contra o Ceará no Maracanã e a vitória veio de virada com dois gols de Thalles. No fim a torcida comemorou e protestou ao mesmo tempo esperando que o clube nunca mais volte a jogar a Série B.



O campeão da competição foi o Atlético Goianiense. O Dragão esteve quase todo o campeonato dentro do grupo de acesso e sem grandes estrelas conquistou seu maior título de importância nacional retornando à elite depois de quatro anos. O Avaí deu uma grande arrancada saindo do Z4 para conquistar o acesso um ano depois de cair e a última vaga foi do Bahia que volta depois de dois anos. Foram rebaixados o Joinville, o Tupi, o Bragantino e o Sampaio Correa.

FIM DA ESPERA: PALMEIRAS CONQUISTA O ENEACAMPEONATO NACIONAL



Dudu ergue a taça de campeão para o Palmeiras, o melhor time do campeonato

Foram 22 anos de espera para voltar a soltar o grito de campeão. Durante esse período o Palmeiras passou por dias difíceis, foi duas vezes rebaixado no Brasileirão, ganhou três Copas do Brasil, construiu uma moderna arena e em 2016 colhe os frutos conquistando pela nona vez o campeonato brasileiro. Um título incontestável para uma equipe coesa e com grandes nomes de valor como o goleiro Jaílson que substituiu Fernando Prass, o meio campo com nomes de destaque como Tchê Tchê e Dudu e na frente os gols de Gabriel Jesus que deixou de ser uma promessa e está pronto pra brilhar ainda mais depois de ter um grande ano onde foi campeão brasileiro, campeão olímpico e logo de cara abocanhando uma vaga na seleção de Tite e no banco de reservas Cuca dirigiu com competência o elenco. O Palmeiras apresentou um estilo de jogo baseado na pressão e com jogadas agressivas e rapidez nas transições, liderou em 29 das 38 rodadas do campeonato e o título veio com uma rodada de antecedência ao vencer a Chapecoense por 1 x 0.

O Flamengo foi o concorrente direto na briga pelo título durante boa parte da competição. O time começou o campeonato em crise com a saída de Muricy Ramalho por problemas de saúde, Zé Ricardo assumiu o comando e com os bons resultados foi efetivado. A torcida começou a espalhar nas redes sociais memes exaltando o cheirinho de hepta e a chegada de Diego ajudou a reforçar a equipe que se mostrou bem compacta e organizada, mas na metade do segundo turno o cheirinho começou a se dissipar com derrota para o Internacional que vinha no desespero e empate com o Corinthians na reabertura do Maracanã. No fim o time acabou ficando em terceiro lugar perdendo o vice para o Santos de Dorival Júnior. O Atlético Mineiro, o Botafogo numa sensacional arrancada sob o comando de Jair Ventura que tirou o time do Z4 pro G6 e o Atlético Paranaense se classificaram pelo G6, o antigo G4 deixando o Corinthians fora da Libertadores.

A CRÔNICA DE UMA QUEDA ANUNCIADA

O meia Alex, do time campeão do mundo em 2006, lamenta, em campo, o rebaixamento do Inter para a segunda divisão Foto: Alexandre Cassiano / Agência O Globo

O desespero de Alex retratou o ano do Inter que trocou de técnico três vezes e acabou rebaixado pela primeira vez em sua história

Até o Brasileirão deste ano o Internacional fazia parte de um seleto clube de times que jamais foram rebaixados no campeonato, mas o time que já foi campeão mundial e bi da Libertadores acabou cometendo uma série de erros que foram fatais e pela primeira vez na história o Colorado acabou rebaixado à Série B do Brasileirão. O começo até que foi animador pois liderou na 5ª, 7ª e 8ª rodadas, a partir da nona o time entrou em parafuso com uma série incrível de 14 jogos sem vitória voltando a vencer apenas na 23ª rodada contra o Santos, depois na 26ª rodada entrou pela primeira vez na zona de rebaixamento de onde não saiu mais. Na última rodada em 11 de dezembro o time precisava vencer o Fluminense pra não depender dos outros resultados, mas jogou mal e empatou o jogo por 1 x 1, muito pouco pra se salvar. O time teve quatro treinadores: começou com Argel Fucks que vinha bem até ser demitido depois de perder para o Santa Cruz, Falcão assumiu o posto, mas ficou apenas cinco jogos sendo demitido ao fim do primeiro turno, depois chegou Celso Roth e o time então se afundou até ser demitido depois do empate em pleno Beira Rio para a Ponte Preta e no desespero o time trouxe Lisca, mas nada adiantou. Era o ato final de uma tragédia anunciada. Além do Inter caíram o Figueirense, o Santa Cruz que no início parecia dar pinta de surpreender com Grafite voando e liderar as três primeiras rodadas, mas não teve estrutura pra segurar o rojão e o América Mineiro que ficou 31 rodadas na lanterna do campeonato. Três jogadores dividiram a artilharia do campeonato: Diego Souza (Sport), Fred (Atlético Mineiro) e William Potker (Ponte Preta) com 14 gols cada. Gabriel Jesus foi eleito o melhor jogador do campeonato, Vitor Bueno escolhido a revelação e Cuca foi eleito o melhor técnico.

FATO DO ANO: TRAGÉDIA COM AVIÃO DA CHAPECOENSE COMOVE O MUNDO







Galo pediu cancelamento da partida contra a Chapecoense (Foto: Reprodução)

Do sonho ao pesadelo: tragédia com avião comove o mundo que se une numa corrente de solidariedade à Chape

A Chapecoense vinha numa ascensão meteórica, mas de pés no chão desde 2009 quando saiu da Série D e em sete anos estava firme na Série A. Com um elenco enxuto e estrutura de fazer inveja à muito time grande a equipe de Santa Catarina vinha em um momento especial quando iria disputar a final da Copa Sul Americana contra o Atlético Nacional da Colômbia. O sonho se transformou em pesadelo que deixou o mundo atônito. Na noite do dia 28, madrugada do dia 29 de novembro no Brasil o avião que transportava o time caiu nas montanhas de Cerro Gordo à 30 quilômetros de Medellín. O avião pertencia à companhia aérea LaMia da Bolívia. A causa da queda foi falta de combustível. O avião viajou com pouco combustível e diálogos entre o piloto e a torre de controle mostraram desespero. O avião sumiu dos radares e caiu entre as árvores se desmanchando até parar e abrir um clarão. No voo estavam 77 pessoas incluindo a delegação da equipe, comissão técnica, dirigentes e 21 jornalistas. 71 pessoas morreram e seis sobreviveram. Dentre os sobreviventes estavam três jogadores: o lateral Alan Ruschel, o goleiro reserva Jackson Folmann e o zagueiro Neto, que foi salvo quando as equipes de buscas haviam encerrado o resgate. Folmann teve parte da perna direita amputada e passou por uma cirurgia corretiva na coluna. O único jornalista que sobreviveu foi Rafael Henzel. Para o jornalismo esportivo esta foi a maior tragédia da história. Morreram no avião jornalistas de rádios de Chapecó, da TV Globo, RBS e Fox Sports. Dentre os jornalistas mortos estão o narrador Deva Pascovicci, o comentarista Mário Sérgio, os repórteres Victorino Chermont e Guilherme Marques e o comentarista Paulo Julio Clement. Dentre os jogadores morreram Cléber Santana que teve passagens por São Paulo ,Santos e Flamengo, o goleiro Danilo que havia sobrevivido, mas não resistiu aos ferimentos, justamente ele o herói da classificação à final com uma defesa milagrosa diante do San Lorenzo, time do Papa Francisco e Bruno Rangel, o maior artilheiro da história da Chape.





Chapecó parou pra se despedir dos heróis que tiveram um velório com honras militares e muita emoção

A solidariedade do mundo levou o clube a ficar entre os trending topics nas redes sociais através da hashtag #forcaChape, jogadores se uniram ao povo de Chapecó, jogos tiveram um minuto de silêncio e no Brasil a última rodada do Brasileirão foi adiada para o fim de semana seguinte. No Jornal Nacional Galvão Bueno liderou um aplauso coletivo no encerramento do telejornal em memória às vítimas. O povo colombiano então tratou de fazer uma linda homenagem no estádio Atanasio Girardot e num gesto de solidariedade uniu torcedores pelo mundo. Em Chapecó a Arena Condá virou local de reverência aos mortos. O Atlético Nacional num gesto solidário abdicou de disputar o título e dar o troféu à Chapecoense que dias depois a Conmebol ratificou. No dia 3 de dezembro debaixo de uma chuva torrencial Chapecó se despediu com emoção de seus heróis. O velório coletivo na Arena Condá comoveu todos. Na Colômbia os quatro sobreviventes voltaram com aplausos ao Brasil e agora mais que tudo a torcida é para que a Chape consiga se reerguer pois agora lá do céu eles vão olhar com carinho para o ressurgimento da equipe.

A retrospectiva prossegue nesta segunda com os destaques esportivos do ano.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Bela do Domingo: Flávia Alvarenga

Em sua penúltima edição, o quadro A Bela do Domingo traz hoje a jornalista Flávia Alvarenga.



Formada em Jornalismo pela Universidade de Brasília, Flávia Alvarenga está há dez anos na Rede Globo de Brasília e começou sua carreira sendo produtora de reportagem no DF TV 1ª edição em 2002, ano em que se formou.









Em 2004 o formato da previsão do tempo foi mudado e Flávia assumiu a apresentação do quadro nos telejornais locais. Em 2005 passa a fazer reportagens de rua e acumula ainda a apresentação do bloco local do Globo Esporte até outubro de 2008. A jornalista também pode ser vista eventualmente na previsão do tempo do Jornal Nacional e nos outros telejornais. Atualmente está à frente do Bom Dia DF, telejornal que vai ao ar às 6:30 da manhã.

No domingo que vem tem a última Bela do Domingo da temporada de 2011.

A Bela do Domingo: Izabella Camargo

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Izabella Camargo.



Seu nome de batismo é Izabella Spaggiari Brazil Camargo, nascida em Apucarana em 1º de fevereiro de 1981. Aos 16 anos deixou sua cidade natal e veio para São Paulo onde foi uma das garotas do programa de games Fantasia no SBT entre 1997 e 1999.





Fez curso no Senac de rádio e TV, fez jornalismo na Faculdade São Judas Tadeu e pós graduação e marketing na Faculdade Cásper Líbero. Em 2003 fez programas de entretenimento na rádio Energia 97, depois na Jovem Pan. Em 2005 integrou o time de apresentadores do canal Shop Tour e em janeiro de 2006 passou a integrar o time de locutores do canal de notícias Band News onde ficou até 2009. Voltou ao SBT onde apresentou por uma semana o extinto Olha Você. Em junho do mesmo ano passou a fazer parte da equipe de jornalismo da Rede Bandeirantes.





Durante os três anos em que esteve na emissora participou do rodízio de apresentadores do Jornal da Band e ao mesmo tempo cobrindo as férias…

A Bela do Domingo: Cecília Malan

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Cecília Malan.



Maria Cecília Malan nasceu em 16 de abril de 1983 e se formou em jornalismo pela PUC do Rio. Filha do ex-ministro da Fazenda Pedro Malan já morou em Nova York, Washington, Paris e Brasília quando decidiu voltar ao Brasil em 2002.









Em 2005 inicia carreira como estagiária do Bom Dia Brasil e depois virou trainee. Em 2007 se torna editora do noticiário internacional e desde 2011 atua no escritório da Globo em Londres. Primeiramente como produtora e depois passou a dividir reportagens. Dentre as coberturas mais importantes destaca - se a dos atentados ocorridos em janeiro de 2015 ao jornal Charlie Hebdo quando foi alvo de críticas nas redes sociais devido à sua demonstração de ficar com medo ao ouvir disparos de armas de fogo. E desde então participa do Bom Dia Brasil e dos demais telejornais da casa com entradas ao vivo da capital inglesa.

Semana que vem tem mais.

A Bela do Domingo: Bruna Roma

O quadro A Bela do Domingo está de volta e para abrir a temporada 2014 a primeira homenageada é a jornalista Bruna Roma.



Bruna Silva Roma nasceu em 23 de fevereiro de 1988 em Guaratinguetá, no interior do estado de São Paulo onde viveu até os 20 anos. Cursou Comunicação Social com habilitação para Jornalismo em Taubaté e em 2009 participa do programa de estagiários da Rede Globo. Durante o estágio dividiu o trabalho na capital paulista e a universidade no interior onde se forma em 2010.















Em 2010 logo que se formou passou a fazer parte da equipe de repórteres da Globo de São Paulo e ficou durante dois anos. Em janeiro de 2012 se muda pra Fortaleza onde começa a trabalhar na TV Verdes Mares, afiliada da Rede Globo na capital cearense, três meses depois apresentou um quadro de diversão e arte no telejornal CE TV 1ª edição e em julho do mesmo ano assumiu a apresentação do Encanta Ceará que homenageia os artistas que se destacam no estado. Em julho do ano passado deixa a Verdes Mares e reto…

A Bela do Domingo: Marisy Idalino

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a atriz e apresentadora Marisy Idalino.



Nascida em 10 de maio de 1984 em Osasco, Marisy Idalino iniciou no balé e aos 15 anos inicia carreira no teatro. Aos 17 anos se muda pra São Paulo onde tenta fazer a faculdade de Direito, mas faltando dois anos desiste e retorna para o teatro.









Fez testes publicitários e passou para um deles na TV Gazeta onde ficou por três meses fazendo merchandising no programa Todo Seu com Ronnie Von. Depois passou por Mega TV, Record e Bandeirantes até que em 2012 ela retornou à Gazeta, primeiro no TV Culinária e depois como stand by nos programas Você Bonita, Mulheres e Revista da Cidade. Chegou a namorar com o ator Rodrigo Phavanello, mas o casamento foi cancelado a poucos dias de ser realizado.

Semana que vem tem mais.

A Bela do Domingo: Lana Canepa

O quadro A Bela do domingo de hoje traz a jornalista Lana Canepa.


Lana Karine Prieto Canepa Mundim iniciou carreira no jornalismo como produtora, repórter e editora em uma emissora afiliada da Rede Globo no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul cobrindo assuntos de Brasília.









Em 2005 apresentou o programa independente Beleza em Foco na TV Brasília. Em 2007 se forma em Ciência Política na UnB, em 2010 se torna repórter da Globo Brasília cobrindo acontecimentos locais. Em 2012 em sua primeira passagem pela Band se torna editora e repórter do Jornal da Band, logo depois se mudou pra Curitiba onde foi professora da PUC e trabalhou para o jornal Gazeta do Povo até 2016 quando passou pela TV Justiça e depois retornou para a Band voltando a atuar como repórter de política do Jornal da Band. O seu desempenho fez com que a direção de jornalismo do canal a escolhesse para cobrir recentemente as férias de Paloma Tocci e possivelmente a licença maternidade em breve.

Semana que vem tem mais.

A Bela do Domingo: Williane Rodrigues

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Williane Rodrigues.



Nascida na capital federal em 10 de junho de 1981, Williane Rodrigues queria ser atriz, chegou inclusive a encenar peças, mas acabou indo para o jornalismo e antes mesmo de se formar já exercia a profissão estagiando na TV Bandeirantes e na Radiobras. Em 2002 já formada pelo CEUB inicia carreira como repórter na TV Brasília.











Poucos meses depois começou a apresentar telejornais na casa. Três anos mais tarde se muda pro SBT onde se torna editora e apresentadora do Cidade Viva. Em 2007 se torna repórter de rede para o SBT Brasil onde trazia reportagens sobre política. No fim de 2008 assume o projeto de revitalização do jornalismo local da emissora apresentando o Jornal do SBT Brasília e desde agosto de 2013 assume o comando do SBT Brasília substituindo Neila Medeiros trazendo interatividade e levando a notícia de uma forma diferenciada. Ano passado ao comentar uma notícia de que uma adolescente jogou um gato da jane…

A Bela do Domingo: Fernanda de Freitas

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a atriz Fernanda de Freitas.



Nascida em São José do Rio Preto em 25 de fevereiro de 1980 Fernanda de Freitas foi professora de balé por cinco anos e aos 19 anos deixou a academia onde lecionava para tentar a sorte no Rio de Janeiro e seu começo de carreira foi como uma das Garotas do Zodíaco no extinto Planeta Xuxa. A partir daí ela não deixou mais de aparecer na telinha.





Em 2002 fez sua primeira novela, Coração de Estudante no papel de Heloísa e no ano seguinte foi uma das apresentadoras da TV Globinho e fez participação em Kubanacan como Consuelo. Em 2004 fez o papel de Amanda em Como uma onda. Em 2005 fez o papel de Cathy mc Gould em Bang Bang, depois fez Pé na Jaca e Negócio da China.



A partir de então se dedica a participar de séries e programas como A Turma do Didi, S.O.S Emergência e Tapas e Beijos num papel de destaque além de reencarnar a personagem Marina da Glória que foi interpretada por Tássia Camargo na releitura da Escolinha do Pr…

A Bela do Domingo: Mariana Becker

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Mariana Becker.


Há 18 anos na Rede Globo, a jornalista gaúcha de 41 anos já viajou por 34 países desde 2007 quando passou a acompanhar o mundo da Fórmula 1.













Com carreira iniciada em 1995 na área geral, depois passando para o esporte a repórter chegou a participar de três edições do Rali dos Sertões, sendo duas delas pilotando. A sua experiência acabou levando a jornalista ao mundo da F1 a partir de 2007 quando foi escalada pela primeira vez. Desde então ela superou preconceitos e mesmo assim recebeu poucas cantadas por parte de colegas do mundo. Hoje em Interlagos, Mariana estará com o time da Globo na transmissão do Grande Prêmio do Brasil, prova que encerra a temporada 2013. Ela é casada com o produtor Jayme Britto e mora em Mônaco desde 2008.

Semana que vem tem mais.

A Bela do Domingo: Lizandra Trindade

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Lizandra Trindade.



A carioca Lizandra Trindade começou a atuar no jornalismo em 2007 quando iniciou carreira como repórter do programa Agenda na Globo News.









Foram quatro anos fazendo reportagens e entrevistas com artistas. Em maio de 2010 se tornou repórter do Globo Universidade no lugar de Bianca Rothier que se mudou pra Suíça. Foram três anos apresentando reportagens sobre as profissões e o mercado de trabalho. Ano passado começou a trabalhar com esporte e atualmente é uma das repórteres da equipe da Globo no Rio de Janeiro e na maioria das vezes tem reportagens suas no Globo Esporte.

Semana que vem tem mais.