sábado, 20 de agosto de 2016

BRASIL TEM SÁBADO HISTÓRICO COM OURO NO FUTEBOL, ISAQUIAS FAZENDO HISTÓRIA E MAICON GANHANDO BRONZE NO TAEKWONDO

O penúltimo dia dos Jogos Olímpicos foi feliz para o esporte brasileiro com mais três medalhas superando o recorde de medalhas de Londres.

ENFIM O FUTEBOL BRASILEIRO CONQUISTA O OURO OLÍMPICO

Murad Sezer (2)/Reuters, Luca Bruno (2)/AP, Wilton Júnior/AE e Antonio Scorza/Ag. O Globo













Neymar comemorou o gol imitando o gesto de Bolt, Alemanha empatou e nos pênaltis Weverton pega pênalti e Neymar marca o gol do título e da tão sonhada medalha de ouro

O dia 20 de agosto de 2016 entra pra história do futebol brasileiro com o título que faltava na galeria de títulos: a medalha de ouro olímpica. E foram 120 minutos de uma decisão tensa, dramática e sufocante contra a Alemanha. Claro que o trauma do 7 x 1 ainda existia, mas o Brasil jogou com raça, o mesmo dos alemães. O primeiro tempo foi suado e o Brasil abriu o placar com Neymar cobrando falta e o goleiro não conseguiu pegar a bola. Na comemoração a homenagem ao astro Usain Bolt que estava no estádio e o sinal do raio. No segundo tempo os alemães conseguiram o empate com Meyer. Foi o único gol que a seleção tomou em toda a Olimpíada. Depois dos 90 os dois times jogaram mais meia hora tentando o gol que não veio e então foram para as cobranças de pênaltis. As oito primeiras cobranças foram bem cobradas. Quando Petersen cobrou o goleiro Weverton agigantou - se e pegou a cobrança e Neymar, sempre ele converteu a cobrança decisiva, a cobrança do ouro olímpico. E essa seleção que começou mal com dois empates em Brasília reagiu e depois foi encantando o torcedor com garra e esperamos que dessa seleção muito bem dirigida por Rogério Micale o técnico Tite possa extrair uma boa base para que nosso futebol seja reconstruído. E claro que esse ouro não vai mudar em nada a situação atual de nosso futebol mas foi o alicerce inicial de nossa reconstrução.

ISAQUIAS QUEIROZ É O MAIOR ATLETA BRASILEIRO EM UMA SÓ OLIMPÍADA

Eduardo Knapp/Folhapress e William West/AFP





Isaquias e Erlon comemoram junto da torcida a medalha de prata: semana histórica do baiano que será porta bandeira na cerimônia de encerramento

A canoagem brasileira antes de Isaquias Queiroz vivia de resultados inexpressivos, mas depois de 2012 quando se integrou à seleção brasileira e passou a ser treinado por Jesús Morlan ele levou a canoagem brasileira à um outro patamar. E nessa semana inesquecível o baiano de Ubaitaba fez história ao se tornar o primeiro atleta brasileiro com três medalhas numa só Olimpíada. Ao lado do amigo e parceiro Erlon Souza ele ficou com a medalha de prata no C2 1000 m. Os dois foram superados pela canoa da Alemanha de Sebastian Brendel nos metros finais depois de liderarem por 800 metros. Pelo feito alcançado Isaquias será o porta bandeira na cerimônia de encerramento neste domingo.

BRONZE HISTÓRICO PRO TAEKWONDO

Renan Morais/globoesporte.com



Maicon Siqueira pega uma bandeira do Brasil para celebrar a medalha de bronze histórica

O Brasil conquista no penúltimo dia a medalha de bronze no taekwondo. E ela veio com Maicon Siqueira, bronze na categoria até 80 kg ao vencer na decisão da medalha de bronze o britânico Mahama Cho. Esta é a segunda medalha na história da modalidade e a primeira masculina na história. A primeira foi com Natália Falavigna em Pequim 2008.

FAVORITISMO CONFIRMADO NO BASQUETE FEMININO

Shannon Stapleton/Reuters



Americanas confirmam o favoritismo e levam o hexa seguido no basquete

A seleção feminina de basquete dos Estados Unidos conquistou a medalha de ouro pela sexta vez seguida ao vencer na final a seleção da Espanha por 101 x 72. A medalha de bronze foi da Sérvia que venceu a França por 70 x 63.

O desempenho dos demais brasileiros

- No triatlo feminino Pâmella Oliveira terminou na 40ª colocação a 7 minutos da vencedora.

- No golfe Mirian Nagl terminou em 52º lugar e Victoria Lovelady foi a 53ª colocada

- No pentatlo moderno Felipe Nascimento terminou na 31ª colocação

- No polo aquático masculino a seleção perdeu com gol no fim da Espanha e ficou em oitavo lugar.

- Nos saltos ornamentais Hugo Parisi ficou em 16º lugar e não se classificou pra final assim como o inglês Tom Daley que foi o último colocado.

- Na ginástica rítmica o Brasil fez uma apresentação de encher os olhos, mas por muito pouco não entra na final. A equipe ficou na nona colocação e apenas as oito primeiras avançam.

- No mountain bike Raiza Goulão ficou na 20ª colocação

- A equipe do K4 1000 m terminou na quinta colocação na final B e terminou em 13º lugar.

- No último dia do atletismo no Engenhão Usain Bolt e sua turma receberam a medalha de ouro no revezamento 4 x 100 e no revezamento 4 x 400 os Estados Unidos ficaram com o ouro e o Brasil foi oitavo colocado.

Quadro de medalhas

PAÍSES
Medalhas Estados UnidosEUA413736114
Medalhas Grã-BretanhaGBR27221665
Medalhas ChinaCHN24182668
14ºMedalhas BrasilBRA66618


CLICK OLÍMPICO DO DIA

Alex Silva/AE e Eduardo Knapp/Folhapress

Alex Silva/Estadão



Hoje nosso click é em dobro. O primeiro é para um fenômeno do esporte brasileiro que ainda dará muitas alegrias no futuro. Estou falando de Isaquias Queiroz, fenômeno da canoagem e ganhador de três medalhas olímpicas. O outro é para um time que soube dar a volta por cima e conquistar o tão sonhado ouro olímpico no futebol, um ouro que perseguíamos tanto e que finalmente chega.

Amanhã a nossa cobertura chegará ao fim com um balanço da participação brasileira, os destaques, o que houve de bom e de ruim e o resumo do último dia e a cerimônia de encerramento dessa Olimpíada que ficou na história.

Um comentário:

Kleber Nunes disse...

E na decisão do vôlei feminino onde o Brasil deveria estar a China, algoz das brasileiras é a campeã olímpica ao derrotar na final a Sérvia por 3 sets a 1. Méritos para Lang Ping, que antes havia sido campeã olímpica em Los Angeles como jogadora e agora é campeã como treinadora.