terça-feira, 1 de julho de 2014

Bélgica sua a camisa e elimina EUA na prorrogação

Marcos Brindicci e Ruben Sprich/Reuters, Matt Dunham/AP, Pedro Ugarte e Francisco Leong/AFP













Marcos Brindicci/Reuters - Bélgica vence os EUA por 2 a 1

Bélgica precisa da prorrogação para vencer EUA e classifica para as quartas onde encara a Argentina

Mais um jogo decidido na prorrogação e a Bélgica ficou com a última vaga para as quartas de final da Copa do Mundo. A Arena Fonte Nova foi palco de mais um jogo emocionante e a Geração de Ouro da Bélgica lutou até o fim diante dos Estados Unidos que não se entregaram e também lutaram até o fim. O goleiro Howard foi um gigante e pegou tudo nos 90 minutos, mas na prorrogação os belgas resolveram. A entrada de Lukaku foi determinante para a vitória dos Diabos Vermelhos. Ele iniciou a jogada do primeiro gol ao tocar para De Bruyne que girou entre dois marcadores e bateu cruzado sem chance de defesa para Howard. Os americanos foram pro ataque e abriram espaços. O segundo gol belga foi marcado por Lukaku que em rápido contra ataque se livrou de três e marcou o gol. Os EUA diminuíram no segundo tempo com Green, ainda criou outras chances, mas a Bélgica segurou e garantiu a classificação. Sábado o Mané Garrincha ficará pequeno para o duelo entre Argentina e Bélgica.

BÉLGICA 2 X 1 EUA
Data: 1° de julho de 2014
Horário: 17h00 (de Brasília)
Local: Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Djamel Haimoudi (ALG)
Assistentes: Redouane Achik (ALG) e Abdelhak Etchiali (ALG)
Cartões amarelos: Cameron, aos 18 min. do 1°t (EUA); Kompany, aos 41 min. do 1°t (BEL)
Gols: De Bruyne, aos 2 min, Lukaku, aos 14 min. do 1°t da prorrogação (BEL); Green, a 1 min. do 2°t da prorrogação (EUA)
BÉLGICA: Courtois; Alderweireld, Van Buyten, Kompany e Vertonghen; Witsel, De Bruyne, Fellaini e Hazard; Mertens (Mirallas, aos 15 min. do 2°t) e Origi (Lukaku, antes da prorrogação)
Técnico: Marc Wilmots
EUA: Howard; Cameron, Besler, Gonzales e Beasley; Johnson (Yedlin, aos 32 min. do 1°t), Bedoya (Green, aos 17 min. do 1°t da prorrogação),  Jones e Bradley; Dempsey e Zusi (Wondolowski, aos 27 min. do 2°t)
Técnico: Jürgen Klinsmann

Nenhum comentário: