sábado, 17 de junho de 2017

Top 5: Joesley Batista volta a atacar Temer

Quando a semana que parecia fria iria terminar tranquila eis que o homem bomba voltasse a atacar Temer e ele faz novas acusações que prometem abalar de novo a política brasileira.



1 - A volta do homem bomba: Joesley Batista, o presidente do grupo JBS voltou a atacar o governo. Em entrevista à revista Época que circula neste fim de semana Joesley afirma que o presidente Michel Temer é o maior chefe da quadrilha criminosa mais perigosa do Brasil. Joesley ainda afirmou que o ex- presidente Lula e o PT institucionalizaram a corrupção. O presidente Temer deu a resposta dizendo que vai processar Joesley pois segundo o presidente ele é o bandido mais notório de maior sucesso na história brasileira.



2 - Samba atravessado: O prefeito do Rio Marcelo Crivella anunciou corte de verbas nos desfiles das escolas de samba do carnaval carioca. O corte seria pela metade e os recursos seriam usados para dobrar diárias pagas às crianças matriculadas nas creches.



3 - Incêndio em Londres: Um prédio de 24 andares na Grenfell Tower foi totalmente consumido pelo fogo na madrugada de quarta feira matando 30 pessoas. equipes trabalham na identificação dos corpos, a maioria carbonizados, mas segundo informações o número de vítimas pode ultrapassar 100.



4 - Trump volta a atacar: Em mais uma medida para apagar o legado de Barack Obama o presidente Donald Trump anunciou a suspensão do acordo de reaproximação com Cuba anunciando restrição de viagens aos americanos à ilha e mantendo as sanções econômicas.



5 - Fim da linha: A Rússia anunciou ter matado o líder do grupo terrorista Estado Islãmico juntamente de outros 180 combatentes. O bombardeio em Raqqa teve como alvo líderes do grupo que controla a guerra na Síria.

Imagem da semana

Usuários de crack atearam fogo em barracas e chamas se espalharam pela Praça Princesa Isabel em ação de desocupação Edilson Dantas / Agência O Globo

Em nova ação policial feita na Cracolândia usuários de crack ateiam fogo nas barracas num ato contra a ação dos policiais que tentavam desocupar a área. Os usuários foram retirados para outras áreas.

Semana que vem tem mais.

Nenhum comentário: