sábado, 24 de junho de 2017

Top 5: A encruzilhada agonizante do governo Temer

Num dos piores momentos de seu governo Michel Temer tenta salvar seu mandato e as notícias não são nada boas.



1 - Governo na encruzilhada: Esta foi uma das piores semanas do governo Temer, só teve notícias ruins. Pra começar a PF conclui que os áudios das gravações feias por Joesley Batista não foram editados, depois em visita à Noruega confundiu o Rei da Noruega com Rei da Suécia, os dois países nórdicos, na economia os americanos decidiram proibir a importação de carne brasileira por conta de abcessos encontrados em alguns cortes por conta de problemas sanitários e pra terminar sua popularidade é de apenas 7% segundo pesquisa do Datafolha. É a mais baixa popularidade de um presidente em 28 anos, apenas à frente de José Sarney que em 1989 tinha apenas 5% de popularidade.



2 - Monstro em liberdade: O ex - médico Roger Abdelmassih deixou esta semana o hospital para cumprir pena de prisão domiciliar no condomínio de Pinheiros. Condenado por estupro à 181 anos de reclusão o ex - médico será monitorado por tornozeleira eletrônica e não pode deixar a cidade sem autorização da justiça.



3 - Mais um patrimônio destruído: O grupo radical Estado Islâmico voltou a aprontar das suas e nesta semana explodiu uma mesquita no Iraque onde iniciou o califado. A mesquita fica em Mossul e os jihadistas acusam os Estados Unidos pelo ataque.



4 - Venezuela em ebulição: Nesta semana um jovem foi morto à queima roupa em mais uma onda de protestos contra o governo autoritário de Nicolás maduro. David Vallenilla foi executado por militares que tentavam barrar manifestantes que protestavam contra Maduro. Neste sábado centenas de manifestantes tomaram as ruas de Caracas para uma marcha em repúdio ao jovem morto.



5 - Lava Jato: Nesta semana o Supremo decidiu que Edson Fachin continue sendo o relator das delações da JBS. Por 7 votos a 0 os ministros decidiram manter o colega na relatoria da Lava Jato. E o Conselho de Ética do Senado decidiu arquivar o pedido de cassação do senador afastado Aécio Neves (PSDB - MG) por falta de provas alegando que não houve quebra de decoro ou flagrante continuado.

Imagem da semana



Por um celular a vida de uma mulher foi salva. O tiro foi disparado e atingiu o aparelho no bolso da calça da mulher que escapou de ficar seriamente ferida durante mais um confronto no Complexo do Alemão.

Sábado que vem tem mais.

Nenhum comentário: