sábado, 20 de maio de 2017

Top 5: Especial: A República abalada mais uma vez

Nesta edição especial do Top 5 vamos detalhar os dias que abalaram a República.



1 - O homem bomba: Joesley Batista, dono do frigorífico JBS/Friboi detonou a delação mais importante da Lava Jato. Com um gravador gravou uma conversa com o presidente Michel Temer que disse "Vamos nanter então", significando que estava dando o aval para comprar o silêncio de Eduardo Cunha. Joesley acabou embarcando para os Estados Unidos junto da mulher, a jornalista Ticiana Villas Boas e o filho pois foi ameaçado de morte.



2 - Um presidente acuado: Assim que o áudio foi divulgado o presidente Michel Temer fez dois pronunciamentos: o primeiro na quinta afirmou com todas as letras que não iria renunciar, no segundo neste sábado reafirmou que vai se manter no governo. Temer foi indiciado em três crimes: corrupção passiva, obstrução de justiça e organização criminosa, mas no começo da noite deste sábado o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato decidiu pela realização de perícia para apurar se o áudio é verdadeiro.



3 - Debandada de aliados: Vários partidos da base governista saíram do governo Temer, dentre eles o PSB. Outros partidos como o PSDB também estão prontos para deixar o governo.



4 - A queda de Aécio Neves: O tucano Aécio Neves foi fulminado e também se envolveu na delação de Joesley Batista que acusa Aécio de pedir R$ 2 milhões para pagar sua defesa na Lava Jato. Por determinação do Supremo ele foi afastado do mandato e pra piorar sua irmã Andréia Neves foi presa pela PF.

5 - A contaminação da política: Além do PT, PMDB, PSDB e outros partidos recebiam propinas que somam R$ 600 milhões.

E agora Brasil?

Nenhum comentário: