sábado, 8 de abril de 2017

Top 5: A prmeira guerra de Trump, julgamento é adiado, assédio dá o que falar e mais uma do legado negativo pós Olimpíada

A semana termina e foi cheia de assuntos que chamaram a atenção de todos.



1 - Guerra na Síria: Na terça feira um ataque covarde com armas químicas agravou ainda mais a situação na Síria que está em guerra civil há seis anos, o que levou o presidente americano Donald Trump a bombardear o país na quinta feira.



2 - Julgamento adiado: A defesa de Dilma Rousseff pediu vistas e o julgamento da chapa Dilma/Temer foi adiado. A chapa é acusada de cometer abuso econômico durante a campanha de 2014 e de ter usado propina do Petrolão.



3 - Assédio contra as mulheres: O ator José Mayer foi afastado por tempo indeterminado da Rede Globo depois que a figurinista Susllen Tonani a acusou de assédio. O caso levou à indignação e a hashtag #mexeu com uma mexeu com todas rendeu uma série de protestos contra o machismo. O ator reconheceu o erro em uma carta e pediu desculpas sem culpar a geração atual, logo você José Mayer?



4 - Violência no Rio: O laudo balístico apontou que o cabo Fábio de Barros Dias foi o autor do disparo de fuzil que matou a menina Maria Eduarda. O caso ocorreu no dia 30 de março e o tiro foi dado no momento que um suspeito caiu no chão.



5 - Mancha negra no esporte: A Operação Águas Claras prendeu o presidente afastado da CBDA Coaracy Nunes, acusado de desvio de dinheiro público junto de outras duas pessoas. A investigação da polícia aponta desvios de R$ 40 bilhões à entidade e a PF chegou à eles através de denúncias de atletas e medalhistas olímpicos. É mais uma mancha negra no legado pós Rio 2016.

Imagem da semana



A dor da guerra é cruel e separa pra sempre famílias. E na Síria que se arrasta há seis anos com uma guerra sem fim a dor de um pai que teve seus dois filhos mortos pela covardia química.

Semana que vem tem mais.

Nenhum comentário: