sábado, 18 de março de 2017

Wellington Cirino larga na pole na abertura da Fórmula Truck que tenta driblar a crise



Enfrentando uma grave crise administrativa e com grid bastante reduzido a Fórmula Truck dá a largada amanhã para mais uma temporada. Apenas nove pilotos vão correr a prova de abertura no Velopark. A crise financeira, administrativa e esportiva afetou as estruturas da categoria. A crise começou a se aprofundar no fim do ano passado quando denúncias de calotes financeiros abalaram a gerência da categoria que está nas mãos de Neusa Navarro. O calendário só saiu no fim de janeiro depois das ameaças da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo), mas há dez dias houve uma debandada geral de nove equipes e 20 pilotos que decidiram sair da categoria, dentre eles o tetracampeão Felipe Giaffone, o mais ferrenho opositor à gestão de Neusa Navarro, o tricampeão Leandro Totti, Beto Monteiro, Roberval Andrade e outros por não concordarem com a gestão de Neusa Navarro. Dos nove pilotos inscritos cinco são estreantes e pra você ver como o campeonato está no fundo do poço ontem não tivemos treinos livres devido à uma dívida de R$ 90 mil quitada de última hora com a Federação Gaúcha de Automobilismo. No treino classificatório de hoje a pole position foi do tetracampeão Wellington Cirino com um caminhão Mercedes e mais de quatro segundos de vantagem sobre o segundo colocado, o estreante Ramasauskas. A corrida de amanhã terá transmissão da Rede Bandeirantes com largada prevista para às 13 horas.

Nenhum comentário: