terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

O Mês em Resumo: Mês turbulento na política, capixabas vivem caos, gafe histórica no Oscar e acidentes mancham carnaval carioca

O quadro O Mês em Resumo traz os principais destaques de fevereiro.





A crise na segurança do Espírito Santo paralisou o estado nos primeiros dias do mês. A greve dos PMs que começou no dia 4 e só foi terminar no dia 25 e o saldo disso tudo foi uma verdadeira onda de violência que paralisou a Grande Vitória com 144 mortes. O governo decidiu mandar tropas federais para garantir a segurança da população. No Rio de Janeiro teve protesto de manifestantes na sede da Assembleia Legislativa contra o pacote fiscal. A Cedae foi privatizada para garantir o pagamento dos salários atrasados dos servidores.





Na política o ano começou pra valer com as eleições dos novos presidentes no Congresso. Eunício Oliveira foi eleito presidente do Senado e Rodrigo Maia foi reeleito para a Câmara dos Deputados.





No Supremo o ministro Edson Fachin foi escolhido em sorteio como novo relator da Lava Jato em lugar de Teori Zavascki que morreu em acidente aéreo no mês de janeiro. Ainda no Supremo Alexandre de Moraes deixará em março o Ministério da Justiça para se tornar ministro na vaga de Teori. No Ministério da Justiça sua vaga será ocupada pelo deputado Osmar Serraglio.



José Serra deixou o Ministério das Relações Exteriores alegando problemas de saúde. Esta foi a nona baixa em nove meses de governo Temer. Outra crise no governo envolveu a nomeação de Moreira Franco para a Secretaria Geral da Presidência.



A censura voltou a atacar. Os jornais O Globo e Folha de S. Paulo foram censurados pelo juiz Hilmar Raposo Filho e impedidos de veicular uma tentativa de extorsão de um hacker contra a primeira dama Marcela Temer, dias depois a censura foi derrubada.



A ex- primeira dama Marisa Letícia da Silva morre no dia 3 aos 66 anos. Ela foi vítima de um AVC hemorrágico, ela chegou a se recuperar, mas a hemorragia voltou forte e no dia 2 foi detectada a morte cerebral.



Um susto e tanto no Aeroporto de Congonhas no dia 22. Uma turbina do avião da Latam pegou fogo, mas o avião pousou sem sustos.



Quase sete anos depois o goleiro Bruno Fernandes deixou a cadeia. Um habeas corpus do ministro Marco Aurélio Mello libertou Bruno que foi condenadoà 22 anos de prisão em 2013 pelo assassinato de Eliza Samúdio. O crime ocorreu em junho de 2010 e seu corpo jamais foi encontrado.



No seu primeiro mês à frente dos Estados Unidos o presidente Donald Trump decretou o veto imigratório para sete países de origem muçulmana. Outra medida polêmica foi a barração de órgãos de imprensa à Casa Branca.



Pesquisadores descobriram um novo sistema planetário que foi batizado de Trappist - 1 com sete planetas que poderiam conservar água, essencial para a vida.



O racionamento de água em Brasília chega à região do Plano Piloto. Apesar das chuvas abundantes o nível dos reservatórios segue preocupante por isso o governo do Distrito Federal resolveu estender o racionamento até as áreas mais nobres.



Gafe histórica no Oscar. Na escolha de melhor filme do ano foi anunciado que o vencedor foi o filme La La Land, mas dois minutos e meio depois os produtores trouxeram o envelope certo e o vencedor foi Moonlight - sob a luz do luar. Apesar da gafe o musical venceu seis estatuetas.





O carnaval carioca ficará marcado por dois acidentes com carros alegóricos que deixaram 32 pessoas feridas. No primeiro dia o carro da Paraíso do Tuiutí se desgovernou e atingiu 20 pessoas, no segundo dia foi um carro alegórico da Unidos da Tijuca que caiu e deixou 12 pessoas feridas.





Menos de seis meses do fim dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos o parque olímpico da Barra se encontra abandonado. Fechado pela prefeitura o local se encontrava em estado de abandono. A piscina de aquecimento do parque aquático que foi usada pelos atletas se tornou criadouro do mosquito da dengue e da zika.



Numa virada histórica e sensacional o New England Patriots do quarterback Tom Brady conquista o Super Bowl pela quinta vez na história ao vencer o Atlanta Falcons por 34 x 28 com um touchdown no tempo extra.



O clássico Atletiba seria transmitido pelas redes sociais, só que não. Eles recusaram jogar por causa da falta de credenciamento e o clássico foi adiado.









Os mortos do mês foram Tzvetan Todorov (7 de fevereiro), filósofo búlgaro que finalizou o seu último livro O triunfo do artista, Orlandivo (8 de fevereiro), compositor autor de Bolinha de Sabão e inspiração para o artista Jorge Benjor nos anos 60, Fab Melo (11 de fevereiro), jogador de basquete que passou pela NBA, Al Jarreau (12 de fevereiro), ganhador de sete Grammys havia anunciado sua aposentadoria dos palcos, Edson Bueno (14 de fevereiro), fundador do plano de saúde Amil e Bill Paxton (25 de fevereiro), ator de filmes de destaque como Titanic e Twister.

O quadro retorna em março.

Nenhum comentário: