quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Paralimpíada começa com emoção e vaias para Michel Temer

Dezessete dias depois da chama olímpica se apagar o Maracanã voltou a respirar o espírito olímpico, agora para as Paralimpíadas. Aqui no Blog de knunes e no FC Gols você terá todos os detalhes sobre esse evento que tem a superação como marca registrada. E pra começar vamos mostrar como foi a cerimônia de abertura.

Pablo Jacob/Ag. O Globo

Festa de abertura da Paralimpiada no estádio do maracanã. Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo

Logo no começo uma animada roda de samba reuniu artistas como Diogo Nogueira, Monarco, Hamilton de Holanda e Xande de Pilares convidaram o mundo a participar de uma roda de samba, pois a roda é o eixo central da festa. O presidente do Comitê Paralímpico Internacional sir Phillip Craven apareceu em cenas gravadas de sua chegada ao Brasil passando por várias cidades até chegar ao Maracanã que se transformou em uma praia gigante, antes o nadador Daniel Dias atravessou todo o estádio nadando uma piscina imaginária. Logo depois o estádio virou uma enorme praia com elementos característicos da praia carioca como o frescobol, os vendedores ambulantes, o biscoito Globo que o New York Times criticou durante a Olimpíada, tudo isso ao som de Tim Maia.

Sergio Moraes/Reuters

2016 Rio Paralympics - Opening ceremony - Maracana - Rio de Janeiro, Brazil - 07/09/2016. The Brazilian flag is raised during the opening ceremony. REUTERS/Sergio Moraes FOR EDITORIAL USE ONLY. NOT FOR SALE FOR MARKETING OR ADVERTISING CAMPAIGNS. ORG XMIT: OLYHB12

Num dos momentos mais esperados da festa o pianista João Carlos Martins, exemplo de superação tocou o Hino Nacional Brasileiro num piano ao mesmo tempo a bandeira brasileira surgia no centro do Maracanã e logo depois começou o desfile das delegações que começou com o time de atletas paralímpicos independentes, logo depois entraram todas as nações. Ao mesmo tempo um quebra cabeça com o rosto de todos os participantes foi montado com as peças que cada país trazia. A ideia foi do artista plástico Vik Muniz que fechou sua obra de arte.

André Durão/globoesporte.com, Zanone Fraissat/Folhapress e Pablo Jacob/Ag. O Globo



RIO DE JANEIRO/RJ BRASIL. 07/09/2016 - Michel Temer e Marcela Temer durante o Show de abertura dos jogos Paralimpicos no estadio do Maracana.(foto: Zanone Fraissat/FOLHAPRESS, ESPORTE)***EXCLUSIVO***

Festa de abertura da Paralimpiada no estádio do Maracanã Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo

A delegação brasileira foi a última a entrar no estádio ao som de Gonzaguinha. Nossa porta bandeira foi Shirlene Coelho. Logo após o desfile o quebra cabeça foi formado e um enorme coração apareceu. A parte de discursos começou com os discursos de Carlos Arthur Nuzman que teve de parar seu discurso por conta das manifestações e vaias, logo depois o presidente do CPI deu as boas vindas. As maiores vaias foram para o presidente Michel Temer que declarou abertos os Jogos Paralímpicos. Logo após um espetáculo de luz e cor com um número de balé precedeu a entrada da bandeira paralímpica. A americana Amy Purdy fez uma linda apresentação de dança ao lado de um robô industrial.

André Durão/globoesporte.com



O momento mais esperado foi a chegada da tocha paralímpica que entrou no estádio por Antônio Delfino, que passou pra Márcia Malsar que caiu, mas se levantou mesmo sob uma chuva fina. Na sequência a tocha passou para Ádria dos Santos. Coube ao nadador Clodoaldo Silva acender a pira sem antes demonstrar como é difícil a vida de pessoas deficientes, mas a escada virou uma rampa e com a cadeira de rodas subiu na rampa e ele acendeu a pira. Na sequência o cantor seu Jorge entrou no palco e fez uma grande apresentação encerrando a festa de abertura. Nesta quinta começam as competições que vão até o dia 18.

Nenhum comentário: