Pular para o conteúdo principal

Retrospectiva 2014: Hamilton, Barrichello, Totti, Harvick e Power: os reis das pistas em 2014

A Retrospectiva 2014 prossegue e a partir de agora o esporte toma conta do pedaço. Para começar, cheiro de gasolina com o ano da velocidade. Uma temporada repleta de grandes campeões. Na Fórmula 1 Lewis Hamilton e a Mercedes sobraram na temporada, na Indy o equilíbrio foi fundamental na conquista de Will Power, emoções no novo formato do Chase na NASCAR e o título sensacional de Kevin Harvick, aqui no Brasil assistimos a ressureição de Rubens Barrichello que triunfou na Stock Car e Leandro Totti mandando bem na Fórmula Truck.

Fórmula 1: O ano de uma só equipe





Lewis Hamilton dominou a temporada e venceu 11 corridas se sagrando bicampeão em Abu Dhabi

A Mercedes reinou absoluta e dominou a temporada de Fórmula 1. As flechas de prata não tiveram adversários e juntos Lewis Hamilton e Nico Rosberg venceram mais de 85% das provas disputadas este ano num domínio avassalador, lembrando outras equipes que dominaram uma temporada. O único que furou o domínio foi Daniel Ricciardo da Red Bull que venceu três corridas. E o duelo dos dois pilotos foi intenso e feroz da primeira à última corrida e quem levou a melhor foi Lewis Hamilton que chegou ao seu segundo título na carreira.

Logo na primeira corrida a vitória foi de Nico Rosberg, depois Hamilton emplacou quatro vitórias seguidas: Malásia, Bahrein onde foi realizado o primeiro grande pega, China e Espanha. No GP de Mônaco a rivalidade floresce e Hamilton rompe com Rosberg que vence a prova. No Canadá as Mercedes acabaram provando que não eram infalíveis. Hamilton abandonou e Rosberg foi o segundo. A normalidade voltou na Áustria e Nico venceu sua terceira corrida com Hamilton em segundo. Correndo em casa Hamilton não deu chances a Rosberg e venceu diante de sua torcida, Nico deu o troco uma corrida depois fazendo a festa na Alemanha. Na Hungria uma corrida imprevisível na pista molhada e no fim Hamilton sobe ao pódio numa fantástica prova de recuperação. Na Bélgica mais um capítulo da rivalidade: Nico fura o pneu de Hamilton que abandona e ainda chega em segundo atrás de Ricciardo. Na Itália Hamilton inicia a série de vitórias que o levaria ao título: 1º em Monza, 1º em Cingapura, 1º no Japáo, 1º em Sochi, 1º em Austin. Em Interlagos o vencedor foi Nico Rosberg e a decisão ficou pra corrida final em Abu Dhabi. E aí Hamilton não deu chances e venceu a corrida ficando com o título. Além de fazer campeão e vice a equipe levou o mundial de construtores.





Se a primeira parte foi ruim, a segunda fase foi mehor para Felipe Massa com três pódios num ano em que a Williams renasceu para voltar a brigar por vitórias

Depois de uma temporada ridícula a Williams ressurgiu e em 2014 voltou a brigar por vitórias e bons resultados. A escuderia inglesa fez uma boa temporada, poderia ser melhor se não fosse a maré de azar de Felipe Massa no começo da temporada. O brasileiro se envolveu em acidentes no começo das corridas: foram três acidentes na Austrália, Inglaterra e Alemanha, mas na segunda parte o desempenho melhorou e Massa subiu três vezes ao pódio: 3º na Itália e no Brasil onde recebeu o carinho da torcida que invadiu a pista de Interlagos e em Abu Dhabi poderia ter vencido pois arriscou uma tática ousada, mas os pneus não resistiram e ele acabou em segundo lugar, o melhor resultado do ano. E ele ainda fez a pole na Áustria. O brasileiro terminou o campeonato em sétimo lugar enquanto seu companheiro Valtteri Bottas teve melhor desempenho e terminou o campeonato em quarto lugar. Já para Sebastian Vettel e Fernando Alonso um ano pra esquecer. Vettel viu seu prestígio de tetracampeão ir pelo ralo com a chegada de Daniel Ricciardo que venceu três corridas enquanto Alonso bem que tentou extrair alguma coisa, mas o carro da Ferrari não rendeu o esperado. No ano de 2015 eles trocam de escuderias: Vettel assume o cockpit da Ferrari e Alonso vai pra McLaren onde fará dupla com Jenson Button e que terá os motores Honda.

A sombra da morte



Jules Bianchi recebe atendimento após o acidente: piloto francês segue internado em estado estável, mas crítico

O Grande Prêmio do Japão estava caminhando normalmente quando um acidente com Adrian Sutil interrompeu a prova. Os carros andavam devagar, mas de repente o pior acontece. Enquanto um guindaste removia o carro de Sutil a Marussia de Jules Bianchi vem e acerta em cheio o guindaste. Bianchi havia perdido o controle do carro na curva 7 e atingiu o veículo. O piloto ficou gravemente ferido, levado ao hospital onde foi constatada uma lesão axional difusa, depois foi transferido pra França onde continua internado em estado estável, mas crítico. O acidente com Bianchi foi o estopim pra saída da Marussia. A equipe teve de vender os equipamentos. Diferente da Marussia a Caterham corre o risco de ficar de fora da temporada caso não arranje um comprador. Para correr em Abu Dhabi a escuderia teve de realizar uma vaquinha na Internet.

O mundo da velocidade também passou o ano acompanhando notícias de Michael Schumacher que passou os primeiros seis meses em coma. Schummy bateu com a cabeça enquanto estava esquiando na França. Em junho o alemão saiu do coma e continuou o seu tratamento com a família em sua casa na Suíça.

Sangue novo do Brasil na categoria



Felipe Nasr será o 31º brasileiro a correr na Fórmula 1 e fará sua estreia na Sauber

No ano de 2015 o Brasil voltará a ter dois pilotos na categoria máxima do automobilismo com a chegada de Felipe Nasr. O brasiliense de 22 anos fará sua estreia como piloto da categoria correndo pela equipe Sauber. Depois de três temporadas na GP2 o brasileiro que era piloto de testes da Williams ganhará sua chance de mostrar talento agora como titular.

Indy: Will Power quebra maldição do vice e enfim é campeão



O australiano Will Power finalmente foi campeão depois de três vices

Na Fórmula Indy o ano foi de domínio da equipe de Roger Penske e o australiano Will Power depois de três vice campeonatos enfim pode soltar o grito de campeão. Mas não foi fácil para ele chegar lá. Power cometeu muitos erros durante o campeonato, mas a sorte mudou na reta final quando Hélio Castroneves teve problemas. A temporada foi equilibrada e 11 pilotos diferentes venceram corridas, Os mais vitoriosos foram Power e Ryan Hunter Reay que venceram três vezes. Para vencer o campeonato Power mostrou maturidade nos ovais e passou a andar bem nesse tipo de pista, inclusive vencendo em Milwaukee. Hunter Reay acabou vencendo as 500 milhas de Indianápolis ultrapassando Castroneves à duas voltas do fim.

Castroneves foi regular durante o ano, venceu uma corrida e liderava o campeonato até Mid Ohio quando começou a perder rendimento. Na última corrida em Fontana o brasileiro brigou até o fim, mas uma punição acabou custando caro e pela quarta vez teve de se contentar com o vice campeonato, o quarto. Tony Kanaan teve uma temporada irregular na Chip Ganassi, mas fechou o ano vencendo em Fontana fechando a temporada na sétima colocação.

Depois de ficar de fora este ano o Brasil vai voltar a receber a categoria. Brasília sediará a etapa brasileira da Indy no dia 8 de março. O Autódromo Nélson Piquet iniciou em dezembro a reforma para receber as feras da velocidade. O contrato durará cinco anos.

NASCAR: A consagração de Kevin Harvick em temporada alucinante





Kevin Harvick chegou este ano ao time de Tony Stewart e deu o segundo título para ele como dono de equipe e o primeiro na carreira

A temporada de 2014 da NASCAR foi alucinante do começo ao fim e quem sorriu por último foi Kevin Harvick que conquistou seu primeiro título na divisão principal. Uma das novidades adotadas pela NASCAR foi o novo Chase que trouxe emoção a cada fase. Os pilotos suaram e muito para seguirem em frente no mata mata e isso trouxe emoção e adrenalina a cada eliminação. E no fim a grande surpresa. Os favoritos ficaram pelo caminho: foi assim com Kyle Busch, Jeff Gordon, Brad Keselowski e Jimmie Johnson, a grande decepção do ano, apesar de suas quatro vitórias. O hexacampeão teve uma temporada abaixo do esperado e no Chase foi uma mera sombra do piloto que ganhou seis títulos em oito anos. O mesmo para Brad Keselowski, campeão de 2012 que foi notado pelas brigas que teve com Matt Kenseth e Jeff Gordon. A decisão em Homestead decidiria quem seria o campeão: Harvick, Denny Hamlin, Ryan Newman e Joey Logano disputaram o título e quem chegasse primeiro levava o título que foi de Harvick que numa estratégia arriscada trocou quatro pneus num pit stop decisivo e segurou Ryan Newman para vencer a prova e levar o título no ano de estreia na equipe de Tony Stewart. O tricampeão da categoria teve um ano difícil, pois em agosto se envolveu em um acidente ao atropelar o piloto Kevin Ward que acabaria morrendo.

Sem patrocínio os pilotos brasileiros ficaram a pé em 2014. Pelo menos Nelsinho Piquet participou de uma corrida na Sprint Cup em Watkins Glen onde chegou em 26º lugar. Já Miguel Paludo não conseguiu um lugar e ficou de fora interrompendo sua evolução. Na Nationwide Series o campeão foi Chase Elliott, de apenas 18 anos e na Truck Series Matt Crafton ficou com o bicampeonato.

Uma nova categoria chega pra mudar o automobilismo



Lucas di Grassi ajudou a desenvolver os carros e lidera por enquanto a temporada que só termina em 2015

A Fórmula E, mais nova categoria do automobilismo iniciou este ano uma história, ser a primeira categoria sustentável do planeta. Os motores são movidos à energia elétrica, com baterias recarregáveis e não poluem. A primeira temporada que só termina em 2015 teve até agora três provas disputadas, todas em circuitos de rua. A primeira em Pequim foi vencida pelo brasileiro Lucas di Grassi que ainda subiu ao pódio em Putrajaya e Punta del Este e lidera o campeonato.

Truck: O ano do "Marvado" Totti



Leandro Totti repetiu o feito de 2012 e começou o ano arrasador, fatores que contribuíram para o bicampeonato da Truck

Na Fórmula Truck o ano foi de domínio da equipe MAN que papou os títulos de pilotos e construtores. O responsável por isso foi Leandro Totti que chegou ao bicampeonato brasileiro e sul americano. Totti venceu seis corridas, sendo as cinco primeiras de forma consecutiva. Felipe Giaffone chegou a ameaçar, levou a decisão pra última corrida em Goiânia, mas problemas no câmbio tiraram a chance de mais um título. No próximo ano a categoria corre exclusivamente no Brasil.

Stock Car: A consagração de Rubens Barrichello



Rubinho Barrichello celebra o título da Stock Car e volta a comemorar um título depois de 23 anos de jejum

Rubens Barrichello desencantou. Depois de 23 anos de jejum ele conquistou o título da Stock Car numa temporada consagradora. Duas vitórias na temporada, entre elas a Corrida do Milhão deram a Barrichello a chance de brigar pelo título que veio com um terceiro lugar em Curitiba. O título também quebrou uma série de dez anos de títulos entre as equipes de Andreias Mattheis e Rosinei Campos. A equipe Full Time ainda teve Allam Khodair em quarto lugar. A partir deste ano o esquema de rodada dupla passou a ser adotado e no ano que vem as corridas serão disputadas à tarde.

Moto GP: O prodígio ataca novamente



Novamente número 1: Marc Marquez conquista o bicampeonato com um ano praticamente perfeito

Na Moto GP ninguém deteve Marc Marquez. O prodígio das duas rodas provou que o título conquistado no ano passado não era coisa do acaso. Este ano Marquez conquistou 13 vitórias no ano, o novo recorde e ele já soma ao todo 45 vitórias na carreira. E de quebra é o mais jovem piloto a alcançar o feito com apenas 21 anos.

O ano viu o adeus a Jack Brabham, tricampeão mundial e fundador da equipe Brabham que deu dois dos três títulos à Nélson Piquet e o italiano Andrea de Cesaris.

A retrospectiva prossegue nessa segunda com o ano esportivo em geral.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Bela do Domingo: Flávia Alvarenga

Em sua penúltima edição, o quadro A Bela do Domingo traz hoje a jornalista Flávia Alvarenga.



Formada em Jornalismo pela Universidade de Brasília, Flávia Alvarenga está há dez anos na Rede Globo de Brasília e começou sua carreira sendo produtora de reportagem no DF TV 1ª edição em 2002, ano em que se formou.









Em 2004 o formato da previsão do tempo foi mudado e Flávia assumiu a apresentação do quadro nos telejornais locais. Em 2005 passa a fazer reportagens de rua e acumula ainda a apresentação do bloco local do Globo Esporte até outubro de 2008. A jornalista também pode ser vista eventualmente na previsão do tempo do Jornal Nacional e nos outros telejornais. Atualmente está à frente do Bom Dia DF, telejornal que vai ao ar às 6:30 da manhã.

No domingo que vem tem a última Bela do Domingo da temporada de 2011.

A Bela do Domingo: Cecília Malan

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Cecília Malan.



Maria Cecília Malan nasceu em 16 de abril de 1983 e se formou em jornalismo pela PUC do Rio. Filha do ex-ministro da Fazenda Pedro Malan já morou em Nova York, Washington, Paris e Brasília quando decidiu voltar ao Brasil em 2002.









Em 2005 inicia carreira como estagiária do Bom Dia Brasil e depois virou trainee. Em 2007 se torna editora do noticiário internacional e desde 2011 atua no escritório da Globo em Londres. Primeiramente como produtora e depois passou a dividir reportagens. Dentre as coberturas mais importantes destaca - se a dos atentados ocorridos em janeiro de 2015 ao jornal Charlie Hebdo quando foi alvo de críticas nas redes sociais devido à sua demonstração de ficar com medo ao ouvir disparos de armas de fogo. E desde então participa do Bom Dia Brasil e dos demais telejornais da casa com entradas ao vivo da capital inglesa.

Semana que vem tem mais.

A Bela do Domingo: Izabella Camargo

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Izabella Camargo.



Seu nome de batismo é Izabella Spaggiari Brazil Camargo, nascida em Apucarana em 1º de fevereiro de 1981. Aos 16 anos deixou sua cidade natal e veio para São Paulo onde foi uma das garotas do programa de games Fantasia no SBT entre 1997 e 1999.





Fez curso no Senac de rádio e TV, fez jornalismo na Faculdade São Judas Tadeu e pós graduação e marketing na Faculdade Cásper Líbero. Em 2003 fez programas de entretenimento na rádio Energia 97, depois na Jovem Pan. Em 2005 integrou o time de apresentadores do canal Shop Tour e em janeiro de 2006 passou a integrar o time de locutores do canal de notícias Band News onde ficou até 2009. Voltou ao SBT onde apresentou por uma semana o extinto Olha Você. Em junho do mesmo ano passou a fazer parte da equipe de jornalismo da Rede Bandeirantes.





Durante os três anos em que esteve na emissora participou do rodízio de apresentadores do Jornal da Band e ao mesmo tempo cobrindo as férias…

A Bela do Domingo: Lana Canepa

O quadro A Bela do domingo de hoje traz a jornalista Lana Canepa.


Lana Karine Prieto Canepa Mundim iniciou carreira no jornalismo como produtora, repórter e editora em uma emissora afiliada da Rede Globo no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul cobrindo assuntos de Brasília.









Em 2005 apresentou o programa independente Beleza em Foco na TV Brasília. Em 2007 se forma em Ciência Política na UnB, em 2010 se torna repórter da Globo Brasília cobrindo acontecimentos locais. Em 2012 em sua primeira passagem pela Band se torna editora e repórter do Jornal da Band, logo depois se mudou pra Curitiba onde foi professora da PUC e trabalhou para o jornal Gazeta do Povo até 2016 quando passou pela TV Justiça e depois retornou para a Band voltando a atuar como repórter de política do Jornal da Band. O seu desempenho fez com que a direção de jornalismo do canal a escolhesse para cobrir recentemente as férias de Paloma Tocci e possivelmente a licença maternidade em breve.

Semana que vem tem mais.

A Bela do Domingo: Bruna Roma

O quadro A Bela do Domingo está de volta e para abrir a temporada 2014 a primeira homenageada é a jornalista Bruna Roma.



Bruna Silva Roma nasceu em 23 de fevereiro de 1988 em Guaratinguetá, no interior do estado de São Paulo onde viveu até os 20 anos. Cursou Comunicação Social com habilitação para Jornalismo em Taubaté e em 2009 participa do programa de estagiários da Rede Globo. Durante o estágio dividiu o trabalho na capital paulista e a universidade no interior onde se forma em 2010.















Em 2010 logo que se formou passou a fazer parte da equipe de repórteres da Globo de São Paulo e ficou durante dois anos. Em janeiro de 2012 se muda pra Fortaleza onde começa a trabalhar na TV Verdes Mares, afiliada da Rede Globo na capital cearense, três meses depois apresentou um quadro de diversão e arte no telejornal CE TV 1ª edição e em julho do mesmo ano assumiu a apresentação do Encanta Ceará que homenageia os artistas que se destacam no estado. Em julho do ano passado deixa a Verdes Mares e reto…

A Bela do Domingo: Marisy Idalino

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a atriz e apresentadora Marisy Idalino.



Nascida em 10 de maio de 1984 em Osasco, Marisy Idalino iniciou no balé e aos 15 anos inicia carreira no teatro. Aos 17 anos se muda pra São Paulo onde tenta fazer a faculdade de Direito, mas faltando dois anos desiste e retorna para o teatro.









Fez testes publicitários e passou para um deles na TV Gazeta onde ficou por três meses fazendo merchandising no programa Todo Seu com Ronnie Von. Depois passou por Mega TV, Record e Bandeirantes até que em 2012 ela retornou à Gazeta, primeiro no TV Culinária e depois como stand by nos programas Você Bonita, Mulheres e Revista da Cidade. Chegou a namorar com o ator Rodrigo Phavanello, mas o casamento foi cancelado a poucos dias de ser realizado.

Semana que vem tem mais.

A Bela do Domingo: Williane Rodrigues

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Williane Rodrigues.



Nascida na capital federal em 10 de junho de 1981, Williane Rodrigues queria ser atriz, chegou inclusive a encenar peças, mas acabou indo para o jornalismo e antes mesmo de se formar já exercia a profissão estagiando na TV Bandeirantes e na Radiobras. Em 2002 já formada pelo CEUB inicia carreira como repórter na TV Brasília.











Poucos meses depois começou a apresentar telejornais na casa. Três anos mais tarde se muda pro SBT onde se torna editora e apresentadora do Cidade Viva. Em 2007 se torna repórter de rede para o SBT Brasil onde trazia reportagens sobre política. No fim de 2008 assume o projeto de revitalização do jornalismo local da emissora apresentando o Jornal do SBT Brasília e desde agosto de 2013 assume o comando do SBT Brasília substituindo Neila Medeiros trazendo interatividade e levando a notícia de uma forma diferenciada. Ano passado ao comentar uma notícia de que uma adolescente jogou um gato da jane…

A Bela do Domingo: Lizandra Trindade

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Lizandra Trindade.



A carioca Lizandra Trindade começou a atuar no jornalismo em 2007 quando iniciou carreira como repórter do programa Agenda na Globo News.









Foram quatro anos fazendo reportagens e entrevistas com artistas. Em maio de 2010 se tornou repórter do Globo Universidade no lugar de Bianca Rothier que se mudou pra Suíça. Foram três anos apresentando reportagens sobre as profissões e o mercado de trabalho. Ano passado começou a trabalhar com esporte e atualmente é uma das repórteres da equipe da Globo no Rio de Janeiro e na maioria das vezes tem reportagens suas no Globo Esporte.

Semana que vem tem mais.

A Bela do Domingo: Mariana Becker

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Mariana Becker.


Há 18 anos na Rede Globo, a jornalista gaúcha de 41 anos já viajou por 34 países desde 2007 quando passou a acompanhar o mundo da Fórmula 1.













Com carreira iniciada em 1995 na área geral, depois passando para o esporte a repórter chegou a participar de três edições do Rali dos Sertões, sendo duas delas pilotando. A sua experiência acabou levando a jornalista ao mundo da F1 a partir de 2007 quando foi escalada pela primeira vez. Desde então ela superou preconceitos e mesmo assim recebeu poucas cantadas por parte de colegas do mundo. Hoje em Interlagos, Mariana estará com o time da Globo na transmissão do Grande Prêmio do Brasil, prova que encerra a temporada 2013. Ela é casada com o produtor Jayme Britto e mora em Mônaco desde 2008.

Semana que vem tem mais.

A Bela do Domingo: Fernanda de Freitas

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a atriz Fernanda de Freitas.



Nascida em São José do Rio Preto em 25 de fevereiro de 1980 Fernanda de Freitas foi professora de balé por cinco anos e aos 19 anos deixou a academia onde lecionava para tentar a sorte no Rio de Janeiro e seu começo de carreira foi como uma das Garotas do Zodíaco no extinto Planeta Xuxa. A partir daí ela não deixou mais de aparecer na telinha.





Em 2002 fez sua primeira novela, Coração de Estudante no papel de Heloísa e no ano seguinte foi uma das apresentadoras da TV Globinho e fez participação em Kubanacan como Consuelo. Em 2004 fez o papel de Amanda em Como uma onda. Em 2005 fez o papel de Cathy mc Gould em Bang Bang, depois fez Pé na Jaca e Negócio da China.



A partir de então se dedica a participar de séries e programas como A Turma do Didi, S.O.S Emergência e Tapas e Beijos num papel de destaque além de reencarnar a personagem Marina da Glória que foi interpretada por Tássia Camargo na releitura da Escolinha do Pr…