sexta-feira, 18 de julho de 2014

Literatura brasileira perde João Ubaldo Ribeiro

João Ubaldo Ribeiro, em 2008 Foto: Mônica Imbuzeiro / Agência O Globo

A literatura brasileira perdeu nesta sexta feira um de seus escritores mais festejados e premiados. João Ubaldo Ribeiro morreu aos 73 anos, vítima de embolia pulmonar no começo da madrugada de hoje em sua casa no Rio de Janeiro. Também advogado e jornalista, João Ubaldo Ribeiro ficou mais conhecido por sua dedicação à literatura. Autor de obras como Sargento Getúlio, Viva o Povo Brasileiro e O Sorriso do Lagarto ganhou os prêmios Jabuti em 1972 por Sargento Getúlio e Viva o Povo Brasileiro em 1986. Sargento Getúlio narra a história de um sargento que busca a proteção de um político no sertão de Sergipe, já Viva o Povo Brasileiro traz de forma bem humorada a História do Brasil por quatro séculos, passando por episõdios emblemáticos como a Guerra do Paraguai e a revolta de Canudos tendo como personagens anônimos que representam o povo. O livro vendeu mais de 200 mil exemplares. Suas obras foram traduzidas para 15 idiomas e adaptadas para o cinema e TV, sendo que Sargento Getúlio foi filme em 1983 e O Sorriso do Lagarto foi minissérie da Rede Globo exibida em 1991. Além de dois Jabutis, ganhou a honraria máxima na literatura em língua portuguesa, o Prêmio Camões. Integrante da Academia Brasileira de Letras ocupava a cadeira de número 34 desde 1993 e escrevia uma coluna nos jornais O Estado de S. Paulo e O Globo. Ele estava preparando uma nova obra que contaria sobre histórias de bares e escrevia a obra há dois anos. O seu corpo está sendo velado na sede da ABL e o enterro será neste sábado no mausoléu da ABL.

Nenhum comentário: