quarta-feira, 9 de julho de 2014

Justiça mantém condenação e Arruda pode ser impugnado

José Roberto Arruda, na convenção do PR

O TJDFT manteve a condenação e José Roberto Arruda pode ser enquadrado na lei Ficha Limpa e ser impedido de se candidatar ao cargo de governador. Arruda foi condenado em primeira instância à perda dos direitos políticos por oito anos devido ao Mensalão do DEM. Em 2009 a Operação Caixa de Pandora através de Durval Barbosa revelou ao país o esquema de corrupção nas entranhas do GDF, na época governado por Arruda e vídeos mostraram o então governador flagrado recebendo maços de dinheiro. Arruda acabaria sendo preso por dois meses, sendo o primeiro governador preso na história do país. A Procuradoria Regional Eleitoral pode impugnar a candidatura.

Um comentário:

Kleber Nunes disse...

Arruda meu filho, desiste. Não vai adiantar nada você se eleger que já está enquadrado na Lei Ficha Limpa. Se o Brasil fosse um país sério não deveriam disputar eleições gente da laia de Arruda, Roriz e cia. Até quando o povão vai ter memória pra lembrar dos erros do passado e não repetir o erro?