domingo, 27 de julho de 2014

Flamengo volta a vencer na estreia de Luxa, Corinthians bate o Palmeiras e Kaká marca na volta ao Brasil

Foi um domingo pra ninguém botar defeito. Os times mais populares do Brasil ganharam seus clássicos e Kaká voltou ao futebol brasileiro marcando gol.

Fotos de Evelson de Freitas/AE e Ernesto Rodrigues/Folhapress





Palmeirenses quebram cadeiras no Itaquerão, e Corinthians vai calcular prejuízo

Corinthians vence o Palmeiras no primeiro clássico em sua arena e volta à vice liderança do campeonato

O primeiro clássico da história da Arena Corinthians entre Corinthians e Palmeiras terminou com vitória do Timão. Bem mais organizado o Corinthians levou a melhor diante do rival que mesmo sendo tecnicamente inferior jogou de igual pra igual. Os gols saíram no segundo tempo, o primeiro marcado por Guerrero e o segundo no fim da partida, o primeiro de Petros com a camisa do clube. O Corinthians mantém a vice liderança à cinco pontos do líder Cruzeiro. E a selvageria de torcedores voltou a atacar. Bandidos que se travestem de torcedores quebraram várias cadeiras. Até quando vamos ver essas cenas?

Fotos de Buda Mendes/Getty Images





Kaká voltou marcando gol, mas não o suficiente pra evitar a derrota do São Paulo para o Goiás

No Serra Dourada a atração foi a volta de Kaká ao futebol brasileiro depois de 11 anos jogando na Europa, mas o São Paulo foi derrotado pelo Goiás por 2 x 1. Kaká jogou os 90 minutos e deixou o seu, pena que a defesa não o ajudou. Os gols do time goiano foram marcados por Amaral e Bruno Mineiro.

Giuliano Gomes/Gazeta do Povo

Giuliano Gomes / Gazeta do Povo / Atleticanos Marcos Guilherme e Marcelo lamentam enquanto Fluminense comemora gol na vazia Arena da Baixada

Fluminense não toma conhecimento do Furacão e apilica goleada na vazia Arena da Baixada

Ainda sem poder contar com a torcida o Atlético Paranaense jogou com portões fechados e foi presa fácil do Fluminense que venceu o jogo por 3 x 0, gols de Jean, Conca e Cícero confirmando a terceira colocação na tabela.

Aldo Carneiro/Lancepress



Sport derrota o Galo e encosta nos primeiros colocados

Na Ilha do Retiro com uma bela homenagem ao escritor Ariano Suassuna, que era torcedor do Sport o Leão da Ilha venceu o Atlético Mineiro por 2 x 1 com gols de Felipe Azevedo e Durval, com Diego Tardelli descontando. E parece que Ronaldinho Gaúcho não deve mais jogar pelo Galo, segundo informações da Rádio Itatiaia. Segundo a rádio ele alegou estar perdendo espaço no time e sempre substituído por Levir Culpi.

Luciano Leon/Raw Imagens



Alex marcou nos acréscimos e Coritiba derrota o Grêmio

O Grêmio desperdiçou a chance de encostar nos líderes e acabou perdendo para o Coritiba. Barcos voltou a marcar, pois fez dois assim como Zé Love, mas nos acréscimos o Coxa chegou à vitória com o veterano Alex. Um resultado que causou a queda de Enderson Moreira do comando do time gaúcho.

Cléber Mendes/Lancepress, Fábio Motta/AE, Guilherme Pinto e Guito Moreto (2)/Ag. O Globo

Jogadores do Botafogo protestam contra salários atrasados com faixa  Cleber Mendes/Agência Lancepress!



O gol de Alecsandro foi de cabeça, com estilo, após cruzamento da esquerda, aos 32 minutos do primeiro tempo Foto: Guilherme Pinto / Agência O Globo

Alecsandro bate no braço, em sinal de raça, na comemoração do gol que marcou para o Flamengo contra o Botafogo, no Maracanã Foto: Guito Moreto / Agência O Globo

Luxemburgo gesticula e esbraveja com o time, na orientação à beira do campo no clássico entre Flamengo e Botafogo no Maracanã Foto: Guito Moreto / Agência O Globo

Botafogo protestou, mas foi o Flamengo que saiu vencedor com Alecgol voltando a marcar gol na reestreia de Luxa no comando

E na volta do Maracanã e na reestreia de Vanderlei Luxemburgo o Flamengo enfim voltou a vencer depois de oito rodadas de jejum ao bater o Botafogo com gol de Alecsandro. Apesar da vitória o time ainda não sai da zona de rebaixamento.

Situação depois de 12 rodadas disputadas;

- Libertadores: Cruzeiro, Corinthians, Fluminense e Internacional

- Série B: Coritiba, Flamengo, Bahia e Figueirense.

Nenhum comentário: