domingo, 30 de dezembro de 2012

Retrospectiva 2012: As frases mais marcantes do ano

Nesse último domingo do ano a Retrospectiva prossegue falando das 10 frases mais importantes do ano que termina.

O julgamento do mensalão foi o fato político mais comentado do ano e durante o julgamento a ministra do STF Carmen Lúcia ao proferir seu voto deu essa declaração:

" Agentes políticos que se deixam corromper são corruptos, profanadores da república, delinquentes da ética do poder"

Ainda sobre o mensalão, o ministro e hoje presidente do Supremo Joaquim Barbosa foi enfático quando da condenação de José Dirceu:

" É certo que José Dirceu em razão da força política e administrativa que exercia foi o principal articulador dessa engrenagem".

A eleição para prefeito de São Paulo foi disputadíssima e no final, quem riu por último foi Fernando Haddad que após ser eleito disparou essa:

"Sou o segundo poste do Lula"

O político Demóstenes Torres perdeu o mandato de senador por conta de sua ligação com o bicheiro Carlinhos Cachoeira. Em março quando foram divulgadas gravações acusando o de participar do esquema de corrupção ele disse na tribuna do Senado

"Eu não sou mais o Demóstenes".

Em janeiro o navio italiano Costa Concordia naufragou ao bater em uma parede de rochedos. O comandante Francesco Schettino foi acusado de abandonar a embarcação. Um dos diálogos entre Schettino e o comandante da capitania dos Portos rendeu uma frase pra lá de hilária:

"Vada a bordo, cazzo! (Volte a bordo, p..., na melhor tradução)"

A menina Luiza Rabello, aquela que estava no Canadá foi hit na web por conta de um comercial de uma imobiliária paraibana. Em seu comentário no Jornal do SBT, o jornalista Carlos Nascimento disse o seguinte.

"Ou todos os problemas do Brasil foram resolvidos ou nós nos tornamos perfeitos idiotas".

Em depoimento ao Fantástico, a apresentadora Xuxa confessou ter sofrido abuso sexual:

"Eu fui abusada várias vezes"

Usain Bolt, o super corredor jamaicano que ganhou três medalhas de ouro nas Olimpíadas de Londres se autopromoveu:

" Quero dizer a vocês que agora sou uma lenda"

Em visita ao Brasil o secretário da FIFA Jeróme Valcke deu o recado:

"O Brasil precisa de um chute no traseiro", se referindo ao atraso nas obras. Senhor Valcke, as obras não estão atrasadas e dois estádios já estão prontos.

Pra finalizar o técnico Luiz Felipe Scolari voltou à seleção e na coletiva soltou essa:

"Quem não gosta de pressão vá trabalhar no Banco do Brasil". Claro que os funcionários do banco não gostaram nada disso.

A retrospectiva ainda terá as personalidades, as mortes e o futebol.

Nenhum comentário: