sexta-feira, 9 de junho de 2017

TSE ABSOLVE CHAPA E TEMER SE LIVRA DA CASSAÇÃO

'Para seguir tese do relator, teríamos que anular tudo que se fez no País desde 2006', diz Gilmar ao absolver a chapa Dilma-Temer. Foto Dida Sampaio/Estadão

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral Foto: Ailton de Freitas / Agência O Globo

Depois de quatro dias terminou o julgamento no Tribunal Superior Eleitoral que deveria ou não cassar a chapa Dilma - Temer por abuso de poder econômico nas eleições de 2014. Por 4 votos a 3 a Corte rejeitou a ação movida pelo PSDB que acusava a chapa de ter cometido abuso de poder na campanha de 2014. Foram contra a cassação os ministros Napoleão Nunes Maia, Admar Gonzaga, Tarcísio Vieira e Gilmar Mendes que deu o voto decisivo, foram à favor da cassação o relator Hernan Benjamin e os ministros Luiz Fux e Rosa Weber. Pesou na decisão o fato de não terem incluídas as delações do casal de marqueteiros Joao Santana e Mônica Moura e de executivos da Odebrecht pois as provas foram inseridas fora do prazo. Com a decisão Michel Temer ganha fôlego e segue no mandato até 31 de dezembro de 2018 e a ex- presidente Dilma Rousseff que sofreu impeachment mantém os direitos políticos podendo concorrer à cargos públicos no ano que vem.

Nenhum comentário: