quinta-feira, 18 de maio de 2017

SUPREMO AFASTA AÉCIO E IRMÃ É PRESA



A delação bomba da JBS começa a produzir efeitos impactantes. No começo da manhã de hoje o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato determinou o afastamento de Aécio Neves do Senado. Ele foi citado nas gravações pedindo propina de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista para pagamento de defesa na lava Jato. Ao mesmo tempo agentes da Polícia Federal cumpriram mandado de busca e apreensão na casa da irmã Andréa Neves que é assessora dele e que foi presa por agentes. O deputado Rodrigo Rocha Loures também foi afastado do mandato na Câmara. Como veem essa delação bomba ainda tem muito efeito a acontecer.

Nenhum comentário: