quarta-feira, 17 de maio de 2017

GRAVAÇÃO BOMBÁSTICA ENVOLVE PRESIDENTE TEMER E ABRE NOVA CRISE POLÍTICA

O presidente Michel Temer em evento com prefeitos nesta terça-feira. Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

Uma nova denúncia bombástica abalou a política brasileira. Reportagem do jornalista Lauro Jardim publicada no jornal O Globo revela que o presidente Michel Temer deu aval para comprar o silêncio de Eduardo Cunha na Operação Lava Jato. A gravação de Joesley Batista, presidente do frigorífico JBL foi registrada no dia 7 de março. Na mesma gravação o senador Aécio Neves (PSDB - MG) pede R$ 2 milhões que seria usado para pagamento de despesas da Lava Jato. Essa gravação pode mudar os rumos da política, pois Temer não tem muita popularidade e essa bomba pode reiniciar uma crise causada pela Lava Jato e que terá consequências bem graves. No próximo mês está marcado o julgamento da chapa Dilma/Temer por uso de caixa 2 na campanha de 2014 e caso a chapa seja cassada uma nova eleição para mandato tampão será realizada.

Nenhum comentário: