quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Brasil na final do futebol, Isaquias rumo à mais uma medalha e handebol masculino cai de pé

A quarta feira do Brasil teve como destaques a classificação do futebol do Brasil para mais uma final olímpica no futebol, mais um show de Isaquias Queiroz e a derrota do handebol masculino.

BRASIL NA FINAL OLÍMPICA E LÁ VEM OS ALEMÃES DE NOVO

Danilo Verpa/Folhapress, Alexandre Brum/Ag. O Dia, Sérgio Neves/AE e Pedro Kirilos/Ag. O Globo







Sergio Neves/Estadão

Brasil arrasa com Honduras e agora na decisão a Alemanha e a chance de vingança do desastre da Copa

A final da Olimpíada será uma revanche do Mineiratzen ou não. Brasil e Alemanha vão decidir a medalha de ouro no Maracanã. A seleção brasileira depois de dois empates reencontrou seu futebol e hoje passeou pra cima da seleção de Honduras goleando por 6 x 0. O gol de Neymar, o primeiro dele e da goleada foi o mais rápido na história dos Jogos Olímpicos com 14 segundos. Ele fechou a goleada cobrando pênalti. Gabriel Jesus com dois, Marquinhos e Luan fecharam o placar. Os alemães passaram pela Nigéria em São Paulo e o jogo de sábado vale muito pois as duas equipes jamais ganharam a medalha de ouro.

MAIS UM SHOW DE ISAQUIAS QUEIROZ NA CANOAGEM

Getty Images

Isaquias Queiroz comemora vitória na semifinal da canoagem de velocidade (K1 200m) (Foto: Getty Images)

Isaquias Queiroz vence série, fica com melhor tempo e vem com tudo para mais um feito

O baiano Isaquias Queiroz não quer saber de ficar acomodado e na manhã de hoje avançou à final do C1 200 m com o melhor tempo da série e na condição de favorito para ganhar a medalha de ouro. A prova é amanhã. Ainda na canoagem Edson Silva e Gilvan Ribeiro ficaram em quarto lugar e vão disputar a final B e Ana Paula Vergutz foi eliminada ao terminar sua série eliminatória em quinto lugar..

HANDEBOL BRASILEIRO CAI DE PÉ

Jorge William/Ag. O Globo



Brasil lutou muito, mas não resistiu ao jogo envolvente da França

A seleção masculina de handebol deu grande trabalho e jogou de igual pra igual, mas depois dos dez minutos do segundo tempo a França mostrou porque é a dona do pedaço vencendo por 34 x 27. Apesar do revés esta foi a melhor participação do handebol masculino brasileiro em Olimpíadas.

O desempenho dos demais brasileiros

Diego Padgurschi/Folhapress

O brasileiro Doda, montando o cavalo Cornetto K salta obstáculo

- A equipe de hipismo terminou a prova por equipes em quinto lugar. O time começou a disputa com um a menos e liderando, mas os três cavaleiros derrubaram obstáculos que custaram a perda de 13 pontos e derrubaram o time para o quinto lugar. O ouro foi para a França.

- Na luta olímpica Joice Silva e Gilda Oliveira foram eliminadas e nem foram pra repescagem.

- No torneio de consolação do polo aquático feminino o Brasil perdeu para a Austrália por 11 x 4 e vai disputar 7º e 8º lugar contra a China. E no polo aquático masculino dois jogadores da equipe brasileira foram cortados da delegação depois de escaparem da Vila Olímpica. O técnico Ratko Rudic, que tem fama de disciplinador cortou o goleiro Vinícius Antonelle e o marcador Paulo Salemi.

- Nos saltos ornamentais Ingrid Oliveira ficou de fora da semifinal da plataforma de 10 m onde 18 avançam. Ela errou em um dos saltos e terminou na 22ª posição.

- No atletismo Wagner Domingos classificou - se para a final do lançamento de martelo com a melhor marca das eliminatórias. É a primeira vez em 84 anos que o Brasil coloca um atleta na final desta modalidade. Altobeli da Silva terminou a final dos 3000 m com obstáculos na 10ª posição, no decatlo Luiz Alberto de Araújo terminou o primeiro dia em 12º lugar após a disputa de quatro provas, Flávia de Lima foi eliminada nos 800 m .

- No golfe Victoria Loverlady e Miriam Nagl ocupam a 56ª colocação após a primeira volta.

- No ciclismo BMX Renato Rezende foi o 16º colocado e Priscila Carnaval foi a 15ª colocada na prova de definições de posição para a semifinal de amanhã.

- No primeiro dia de competições do taekwondo Iris Sing e Venilton Teixeira foram derrotados por dois mexicanos nas quartas de final e como eles perderam nem repescagem pegaram.

- Andreia Bandeira deixou escapar a chance de mais uma medalha para o Brasil. Ela foi derrotada em decisão unânime para a chinesa Qian Li e caiu nas quartas de final.

- A falta de vento adiou as regatas da medalha na classe 470 da vela e a decisão fica pra esta quinta feira.

O ADEUS DA GERAÇÃO DOURADA DA ARGENTINA NO BASQUETE

Fotos de Jim Young/Reuters



Manu Ginobili (Foto: Reuters)

Luís Scola e Manu Ginóbili, dois astros da geração de ouro da Argentina saem de cena

Como esperado o time de basquete dos Estados Unidos atropelou mais um adversário. Desta vez foi a Argentina que foi derrotada por 105 x 78. O jogo marcou o adeus da geração dourada que desde 2002 conseguiu reerguer o basquete argentino com nomes de peso como Manu Ginóbili, Luis Scola, Andrés Nocioni e Carlos Delfino. Juntos eles conquistaram a medalha de ouro no basquete nos Jogos de Atenas em 2004. Além dos americanos seguem vivos na disputa as seleções da Austrália do grandalhão Andrew Bogut que eliminou a Lituânia e a Espanha que se recuperou no torneio e esmagou a França de Tony Parker, outro que se aposentou pela seleção francesa. A última vaga sairá do confronto entre Sériva e Croácia.

Quadro de medalhas
PAÍSES
Medalhas Estados UnidosEUA28302886
Medalhas Grã-BretanhaGBR19191250
Medalhas ChinaCHN17152052
16ºMedalhas BrasilBRA34411


CLICK OLÍMPICO DO DIA

Pedro Kirilos/Ag. O Globo

Jogadores do Brasil no jogo contra Honduras Foto: Pedro Kirilos / O Globo

O ouro olímpico do futebol nunca esteve tão perto para a seleção masculina, que depois de um mau começo se recuperou e agora tem a chance de enfim ganhar o único título que falta. A adversária será a Alemanha, detonadora do processo destrutivo da seleção principal que vai iniciar uma reconstrução. Mesmo que ganhe o ouro será um paliativo, estaremos torcendo para que o sonho dourado aconteça.

Nenhum comentário: