Pular para o conteúdo principal

O Mês em Resumo: Um julho intenso com Alemanha campeã, vexame da seleção, início da campanha eleitoral, tensão no Oriente Médio, avião abatido na Ucrânia e perdas significativas

O quadro O Mês em Resumo traz hoje o resumo dos acontecimentos que marcaram o mês de julho.







A coroação de um trabalho de reformulação bem feito que começou há 14 anos e que chegou ao seu ápice. Com uma geração de talentosos jogadores em constante processo de renovação, a Alemanha colhe finalmente os frutos dessa evolução significativa e conquista o tetra ganhando a Copa do Mundo do Brasil. A geração de Schweinsteiger, Özil, Müller, Kroos, Klose e cia venceu a Argentina na final do Maracanã em 13 de julho com gol de Mario Götze. O título alemão foi a combinação de planejamento, trabalho e a simpatia que agradou os brasileiros, apesar deles aprontarem pra cima da gente.... Desde o primeiro dia assim que chegou à Santa Cruz Cabrália eles ganharam a simpatia, em especial o atacante Podolski que postou mensagens em português nas redes sociais. Lionel Messi foi eleito o craque da Copa.



Aos 36 anos Miroslav Klose supera Ronaldo e se torna o maior artilheiro de todos os tempos em Copas do Mundo com 16 gols marcados, um deles o segundo nos 7 x 1 sobre o Brasil.

O título alemão coroou também o sucesso de organização da Copa. Mais de 600 mil estrangeiros fizeram a festa nas 12 cidades e movimentou a economia.



A Copa para o Brasil começou a ser perdida no jogo contra a Colômbia. Parecia uma jogada normal, mas foi um lance criminoso e maldoso. A joelhada de Zúñiga tirou Neymar da competição. O atacante brasileiro fraturou uma vértebra. O pior ainda estaria por vir.









8 de julho de 2014, um dia que entrou pra história do futebol brasileiro da pior forma. Bem diferente de 1950 o Brasil foi despedaçado sem piedade. O Maracanazo de 1950 foi superado pelo Mineiratzen alemão. Um vexame histórico, uma humilhação sem dó. O Mineirão foi palco da maior derrota brasileira em todos os tempos, uma derrota que demorará séculos para ser cicatrizada. Sem Neymar e Thiago Silva o Brasil virou presa fácil. Só no primeiro tempo o time já perdia de 5 x 0, com uma pane geral de seis minutos, intervalo de tempo suficiente pra Alemanha meter quatro gols em sequência e com tanta facilidade diante de um time desorganizado taticamente. A seleção alemã ainda teve tempo de fazer mais dois e Oscar ainda fez o gol de honra. Silêncio e lágrimas nas arquibancadas. 7 x 1, a derrota mais vergonhosa da seleção pentacampeã mundial. O sonho do hexa foi detonado numa trágica semifinal. E pra piorar, nova derrota para a Holanda na decisão do terceiro lugar e a seleção termina num opaco quarto lugar com a pior defesa do torneio.





As derrotas na reta final fizeram com que Felipão perdesse o cargo junto de Parreira. Diante da repercussão e clamor por mudanças na estrutura do futebol a CBF dá de ombros e traz de volta Dunga para ser o novo técnico da seleção brasileira e o ex- goleiro Gilmar Rinaldi foi escolhido o coordenador de seleções.



Com atuante participação da Polícia Federal foi desmantelada uma quadrilha que desviava e comercializava ingressos para os jogos da Copa do Mundo. O diretor executivo da Match Raymond Whelan foi apontado como elo de ligação entre a entidade e a quadrilha liderada pelo francês Lamine Fofana.







A campanha eleitoral começou pra valer e os principais candidatos à presidência iniciaram a caça ao voto dos eleitores. A derrota da seleção não teve influência nenhuma e Dilma Rousseff mantém a liderança nas pesquisas, mas Aécio Neves vem crescendo e pode incomodar a petista que é candidata à reeleição.





Quatro meses depois de ter um avião desaparecido em pleno voo, a Malaysia Airlines voltou à ser manchete da pior forma possível. No dia 17 de julho um avião com 298 passageiros foi abatido por um míssil disparado por separatistas da Ucrânia. Não houve sobreviventes. A maioria dos passageiros era de holandeses. O desastre ampliou a crise política entre Rússia e Ucrânia. O mês foi terrível para a aviação. No dia 23 um avião da TransAsia se espatifou ao pousar em um aeroporto em Taiwan matando todos os seus 48 ocupantes e no dia seguinte uma aeronave da Air Algerian caiu próximo ao Máli com 118 pessoas. Ninguém sobreviveu.





Um novo confronto explode no Oriente Médio. O exército de Israel e o Hamas entraram em conflito na Faixa de Gaza. Os combates já mataram mais de 1300 pessoas e a ONU juntamente dos Estados Unidos se esforçaram para que houvesse um cessar fogo, mas ninguém respeitou a ordem e os confrontos prosseguem. A crise em Israel fez com que o Brasil entrasse na discussão, mas acabou levando o troco que veio do porta voz do Ministério das Relações Exteriores Yigal Palmor que chamou o Brasil de anão diplomático.



Fracassou a tentativa de negociação da dívida externa e a Argentina decretou novo calote, o segundo em 13 anos. A dívida chega a US$ 1 bilhão.



No dia 3 a estrutura de um viaduto desabou, ferindo 21 e matando duas pessoas em Belo Horizonte. A empresa responsável pela obra é suspeita de cometer falhas na execução da obra que fazia parte do sistema de ligação que deveria estar pronta na Copa, mas não ficou pronta.



Com presença de autoridades foi inaugurado o Templo de Salomão, réplica construída pela Igreja Universal do Reino de Deus do Bispo Edir Macedo. A obra procura se aproximar dos símbolos do judaísmo e custou R$ 680 milhões.





Um mês pesado com muitas mortes, principalmente na literatura com a perda de quatro escritores. No dia 3 morre Ivan Junqueira, que foi tradutor de T. S Elliott. No dia 18 morre o escritor João Ubaldo Ribeiro, autor de mais de 20 obras como Sargento Getúlio e Viva o Povo Brasileiro, um romance que conta a História do Brasil através de personagens anônimos. No dia 19 morre Rubem Alves, autor de 120 livros dos mais variados assuntos e no dia 23 o poeta e escritor Ariano Suassuna morre depois de sofrer um AVC. Suassuna escreveu obras voltadas à cultura nordestina, sendo sua maior obra a peça O Auto da Compadecida, escrita em 1955 e que o fez ficar conhecido em todo o país.



O político Plínio de Arruda Sampaio em mais de 50 anos de carreira foi deputado, teve seu mandato cassado, se exilando no Chile e EUA, voltou ao Brasil e se engajou na luta contra a ditadura, ajudou a fundar o PT, mas deixou o partido triste com o envolvimento do partido no mensalão e foi para o PSOL onde foi candidato nas eleições presidenciais de 2010. Plínio de Arruda Sampaio morre no dia 8 devido à um câncer nos ossos, aos 83 anos.



Além de médico, o Doutor Osmar de Oliveira era jornalista e fervoroso torcedor do Corinthians. Com passagens pelas principais emissoras de TV do país ele não esteve na Copa, pois complicações o mataram em 11 de julho aos 71 anos.









O argentino Di Stéfano jamais jogou uma Copa do Mundo e foi contemporâneo de Puskas. Jogou no Real Madrid e marcou 418 gols em mais de 500 jogos. Conhecido como Flecha Loura, Di Stéfano ganhou nove títulos pelo time merengue. No dia 7 ele morre de infarto aos 88 anos. Outras mortes no futebol foram a do ex- atacante Assis que junto de Washington formou o Casal 20 do Fluminense campeão brasileiro em 1984. Assis morreu no dia 6. No dia 17 morria o ex - árbitro Armando Marques, que ficou marcado por um erro histórico na decisão do Campeonato Paulista de 1973 ao errar na contagem e por conta desse equívoco a FPF declarou Santos e Portuguesa campeões. No dia 30 morre o cartola Julio Grondona, que presidiu por 35 anos a AFA e era um dos homens mais poderosos do mundo do futebol. Sob seu comando a Argentina ganhou a Copa do Mundo de 1986 e duas medalhas de ouro nas Olimpíadas de Atenas e Pequim.



Outras mortes do mês: O guitarrista Johnny Winter, a escritora Nadime Gordimer, prêmio Nobel de Literatura em 1991, o empresário Norberto Odebrecht, o humorista Fausto Fanti do grupo Hermes e Renato e o ator James Garner.

Em agosto tem mais resumo mensal.

Comentários

Kleber Nunes disse…
Passados 25 dias do vexame de 8 de julho vejo a CBF falida e pelo jeito o Dunga declarou que aqui não foi terra arrasada. Essa turma do futebol não aprende mesmo. E sobre a eleição ainda é cedo pra avaliar cada candidato, pois só mesmo com o horário político é que irei analisar melhor as propostas de cada candidato.

Postagens mais visitadas deste blog

A Bela do Domingo: Flávia Alvarenga

Em sua penúltima edição, o quadro A Bela do Domingo traz hoje a jornalista Flávia Alvarenga.



Formada em Jornalismo pela Universidade de Brasília, Flávia Alvarenga está há dez anos na Rede Globo de Brasília e começou sua carreira sendo produtora de reportagem no DF TV 1ª edição em 2002, ano em que se formou.









Em 2004 o formato da previsão do tempo foi mudado e Flávia assumiu a apresentação do quadro nos telejornais locais. Em 2005 passa a fazer reportagens de rua e acumula ainda a apresentação do bloco local do Globo Esporte até outubro de 2008. A jornalista também pode ser vista eventualmente na previsão do tempo do Jornal Nacional e nos outros telejornais. Atualmente está à frente do Bom Dia DF, telejornal que vai ao ar às 6:30 da manhã.

No domingo que vem tem a última Bela do Domingo da temporada de 2011.

A Bela do Domingo: Cecília Malan

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Cecília Malan.



Maria Cecília Malan nasceu em 16 de abril de 1983 e se formou em jornalismo pela PUC do Rio. Filha do ex-ministro da Fazenda Pedro Malan já morou em Nova York, Washington, Paris e Brasília quando decidiu voltar ao Brasil em 2002.









Em 2005 inicia carreira como estagiária do Bom Dia Brasil e depois virou trainee. Em 2007 se torna editora do noticiário internacional e desde 2011 atua no escritório da Globo em Londres. Primeiramente como produtora e depois passou a dividir reportagens. Dentre as coberturas mais importantes destaca - se a dos atentados ocorridos em janeiro de 2015 ao jornal Charlie Hebdo quando foi alvo de críticas nas redes sociais devido à sua demonstração de ficar com medo ao ouvir disparos de armas de fogo. E desde então participa do Bom Dia Brasil e dos demais telejornais da casa com entradas ao vivo da capital inglesa.

Semana que vem tem mais.

A Bela do Domingo: Izabella Camargo

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Izabella Camargo.



Seu nome de batismo é Izabella Spaggiari Brazil Camargo, nascida em Apucarana em 1º de fevereiro de 1981. Aos 16 anos deixou sua cidade natal e veio para São Paulo onde foi uma das garotas do programa de games Fantasia no SBT entre 1997 e 1999.





Fez curso no Senac de rádio e TV, fez jornalismo na Faculdade São Judas Tadeu e pós graduação e marketing na Faculdade Cásper Líbero. Em 2003 fez programas de entretenimento na rádio Energia 97, depois na Jovem Pan. Em 2005 integrou o time de apresentadores do canal Shop Tour e em janeiro de 2006 passou a integrar o time de locutores do canal de notícias Band News onde ficou até 2009. Voltou ao SBT onde apresentou por uma semana o extinto Olha Você. Em junho do mesmo ano passou a fazer parte da equipe de jornalismo da Rede Bandeirantes.





Durante os três anos em que esteve na emissora participou do rodízio de apresentadores do Jornal da Band e ao mesmo tempo cobrindo as férias…

A Bela do Domingo: Lana Canepa

O quadro A Bela do domingo de hoje traz a jornalista Lana Canepa.


Lana Karine Prieto Canepa Mundim iniciou carreira no jornalismo como produtora, repórter e editora em uma emissora afiliada da Rede Globo no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul cobrindo assuntos de Brasília.









Em 2005 apresentou o programa independente Beleza em Foco na TV Brasília. Em 2007 se forma em Ciência Política na UnB, em 2010 se torna repórter da Globo Brasília cobrindo acontecimentos locais. Em 2012 em sua primeira passagem pela Band se torna editora e repórter do Jornal da Band, logo depois se mudou pra Curitiba onde foi professora da PUC e trabalhou para o jornal Gazeta do Povo até 2016 quando passou pela TV Justiça e depois retornou para a Band voltando a atuar como repórter de política do Jornal da Band. O seu desempenho fez com que a direção de jornalismo do canal a escolhesse para cobrir recentemente as férias de Paloma Tocci e possivelmente a licença maternidade em breve.

Semana que vem tem mais.

A Bela do Domingo: Bruna Roma

O quadro A Bela do Domingo está de volta e para abrir a temporada 2014 a primeira homenageada é a jornalista Bruna Roma.



Bruna Silva Roma nasceu em 23 de fevereiro de 1988 em Guaratinguetá, no interior do estado de São Paulo onde viveu até os 20 anos. Cursou Comunicação Social com habilitação para Jornalismo em Taubaté e em 2009 participa do programa de estagiários da Rede Globo. Durante o estágio dividiu o trabalho na capital paulista e a universidade no interior onde se forma em 2010.















Em 2010 logo que se formou passou a fazer parte da equipe de repórteres da Globo de São Paulo e ficou durante dois anos. Em janeiro de 2012 se muda pra Fortaleza onde começa a trabalhar na TV Verdes Mares, afiliada da Rede Globo na capital cearense, três meses depois apresentou um quadro de diversão e arte no telejornal CE TV 1ª edição e em julho do mesmo ano assumiu a apresentação do Encanta Ceará que homenageia os artistas que se destacam no estado. Em julho do ano passado deixa a Verdes Mares e reto…

A Bela do Domingo: Marisy Idalino

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a atriz e apresentadora Marisy Idalino.



Nascida em 10 de maio de 1984 em Osasco, Marisy Idalino iniciou no balé e aos 15 anos inicia carreira no teatro. Aos 17 anos se muda pra São Paulo onde tenta fazer a faculdade de Direito, mas faltando dois anos desiste e retorna para o teatro.









Fez testes publicitários e passou para um deles na TV Gazeta onde ficou por três meses fazendo merchandising no programa Todo Seu com Ronnie Von. Depois passou por Mega TV, Record e Bandeirantes até que em 2012 ela retornou à Gazeta, primeiro no TV Culinária e depois como stand by nos programas Você Bonita, Mulheres e Revista da Cidade. Chegou a namorar com o ator Rodrigo Phavanello, mas o casamento foi cancelado a poucos dias de ser realizado.

Semana que vem tem mais.

A Bela do Domingo: Williane Rodrigues

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Williane Rodrigues.



Nascida na capital federal em 10 de junho de 1981, Williane Rodrigues queria ser atriz, chegou inclusive a encenar peças, mas acabou indo para o jornalismo e antes mesmo de se formar já exercia a profissão estagiando na TV Bandeirantes e na Radiobras. Em 2002 já formada pelo CEUB inicia carreira como repórter na TV Brasília.











Poucos meses depois começou a apresentar telejornais na casa. Três anos mais tarde se muda pro SBT onde se torna editora e apresentadora do Cidade Viva. Em 2007 se torna repórter de rede para o SBT Brasil onde trazia reportagens sobre política. No fim de 2008 assume o projeto de revitalização do jornalismo local da emissora apresentando o Jornal do SBT Brasília e desde agosto de 2013 assume o comando do SBT Brasília substituindo Neila Medeiros trazendo interatividade e levando a notícia de uma forma diferenciada. Ano passado ao comentar uma notícia de que uma adolescente jogou um gato da jane…

A Bela do Domingo: Lizandra Trindade

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Lizandra Trindade.



A carioca Lizandra Trindade começou a atuar no jornalismo em 2007 quando iniciou carreira como repórter do programa Agenda na Globo News.









Foram quatro anos fazendo reportagens e entrevistas com artistas. Em maio de 2010 se tornou repórter do Globo Universidade no lugar de Bianca Rothier que se mudou pra Suíça. Foram três anos apresentando reportagens sobre as profissões e o mercado de trabalho. Ano passado começou a trabalhar com esporte e atualmente é uma das repórteres da equipe da Globo no Rio de Janeiro e na maioria das vezes tem reportagens suas no Globo Esporte.

Semana que vem tem mais.

A Bela do Domingo: Mariana Becker

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a jornalista Mariana Becker.


Há 18 anos na Rede Globo, a jornalista gaúcha de 41 anos já viajou por 34 países desde 2007 quando passou a acompanhar o mundo da Fórmula 1.













Com carreira iniciada em 1995 na área geral, depois passando para o esporte a repórter chegou a participar de três edições do Rali dos Sertões, sendo duas delas pilotando. A sua experiência acabou levando a jornalista ao mundo da F1 a partir de 2007 quando foi escalada pela primeira vez. Desde então ela superou preconceitos e mesmo assim recebeu poucas cantadas por parte de colegas do mundo. Hoje em Interlagos, Mariana estará com o time da Globo na transmissão do Grande Prêmio do Brasil, prova que encerra a temporada 2013. Ela é casada com o produtor Jayme Britto e mora em Mônaco desde 2008.

Semana que vem tem mais.

A Bela do Domingo: Fernanda de Freitas

O quadro A Bela do Domingo de hoje traz a atriz Fernanda de Freitas.



Nascida em São José do Rio Preto em 25 de fevereiro de 1980 Fernanda de Freitas foi professora de balé por cinco anos e aos 19 anos deixou a academia onde lecionava para tentar a sorte no Rio de Janeiro e seu começo de carreira foi como uma das Garotas do Zodíaco no extinto Planeta Xuxa. A partir daí ela não deixou mais de aparecer na telinha.





Em 2002 fez sua primeira novela, Coração de Estudante no papel de Heloísa e no ano seguinte foi uma das apresentadoras da TV Globinho e fez participação em Kubanacan como Consuelo. Em 2004 fez o papel de Amanda em Como uma onda. Em 2005 fez o papel de Cathy mc Gould em Bang Bang, depois fez Pé na Jaca e Negócio da China.



A partir de então se dedica a participar de séries e programas como A Turma do Didi, S.O.S Emergência e Tapas e Beijos num papel de destaque além de reencarnar a personagem Marina da Glória que foi interpretada por Tássia Camargo na releitura da Escolinha do Pr…