domingo, 29 de junho de 2014

Costa Rica volta a fazer história e chega entre os oito melhores da Copa

Adrian Dennis, Ronaldo Schmidt e Pedro Ugarte/AFP, Petr David Josek e Martin Meissner/AP

Keylor Navas defendeu uma cobrança de pênalti e foi novamente o herói da Costa Rica Foto: PEDRO UGARTE / AFP

O costarriquenho Bryan Ruiz ergue o braço ao comemorar o gol que abriu o placar Foto: Petr David Josek / AP



Keylor Navas, da Costa Rica, voa para defender o pênalti de Fanis Gekas Foto: RONALDO SCHEMIDT / AFP

Adrian Dennis/AFP

Costa Rica supera Grécia e o goleiro Navas vira herói na cobrança defendida de Gekas

Antes da Copa do Mundo começar muita gente não apostava na seleção da Costa Rica que deu azar de cair no Grupo da Morte com três campeões mundiais, mas nada que se coloca na teoria funciona na prática. A seleção da América Central despachou italianos, uruguaios e ingleses terminando o Grupo D na frente e agora eles voltam a fazer história. Num jogo cheio de alternativas a Arena Pernambuco se despediu da Copa com um jogo empolgante e no final a Costa Rica eliminou a Grécia nos pênaltis. Só que no primeiro tempo o jogo se tornou enfadonho e ruim com muitos erros. A segunda etapa foi empolgante e os costarriquenhos abriram o placar com Bryan Ruiz na jogada característica desse time, a troca de passes em velocidade. O gol fez os helenicos saírem pro jogo e quando tudo caminhava pra classificação da Costa Rica, a Grécia foi buscar o empate que veio perto nos acréscimos. Salpingidis girou, bateu forte, o goleiro deu rebote e Sokrates Papashtatopoulos aproveitou o rebote e empatou o jogo. A partida foi pra prorrogação e nada de gol nos 30 minutos extras e a partida foi pras cobranças de pênaltis. Na quarta cobrança grega Navas pegou o chute de Gekas e Umaña cobrou bem o pênalti final e colocou a Costa Rica no mapa do futebol estando entre as oito melhores equipes da Copa. Um feito e tanto para um país que de suposto saco de pancadas se transformou na maior zebra deste mundial. Agora os costarriquenhos tentam fazer história novamente no próximo sábado em Salvador quando vai enfrentar a Holanda.

COSTA RICA 1 (5) X (3) 1 GRÉCIA
Data: 29 de junho de 2014
Horário: 17h00 (de Brasília)
Local: Arena Pernambuco, em Recife (PE)
Árbitro: Benjamin Williams (AUS)
Assistentes: Matthew Cream (AUS) e Hakan Anaz (AUS)
Cartões amarelos: Samaris, aos 35 min. do 1°, Manolas, aos 26 min. do 2°t (GRE); Duarte, aos 42 min. do 1°t, Tejeda, aos 3 min., Granados - no banco -, aos 10 min., Ruiz, aos 25 min., Navas, aos 44 min. do 2°t (CRC)
Cartão vermelho: Duarte, aos 21 min. do 2°t (CRC)
Gols: Bryan Ruiz, aos 6 min. do 2°t (CRC); Papastathopoulos, aos 45 min. do 2°t (GRE)
COSTA RICA: Navas; Gamboa (Acosta, aos 31 min. do 2°t), Gonzalez, Umaña, Duarte e Diaz; Bolaños (Brenes, aos 39 min. do 2°t), Borges, Tejeda (Cubero, aos 20 min. do 2°t) e Bryan Ruiz; Joel Campbell
Técnico: Jorge Luís Pinto
GRÉCIA: Karnezis; Holebas, Papastathopoulos, Manolas e Torosidis; Maniatis (Katsouranis, aos 32 min. do 2°t), Karagounis, Samaris (Mitroglou, aos 12 min. do 2°t) e Christodoulopoulos; Salpingidis (Gekas, aos 24 min. do 2°t)  e Samaras
Técnico: Fernando Santos

Nenhum comentário: